Planejamento estratégico: passo a passo para montar o seu!

CONTEÚDO

planejamento estratégico

CONTEÚDO

Somente quem entende o que é planejamento estratégico, desde sua definição, consegue desenvolver planos de ação práticos e eficientes, capazes de impulsionar a empresa.

Estatisticamente, de 10 empresas que abrem anualmente no Brasil, 6 fecham as portas antes de completarem cinco anos. Muitos dos problemas que acontecem são por conta da falta de um planejamento estratégico, segundo pesquisa do IBGE.

Se você está interessado em desenvolver um planejamento estratégico na sua empresa e não entrar para essas estatísticas, acompanhe neste texto o que é e como o planejamento é fundamental para tomada de decisões coletivas..

A Siteware preparou um kit gratuito para você montar seu planejamento estratégico! Baixe agora mesmo!

Golden Circle

O que é planejamento estratégico?

O planejamento estratégico diz respeito a todo o processo de criação, estruturação e execução de uma tática para alcançar objetivos dentro da organização. Ele inclui desde a definição de metas e indicadores até às tomadas de decisão e efetivas ações para alcançar o que se propôs com foco no sucesso empresarial.

Isso porque planejar nada mais é do que criar um plano para alcançar determinado objetivo. E a estratégia é como se fosse a “arte” de explorar as melhores condições para conquistá-lo.

Dessa forma, o planejamento entra com a metodologia (os meios), enquanto a estratégia aparece como a parte criativa, de análise e decisão.

fhxGlboPo7gCMw7NsztT nrW Kva8fqxWX8U1Z3NO wj1snzq MLKvzF8wNDixfwf5vfcrT2knUGUfK2S1Xt5yqZLzoTmn 2yOvkvFFR3u gQHcCc5TsYCy7BWpVyFa7EbG2ACHIeyS67 CAFjsDMy0 Planejamento estratégico: passo a passo para montar o seu!

Quando fazer o planejamento estratégico?

Esse plano pode ser feito anualmente ou com uma proposta mais a longo prazo, como de três a cinco anos. Ou até mesmo mensalmente. Tudo depende do que você quer alcançar com a sua empresa no momento.

Assim que entender a importância do planejamento estratégico, você poderá (aliás, deverá) utilizá-lo imediatamente na hora em que mais precisar!

Afinal, se você sente que a empresa está ficando para trás da concorrência ou tem alguma meta específica para alavancar as vendas ou se diferenciar com um produto novo, por que deixar o planejamento das ações para depois?

Quanto antes preparar o planejamento, melhor! Seja para alcançar metas ou realizar um plano de ação com eficácia. Isso porque para chegar aos resultados, é necessário criar objetivos estratégicos e ações que façam sentido para todos os colaboradores envolvidos.

Leia também

3 perguntas para entender o planejamento estratégico

Saber o que é planejamento organizacional envolve, inicialmente, respostas para três perguntas certeiras:

  • Onde está sua empresa?
  • Aonde quer chegar?
  • Como chegar lá?

Quem nunca ouviu a frase “se você não sabe aonde quer ir, qualquer caminho serve”? Bem, no contexto do que é planejamento empresarial faz todo o sentido para entender o que NÃO fazer.

Afinal, aceitar “qualquer caminho”, sem estrutura, sem cultura organizacional, sem missão, visão, valores e regras, raramente dará certo em uma empresa. Porém, para que tudo seja planejado, é preciso saber exatamente aonde quer chegar.

Jd9Z 5RWs l dwP E DIf8GxP lnxVUPQsxNxEB2whzprwgnl4SpZvdSDqOgvgnvObNn3p4SHYc3t6JqS3nXmH9z7CxrH3W9ZDRrHTOL8AscxxILU PPWhDpcpvSsj8U NA6vtOopEU I3r4gKTwFgA Planejamento estratégico: passo a passo para montar o seu!

Dessa forma, o planejamento estratégico só irá acontecer, de fato, quando se definem estas questões:

  1. Onde está atualmente? Qual é o cenário da sua companhia no mercado?
  2. Aonde quer chegar? Qual é o objetivo em determinado período de tempo (em um mês, um ano, três anos etc.)?
  3. Como pretende chegar? Quais recursos precisam e quais ações devem ser feitas para alcançar as metas traçadas?

Como descobrir as respostas certas?

