Processos

Seu planejamento estratégico e orçamentário empresarial 2018 está em dia?

Seu planejamento estratégico e orçamentário empresarial 2018 está em dia?

Publicação : 16/10/2017

Por Siteware

13 min

Planejamento estratégico e orçamentário empresarial
Planejamento estratégico e orçamentário empresarial

O último trimestre do ano é em geral o mais corrido para a maioria dos gestores. Nesta época as empresas já precisam estar com o orçamento do próximo ano encaminhado e com o planejamento estratégico e orçamentário empresarial sendo trabalhado a todo vapor.

É comum depararmos com empresas que trabalham essas duas ferramentas em momentos diferentes, sem se preocupar com a sua sinergia. Na maioria das vezes, isso ocorre pela urgência em se entregar o orçamento ou pela falta de alinhamento interno e integração entre setores da empresa.

O resultado é um orçamento que não suporta os projetos definidos no planejamento estratégico, comprometendo parte do trabalho e contribuindo para que a estratégia não saia do papel.

A importância de contar com um planejamento estratégico e orçamentário empresarial

Por mais absurdo que pareça, estes são erros comuns é que impedem o crescimento das empresas. Mesmo com a rotina pesada do mercado de trabalho e os resquícios da crise político-econômica que o país ainda carrega, trabalhar a integração do orçamento e do plano estratégico é essencial.

Os últimos anos foram difíceis para todo o mercado! Mas, sem pressa e com estratégia, é possível mudar essa situação, fazendo com que sua empresa passe a crescer com taxas bem superiores às da economia.

A grande concorrência, aliada às necessidades de entregar melhores produtos aos clientes e maiores resultados aos acionistas, transformou o mundo corporativo. Por isso, desenvolver e ter controle sobre o planejamento da empresa, e saber como montar um orçamento empresarial é algo que se mostra cada vez mais presente nas organizações.

Otimizar processos, reduzir falhas na operação, economizar recursos, comunicar e manter o foco sobre as metas é algo desejado por todos os gestores. Porém, se enganam os que deixam de investir por acreditar que apenas empresas de grande porte e com um orçamento extraordinário são capazes de garantir um plano estratégico de sucesso.

Nesse artigo, vamos te explicar um pouco mais sobre a estratégia, metodologias de orçamento empresarial e como eles devem se unir para transformar seu negócio e melhorar sua gestão. Dessa forma, você terá um ambiente estruturado e bem-sucedido de acordo com suas prioridades e restrições.

Para saber mais sobre esses assuntos essenciais para o sucesso de seu planejamento empresarial 2018, continue a leitura!

O planejamento estratégico

O que é?

Planejamento empresarial estratégico é o ato de pensar e fazer planos de uma maneira estratégica. É o processo que a organização faz para definir suas ações e movimentos de médio e longo prazo, rumo à um futuro desejado.

Sua elaboração costuma ser anual na maioria das empresas, independentemente do seu porte.

Por que o planejamento empresarial é importante?

Praticamente todos os gestores e colaboradores sonham com o crescimento da empresa em que trabalham. Entretanto, com a competitividade crescente em meio às inúmeras inovações mercadológicas, está cada dia mais difícil ganhar destaque e garantir um diferencial competitivo que garanta o crescimento sustentável da organização.

Estimular a reunião de profissionais das diversas áreas, cada um deles contribuindo com a análise dos cenários externos, das forças e fraquezas da empresa, das oportunidades e ameaças e com sua visão de futuro, garante que a estratégia resultante será capaz de abraçar toda empresa em torno do ideal comum.

Em suma, o planejamento estratégico te ajuda a:

  • Conhecer melhor sua concorrência e seu próprio mercado de atuação;
  • Analisar os fatores internos e externos que influenciam a organização;
  • Deixar claro os objetivos e a direção a ser seguida;
  • Engajar seu time de colaboradores;
  • Monitorar constantemente o alcance das metas;
  • Manter controle sobre os caminhos que estão sendo seguidos, confirmando seu alinhamento com os objetivos estabelecidos;
  • Agilizar o processo de tomada de decisões;
  • Aumentar a rentabilidade;
  • Prevenir ações tomadas por impulso ou “achismo”.

Como montar um planejamento empresarial?

