Gestão de Equipe

Meritocracia nas empresas: como implantar a valorização de pessoal por seu desempenho

Publicação : 02/10/2017

Por Siteware

8 min

Todo gestor já ouviu sobre os benefícios da meritocracia nas empresas, assim como o reconhecimento do trabalho dos colaboradores é parte essencial do desenvolvimento e do sucesso de uma empresa.

Aqui no blog já falamos sobre a importância da gestão de pessoas e do fator humano para construir uma boa cultura organizacional, que contribuem para a motivação e produtividade da equipe.

Nesse artigo, vamos falar sobre o que é a meritocracia nas empresas, e como esse conceito é largamente difundido no mundo corporativo, independentemente do tamanho do negócio. Você sabe como ela pode ser útil para a gestão e seus colaboradores?

Continue a leitura para saber mais sobre o conceito de meritocracia!

Como implantar meritocracia nas empresas

O que é a meritocracia nas empresas?

O significado de meritocracia (do latim meritum, “mérito” e do grego cracía, “poder”) pode ser definido como um tipo de sistema social que reconhece as posições de poder na sociedade levando em consideração os méritos individuais de cada pessoa.

Esse conceito é aplicado no mundo corporativo como uma ideologia que pressupõe que as pessoas com melhor desempenho em suas funções devem ser recompensadas por suas contribuições.

A hierarquia dessa empresa, portanto, é construída com base nos méritos conquistados por cada colaborador, sendo um método de valorização das pessoas. Elas podem ser gratificadas com posições melhores na organização, bônus, prêmios, entre outros.

A meritocracia pode ser implementada na cultura organizacional como uma forma democrática de distinguir e valorizar seus colaboradores, tendo o papel de avaliadora do desempenho, analisando e comparando os resultados de cada membro da equipe.

Quais são as vantagens da meritocracia nas empresas?

Quando bem utilizada, a meritocracia ajuda a filtrar os talentos da empresa, aumenta a produtividade da equipe e o engajamento dos colaboradores e, consequentemente, contribui para o crescimento da empresa.

As pessoas mais criativas e inovadoras se destacam e são recompensadas por isso, o que as estimula a trabalhar mais e melhor. Dessa forma, elas veem mais significado em seu trabalho e se tornam mais motivadas e engajadas.

Com a melhoria da produtividade impulsionada pelas recompensas, a equipe pode desenvolver melhor suas habilidades e aumentar a eficiência das atividades da empresa.

Além disso, os colaboradores que não estão cumprindo prazos ou tendo o desempenho esperado acabam se motivando a melhorar, tendo como exemplo e modelo o reconhecimento conquistado pelos colegas.

Quais cuidados tomar ao implantá-la em sua empresa?

Assim como em toda metodologia, ao desenvolver uma campanha de valorização de pessoal por meritocracia, a organização precisa estar preparada para implantar esse tipo de sistema de recompensas, para que ele não se torne apenas uma “fachada” que justifica gratificações baseadas em critérios extraprofissionais (como parentesco, favoritismo etc.).

Para que os colaboradores deem o seu melhor e se esforcem para serem recompensados, eles precisam saber exatamente o que é esperado deles e como estão sendo avaliados por isso.

A boa comunicação entre a equipe é essencial, e os critérios de avaliação devem ser claros, bem estruturados e de conhecimento de todos.

É necessário que haja um ambiente propício para a implementação da meritocracia na empresa. Ela cria um clima de competitividade entre a equipe, e cabe a gestão medir se essa competição será saudável ou não. Mas como fazer isso?

Para que a cultura organizacional seja focada em um ambiente cooperativo, é importante focar não somente nos méritos individuais. É preciso trabalhar atividades em grupo que melhorem a relação entre as pessoas, fortificando a equipe.

Quais tipos de recompensas podem ser aplicadas?

  1.  Cargos – Uma das grandes aspirações da maioria dos colaboradores é a possibilidade de crescer em sua empresa. Para promover um membro da equipe, é importante que a organização acompanhe o trabalho desse candidato em várias perspectivas. Por exemplo, em suas metas, prazos, entregas, capacidade de trabalhar em equipe, criatividade e potencial de inovação.

Avaliar as aptidões do colaborador para decidir se ele se encaixa nas funções de um cargo mais elevado deve ser um processo feito detalhadamente.

Nesse tipo de gratificação, é importante ter um cuidado especial: promover muitos colaboradores em um curto período de tempo aumenta a rotatividade de funcionários, o que é prejudicial para a gestão.

  1.  Salários/prêmios – Aumentar salários gradualmente e dar prêmios a medida de que metas e objetivos são alcançados são recompensas comumente utilizadas para reconhecer o trabalho e esforços de um funcionário.

O retorno financeiro é algo muito valorizado pelos colaboradores, que se sentem motivados a cumprir prazos e metas com excelência. Esse modelo é interessante por permitir que a empresa crie seu próprio sistema de desenvolvimento salarial e de premiações (que podem ser individuais ou em grupo).

  1.  Remuneração variável Participação nos lucros, batimento de metas e comissões por vendas também são boas alternativas para valorizar o desempenho dos colaboradores, agindo como um bônus ao salário mensal.

Para utilizar desse método de remuneração, a organização deve definir os indicadores de cada área, ponderar os objetivos pretendidos pela equipe, além de criar parâmetros de avaliação e de acompanhamento das metas.

Acesse a nossa Planilha Modelo de Remuneração Variável (Book de Metas). Ela é toda automatizada para acompanhar os indicadores de desempenho de cada colaborador.

A meritocracia nas empresas vale a pena?

A meritocracia nas empresas ajuda os gestores a identificar o desenvolvimento de cada membro da equipe e de seus respectivos grupos. Exalta os que agregam mais valor à empresa e propõe treinamento e motivação para os que contribuem menos.

Sua implantação deve ser feita de forma metódica e cuidadosa, não tem como implantar meritocracia nas empresas de forma improvisada.

A competitividade e o individualismo não podem ser mais fortes do que a cooperação do trabalho em equipe.

Dessa forma, a meritocracia nas empresas pode ser um instrumento importante que ajuda a aumentar a produtividade e impulsiona as pessoas a darem o seu melhor pela organização.

Conheça a solução da Siteware para implantar a meritocracia na sua empresa! Com o nosso software, o STRATWs One, você consegue tirar seu planejamento do papel e engajar seus colaboradores de uma forma simples e inovadora.

Seguindo o modelo de gestão da Ambev, o STRATWs One integra o RH à área de Gestão, medindo o peso dos indicadores vinculados a cada colaborador para calcular sua nota final e consequente remuneração variável.

Revolucione a gestão da sua empresa com o STRATWs One

Luiza AndradeJornalista por formação, Analista de Marketing e produtora de conteúdo da Siteware. Fotógrafa nas horas vagas e completamente viciada em música e internet!

A meritocracia é uma maneira de aumentar o engajamento dos colaboradores, baixe nosso e-book gratuito e entenda O alto custo do baixo engajamento dos colaboradores 

Exit mobile version