Alguns outros apontamentos que podem auxiliar na descoberta das respostas incluem:

  1. a missão da empresa, ou seja, a razão de existir, o que se propõe a fazer;
  2. a visão, as aspirações e o que pretende atingir no futuro;
  3. os valores, que são os princípios que orientam o comportamento;
  4. a análise SWOT, método que define as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças do negócio;
  5. objetivos e metas: com objetivo, o que se pretende alcançar; e com as metas, o detalhamento (em números) do resultado que se deseja.

A lógica é que todo o planejamento seja mapeado e analisado, de modo que as ações definidas possam ser realmente alcançadas pela equipe. Além disso, as informações do plano devem ser as mais claras possíveis, afinal, gerar ambiguidade não é nada positivo.

aQtngXIFdf2kGmY7bpOT89uu8PPfeGam6 1yTRH9VeV1 2vL90LURC0lZRnhda3imzORWaqoJQCVPwauWJP4MQNWRb4BOBaOqruqL1c Planejamento estratégico: passo a passo para montar o seu!

Quais as diferenças entre planejamento estratégico, tático e operacional?

Se você não entende muito bem qual a diferença entre planejamento estratégico, tático e operacional, separamos aqui particularidades de cada um deles!

O planejamento estratégico, como já falamos, centraliza e estrutura objetivos gerais para serem aplicados no futuro. Ele é voltado para toda a empresa e seus setores. Além disso, ele estabelece objetivos de longo prazo, para três, cinco, dez anos.

Já o planejamento tático é focado em uma determinada área ou processo da empresa, sem levar em conta toda a organização. Ele é criado para orientar as ações de gestores de cada setor. Logo, é considerado um plano de médio prazo, com metas para um a três anos.

E o planejamento operacional, como o nome já indica, é 100% focado nas operações “mão na massa”, como tarefas e atividades da empresa. Ou seja, as ações realizadas por cada profissional. Suas metas e estratégias têm prazo de três a seis meses geralmente.

O importante aqui, além de entender suas diferenças, é perceber que eles estão conectados entre si e complementam uns aos outros. Sem um planejamento de longo prazo, não é possível destrinchar as ações de média e curta duração.

Para compreender ainda mais, confira um resumo com particularidades de cada tipo de planejamento empresarial!

Planejamento estratégico

  • focado no futuro da empresa;
  • identifica fatores internos e externos, assim como oportunidades e ameaças;
  • é feito para toda a organização, envolvendo diretamente os líderes;
  • plano de longo prazo, geralmente com objetivos de 5 a 10 anos.

Planejamento tático

  • focado em um processo específico ou setor da empresa;
  • orienta gestores de departamentos (média gestão);
  • tem prazo de médio duração, entre um a três anos.

Planejamento operacional

  • focado nas operações, tarefas e atividades de um negócio;
  • define as ações que devem ser executadas no dia a dia;
  • voltado para todos os colaboradores;
  • planejamento de curto prazo, com objetivos e metas estipulados para três a seis meses.

Continue aprendendo: Tudo sobre a gestão de indicadores estratégicos, táticos e operacionais nas empresas

Qual o objetivo do planejamento estratégico?

Vamos mergulhar ainda mais no assunto e saber qual o objetivo do planejamento estratégico? Veja a seguir para o que ele serve e suas diversas funções.

1- Organizar e estruturar o plano de ações

Quando você viaja, por exemplo, o primeiro passo é definir o local e a data. Depois, decide o transporte que será utilizado, compra passagens ou aluga um carro, planeja o roteiro e mais. Ou seja: estrutura as férias ao determinar um objetivo/destino e, a partir disso, pode pensar nas ações que devem ser realizadas para curtir o local.

De modo geral, é assim que funciona o planejamento estratégico. Ele reúne tudo sobre a empresa e seu propósito, definindo ações a serem realizadas para alcançar os objetivos. Só que elas são mais amplas e gerais para toda a organização.

E é a partir delas que metas e tarefas podem ser detalhadas de acordo com os setores e os processos. Ou seja: o plano estratégico é a base para o sucesso.

2- Definir o posicionamento da marca no mercado

Além disso, ao realizar todas as pesquisas e as análises para montar um planejamento robusto, é preciso determinar o posicionamento e a identidade da empresa.

Isso acontece ao definir a missão, a visão e os valores corporativos, que criam um rumo a toda e qualquer ação executada. Esses pilares mostram ao público interno e externo a essência da empresa e seu propósito maior.

Veja um exemplo da Coca-Cola para entender melhor o que estamos falando:

  • Missão: Satisfazer com excelência a nossos consumidores de bebidas.
  • Visão: Ser líder total de bebidas, gerando valor econômico, social e ambiental sustentável, gerenciando modelos de negócio inovadores e ganhadores, com os melhores colaboradores do mundo.
  • Valores: Qualidade, responsabilidade, diversidade, inclusão, sustentabilidade.

Veja como o Google se posiciona:

  • Missão: Organizar as informações do mundo e torná-las acessíveis e úteis para todos.
  • Visão: Criar um futuro mais inteligente, no qual a tecnologia melhore a vida das pessoas.
  • Valores: Foco no usuário, inovação, ética, transparência, responsabilidade.

3- Otimizar recursos

O planejamento estratégico também é vital para otimizar recursos e, consequentemente, reduzir custos. Afinal, evita desperdícios e perda de tempo – e dinheiro.

A ideia central é entender quais recursos são necessários para atingir os objetivos e as metas e, assim, identificar como serão compartilhados entre equipes e colaboradores.

Dessa forma, há maior produtividade e eficiência em cada ação executada, impactando diretamente os resultados obtidos.

4- Melhorar a tomada de decisão

Se a gestão ou os próprios colaboradores tiverem qualquer dúvida sobre a condução de determinadas situações, é só consultar o planejamento estratégico. 

Por meio dele, é possível conhecer os pontos fortes e fracos da organização e ainda identificar oportunidades e ameaças em relação ao mercado e à concorrência.

O que torna a tomada de decisão mais precisa e ágil.

Como fazer um planejamento estratégico?

Não existe uma receita de bolo para construir o planejamento estratégico. No entanto, existem metodologias que a empresa pode adotar, que ajudam a entender melhor como construir esse documento.

A seguir, confira as etapas da elaboração desse plano de muitas empresas e veja como fazer um planejamento estratégico que funciona.

Passo 1 – Determine sua identidade organizacional

O primeiro passo do planejamento estratégico costuma ser determinar a missão, a visão e os valores.

Tendo esses três pontos bem-definidos a empresa saberá a razão de existir (o seu propósito), as expectativas para o futuro e o que vai orientar seu crescimento.

Passo 2 – Faça a análise SWOT

A matriz SWOT ou FOFA (em português) é uma ferramenta que ajuda a identificar e avaliar como os ambientes internos e externos da empresa podem ajudar a tomada de decisão e o crescimento dos resultados da empresa.

Sc53mEZGHty6Q2aDBBm0JYafMMHTGLCAF6SBGUf4EERkCxIVhwmRTFOnPoClk7 LHmaNfilkrWqmtilImS Planejamento estratégico: passo a passo para montar o seu!

Essa ferramenta se divide em duas frentes. A primeira delas é a análise interna, que busca os pontos fortes e as fraquezas dentro do ambiente empresarial. 

E temos também a análise externa, que examina as oportunidades e as ameaças que seu planejamento pode enfrentar ao longo do tempo, por meio de fatores externos, como o mercado e a concorrência.

banner-swot

Passo 3 – Defina aonde quer chegar

Na terceira etapa do seu planejamento estratégico, é fundamental que as outras duas etapas já tenham sido realizadas.

Afinal, sabendo quais são os seus diferenciais no mercado e o que vai guiar a empresa, fica mais fácil desdobrar e orientar esforços e recursos para ter bons resultados.

Nessa fase, o método do BSC (Balanced Scorecard) costuma ser bastante aplicado. Com ele, fica mais fácil descrever, desdobrar metas e analisar os resultados nas quatro perspectivas: financeira, mercadológica, processos internos e aprendizado & inovação.

Aproveite e baixe agora mesmo o nosso kit BSC. Com ele, você tem acesso a materiais que ajudam a construir seu mapa estratégico!

bsc

Passo 4 – Planeje os caminhos para alcançar os objetivos

A última etapa do seu planejamento deve ser a construção de planos de ação para atingir os objetivos definidos no seu mapa estratégico.

Esses planos podem ser executados por diferentes ferramentas e metodologias de apoio, como a 5W2H. Com ela, você deve responder a 7 perguntas para definir qual o problema a ser solucionado e como construir um plano de ação em cima desse fato.

Dessa forma, ao entender o que é o planejamento estratégico e como construir um, percebe-se que existe uma série de ações dentro da empresa a serem tomadas: a curto, médio e longo prazo.

Assista ao vídeo abaixo e entenda como usar essa poderosa ferramenta 5W2H com apoio da tecnologia!

Assim, ao definir as ações que serão tomadas, podemos falar ainda sobre outras ferramentas que vão ajudar a construir de fato o seu planejamento estratégico.

Passo 5 – Acompanhe os resultados de perto

Por fim, mas não menos importante, defina também etapas de controle e acompanhamento. Com as mudanças rápidas do mercado, seu plano exigirá adaptações constantes para que eles possam ser alcançados.

Não se esqueça de determinar os indicadores de performance ideais para mensurar a efetividade de suas estratégias e ações. Eles devem fazer sentido com as metas e o objetivo que deseja alcançar.

Por isso, é fundamental um monitoramento contínuo, definindo responsabilidades e competências sobre todos os envolvidos.

Continue aprendendo e veja no vídeo abaixo outras sugestões de como fazer um planejamento estratégico de alto nível!

5 cuidados ao desenvolver o planejamento estratégico

Ao desenvolver um planejamento estratégico, as empresas podem enfrentar desafios e cometer erros que comprometem a eficácia do plano.

Porém, como queremos que você reduza esses riscos ao elaborar seu documento, separamos alguns erros comuns que gestores cometem na hora de desenvolver o planejamento estratégico da empresa.

1- Desalinhamento com a realidade da empresa

O primeiro erro é criar um plano que não reflete a realidade atual da empresa, incluindo seus recursos, suas capacidades e seu contexto no mercado. Isso pode levar a metas irrealistas e estratégias inaplicáveis.

Infelizmente, é bastante comum, por exemplo, definir metas inatingíveis, tornando o planejamento rapidamente obsoleto. O ideal é levar em consideração as metas SMART, por exemplo.

2- Falta de flexibilidade

Muitas vezes, as empresas enfrentam resistência interna à mudança. Ignorar essa resistência ou não gerenciá-la adequadamente pode sabotar a implementação do plano.

Além disso, o mundo dos negócios está em constante mudança. Um plano estratégico rígido que não permite ajustes e adaptações pode se tornar desatualizado rapidamente.

3- Subestimar a importância do acompanhamento e da execução

Ter um plano estratégico é apenas o começo. Muitas empresas falham por não focar suficientemente no acompanhamento e na execução, incluindo a definição de responsabilidades, prazos e métricas de desempenho.

Não monitorar e avaliar regularmente o progresso em relação aos objetivos estratégicos é um erro significativo. Isso impede a empresa de fazer ajustes necessários e responder a mudanças no ambiente de negócios de forma assertiva e ágil.

O ideal é contar com um software que possa dar uma visão completa do plano estratégico, por exemplo, permitindo que tanto a alta liderança possa acompanhar os KPIs quanto os demais analistas possam reportar seus resultados e entender o que devem melhorar.

Entenda como utilizar ferramentas de planejamento para realmente criar um eficiente e que funcione no dia a dia do seu negócio.

NTYv EPoa4H kwoDs AFUgU6II281gx X8Go2tUNSgMWF Q9u712pQOEvp73 tA7 gT0NWfcFBX2fvmMw44f 2tjPQKoWKheLSCS0DN0OkApEuie9wiFurf8 CGfclvbUtoeqDE5OJqv BAmtRBQaYw Planejamento estratégico: passo a passo para montar o seu!

4- Não envolver as partes interessadas

Não envolver as partes interessadas, como colaboradores, clientes e parceiros, no processo de planejamento pode resultar em falta de alinhamento e comprometimento com o plano.

Isso porque, muitas vezes, ao definir metas e objetivos sem alinhar com quem está atuando na ponta pode gerar definição de metas impossíveis e irrealistas, frustrando tanto a alta liderança, como os demais stakeholders.

5- Falta de visão clara

Um erro comum é não ter uma visão clara e objetiva do que a empresa deseja alcançar. Sem uma direção definida, o planejamento estratégico pode se tornar desfocado e ineficaz.

Além disso, a cultura organizacional tem um grande impacto na implementação do planejamento estratégico. Ignorar a cultura existente ou não trabalhar para alinhá-la com o plano pode criar obstáculos significativos.

Como o planejamento é fundamental para tomada de decisões coletivas?

Ao colocar tudo no papel e, de fato, planejar o que se quer para daqui a dois, cinco ou dez anos, você consegue desenvolver ações mais assertivas. Da mesma forma, o planejamento também antecipa riscos na tomada de decisões de curto a longo prazo.

Além disso, o processo deve ser totalmente participativo, o que propõe o alinhamento e engajamento entre equipes. Assim, mesmo que seja uma iniciativa do líder, o plano só será colocado em ação com o apoio do coletivo.

Ou seja, ainda na etapa de de descoberta o que é o planejamento estratégico e como definir um, será importante envolver a sua equipe, permitindo que elas opinem e construam juntos a jornada em uma grande parceria.

Afinal, são os colaboradores que “colocam a mão na massa” e precisam saber o que fazer, como e quando.

Lembrando sempre que o planejamento deve ser revisto periodicamente e reajustado, se necessário. Afinal, ele foi definido quando a empresa tinha uma visão passada e sabemos muito bem que, no mundo da gestão, o cenário pode mudar rapidamente.

Por fim, quando o assunto é concorrência, você ainda sai na frente. O planejamento bem-feito dá a chance de enxergar 360º do seu negócio, pensando e executando estratégias que ofereçam vantagens competitivas expressivas.

Isso porque as iniciativas são pautadas em uma visão de negócio futuro, e somente assim você consegue medir as ações e determinar os melhores caminhos para alcançar os objetivos!

Como desenvolver uma cultura de planejamento estratégico na empresa?

Desenvolver uma cultura de planejamento estratégico na empresa é fundamental para alinhar as equipes de todas as áreas em torno de objetivos comuns e garantir que todos trabalhem de forma sincronizada para alcançar as metas organizacionais.

Por ser um pilar importante na elaboração do plano, a seguir estão dicas para desenvolver e fomentar a cultura do planejamento estratégico dentro da sua organização. Confira!

1- Estabeleça uma visão clara

Comunique uma visão clara e tangível para o futuro da empresa, garantindo que todos os membros da equipe compreendam e se identifiquem com ela.

O ideal é investir no uso de softwares e ferramentas capazes de gerar uma gestão à vista, por meio do acompanhamento de metas e reuniões mais assertivas.

2- Envolva a equipe

Inclua os colaboradores no processo de desenvolvimento do planejamento estratégico, garantindo que suas vozes sejam ouvidas e suas ideias consideradas. Até porque eles sabem muito bem o que funciona ou não, e possuem um olhar totalmente diferente do gestor para cada situação.

Uma das formas de aplicar esse envolvimento na prática, é realizar workshops e sessões de brainstorming para coletar insights e sugestões, garantindo que as metas sejam objetivas, alcançáveis e claras.

3- Defina objetivos e metas

Estabeleça objetivos e metas claras, mensuráveis e alcançáveis para a empresa e para cada departamento ou equipe.

Uma forma de fazer isso é por meio das metas SMART. Esse método define cinco critérios para uma meta: ela deve ser específica, mensurável, atingível, realista e ter prazo.

Certifique-se de que as metas estejam alinhadas com a visão e missão da empresa.

4- Desenvolva líderes estratégicos

Invista no desenvolvimento de líderes em todos os níveis da organização, capacitando-os a pensar e agir estrategicamente.

Forneça treinamento e recursos para ajudar os líderes a desenvolver habilidades de planejamento e execução estratégica. 

5- Comunique-se efetivamente

Mantenha os canais de comunicação abertos e transparentes para compartilhar atualizações, sucessos e desafios relacionados ao planejamento estratégico.

Celebre e comunique as vitórias, mesmo as pequenas, para manter a equipe motivada e focada.

6- Fomente a colaboração

Encoraje a colaboração entre diferentes departamentos e equipes, promovendo uma abordagem unificada para alcançar os objetivos estratégicos.

Utilize ferramentas e plataformas que facilitam a colaboração e a troca de informações.

7- Avalie e ajuste regularmente

Realize avaliações regulares do progresso em relação aos objetivos estratégicos e esteja disposto a fazer ajustes conforme necessário.

Utilize métricas e KPIs para monitorar o desempenho e identificar áreas que precisam de atenção ou ajuste.

Leia também: Descubra quando se deve realizar a revisão do planejamento estratégico + 7 dicas valiosas para bater mais metas

8- Recompense e reconheça

Implemente sistemas de recompensa e reconhecimento para valorizar os membros da equipe que contribuem significativamente para a realização dos objetivos.

Certifique que os esforços e realizações da equipe sejam reconhecidos e celebrados. Isso pode ser feito com elogios públicos, bônus acrescentado ao salário, mimos, brindes, cursos, viagens, restaurantes e muito mais!

9- Incorpore o planejamento estratégico no DNA da empresa

Faça do planejamento estratégico uma parte integrante das operações diárias e não apenas um exercício anual.

Certifique-se de que cada projeto e iniciativa estejam alinhados com a estratégia global da empresa.

Uma dica é separar uma periodicidade para fazer reuniões focadas em apresentar os KPIs, gerar insights e guiar todas as ações a partir desses resultados.

FAQ sobre planejamento estratégico para líderes e gestores

Confira a seguir, algumas das principais dúvidas, com respostas rápidas, quando o assunto é planejamento estratégico.

#1 Quais os principais componentes de um planejamento estratégico eficaz?

Os principais componentes incluem: visão clara, missão da empresa, valores, análise SWOT (Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças), objetivos estratégicos, planos de ação, indicadores de desempenho e um processo de revisão e ajuste contínuo.

#2 Como garantir que o planejamento estratégico seja implementado com sucesso?

Garanta a comunicação clara dos planos e objetivos, envolva a equipe no processo, atribua responsabilidades claras, monitore o progresso regularmente por meio de KPIs e esteja pronto para fazer ajustes conforme necessário e manter o plano no caminho certo.

#3 Quando o planejamento estratégico deve ser revisado?

O planejamento estratégico deve ser revisado regularmente para garantir que permaneça relevante e alinhado com as condições de mercado. As revisões podem ser realizadas anual, semestral ou até mesmo trimestralmente, dependendo da dinâmica do ambiente de negócios.

#4 O que fazer quando o planejamento estratégico não está gerando os resultados esperados?

Quando o plano não está gerando os resultados desejados, é crucial reavaliar as estratégias, identificar as áreas problemáticas, a causa raiz dos problemas, entender as causas subjacentes e estar disposto a fazer ajustes estratégicos. Isso pode envolver a modificação de objetivos, estratégias ou planos de ação.

#5 Como o planejamento estratégico afeta a cultura organizacional?

O planejamento estratégico pode moldar a cultura organizacional ao estabelecer uma direção clara, promover o alinhamento da equipe, incentivar a colaboração e a comunicação e ao criar um senso compartilhado de propósito e direção entre os profissionais.

#6 Como medir o sucesso do planejamento estratégico?

O sucesso do planejamento estratégico pode ser medido através do alcance dos objetivos estabelecidos, o desempenho em relação às métricas e KPIs definidos, bem como a capacidade da organização de se adaptar, crescer e prosperar no ambiente de mercado.

Como executar um planejamento estratégico de alto nível?

A tecnologia é a maior aliada de um planejamento estratégico de alta performance. Contar com um software de gestão de projetos é o melhor caminho para visualizar todo o cenário, gerenciando seu portfólio e monitorando de perto o progresso das ações.

Esse sistema de gestão empresarial possibilita não apenas criar um planejamento completo e realista, mas também centralizar todos os resultados em um só local, conectando indicadores de desempenho para tornar a tomada de decisão mais certeira.

E a melhor opção do mercado para quem deseja aprimorar sua gestão é o software STRATWs One. Robusto e com funcionalidades valiosas, ele é simples e fácil de usar. Assim, é possível planejar, gerenciar as ações e engajar o time com 100% de foco nos resultados.

A ferramenta auxilia líderes e liderados a desenvolverem planos de ação que sejam eficazes dentro das organizações, compondo funções, como:

  • usar as principais metodologias de planejamento estratégico como BSC, OKR e SWOT;
  • criar e acompanhar KPIs de processos, projetos e pessoas;
  • compartilhar informações com agilidade e transparência;
  • focar na busca dos resultados;
  • usar a meritocracia e a gestão à vista para motivar e gerenciar equipes;
  • gerenciar riscos e analisar cenários;
  • encontrar oportunidades de melhoria;
  • aumentar a produtividade
  • fazer a gestão de reuniões e do portfólio de projetos.

Revolucione a gestão da sua empresa com o STRATWs ONE!

Clareza da estrategia