Por sua relevância e amplitude, o planejamento deve ser elaborado pelas principais lideranças da empresa, a fim de que esse processo seja o mais eficiente e amplo possível.

Planejar estrategicamente significa harmonizar as oportunidades geradas pelo ambiente externo às obrigações e recursos do negócio, com o intuito de cumprir seus objetivos futuros. Basicamente, pode-se dizer que ele precisa responder três questionamentos:

  • Onde estamos?
  • Para onde desejamos ir?
  • Como chegar lá?

Para isso, é necessário cumprir alguns requisitos, representados pelas etapas a seguir.

1- Análise do Ambiente Externo

Etapa que busca o entendimento dos cenários político, social, econômico, tecnológico, legal e ambiental aos quais a empresa está submetida. Isso fornecerá os insumos necessários para identificar as oportunidades e ameaças ao crescimento da empresa.

2- Análise do Ambiente Interno

Neste passo, os envolvidos devem analisar os pontos fortes e fracos da empresa, e propor ações para ressaltar os atributos de força e mitigar as fraquezas, tendo ciência das restrições financeiras, técnicas, de pessoal, de infraestrutura, dentre outras.

O propósito destas duas etapas é identificar a forma e o grau com que os ambientes externo e interno poderão impactar na conquista dos resultados desejados pela empresa e traçar objetivos capazes de endereçar cada item considerado significante pelos envolvidos no planejamento.

3- Definição de objetivos

Geralmente representados por um verbo no infinitivo, os objetivos comunicam e fornecem a resposta ao “para onde queremos ir?”. Informações históricas fornecerão insumos para se determinar os resultados almejados para o futuro e, o desdobramento dos objetivos em Iniciativas ou Projetos Estratégicos, permitirá descrever cada passo da jornada, juntamente com seus responsáveis e prazos.

O principal vínculo entre a Estratégia e o Orçamento se dá nos investimentos necessários para a implantação das Iniciativas e Projetos Estratégicos.

Para responder às perguntas e desenvolver um planejamento mais aprofundado, você pode utilizar ferramentas que auxiliam no desenvolvimento da estratégia, as quais já falamos aqui no blog. Algumas delas são a Matriz SWOT , o Ciclo PDCA e o BSC.

Planejamento estratégico e orçamentário empresarial

O que é?

O orçamento empresarial é a projeção financeira futura tomando como base seu plano de contas atual, as estimativas de crescimento ou redução dos ganhos, dos custos, despesas e dos investimentos que a empresa terá.

Normalmente, ele é definido para um período de 1 a 3 anos, dependendo da área e do setor de atuação da empresa. É impossível realizar um bom orçamento sem que a equipe esteja alinhada e ciente do planejamento estratégico!

Por que ele é importante?

Assim como o planejamento estratégico, o planejamento estratégico e orçamentário empresarial é essencial para que as metas e os objetivos da empresa possam ser alcançáveis. Afinal, não adianta estabelecer metas ou projetos bem elaborados sem ter o dinheiro necessário para executá-los.

Ele é útil para planejar gastos, reduzir custos, gerir recursos financeiros, diminuir os impactos e aumentar os lucros. Como todo tipo de organização depende do fator financeiro, ele é essencial para o crescimento do negócio.

Dessa forma, investir no planejamento estratégico e orçamentário empresarial te ajuda a:

  • Perceber oportunidades na redução de custos e/ou despesas;
  • Definir as metas financeiras a serem perseguidas no próximo período;
  • Acompanhar a execução orçamentária;
  • Apoiar a tomada de decisão;
  • Projetar a capacidade financeira da empresa.

Como fazer um planejamento estratégico e orçamentário empresarial?

Uma boa forma de construir o orçamento é dividi-lo em seções, que podem variar em função das particularidades de cada empresa.

Alguns exemplos destas seções podem ser:

  • Projeção de vendas;
  • Custos de produção;
  • Despesas com Recursos humanos;
  • Estimativas despesas variáveis;
  • Gastos administrativos;
  • Gastos fixos;
  • Investimentos.

Dependendo do porte da empresa, sugere-se a decomposição do orçamento entre as diversas áreas, fazendo com que cada gestor se envolva e seja responsável pela execução orçamentária de seu departamento ou unidade de negócio.

Com os orçamentos destes departamentos concluídos, é possível determinar o orçamento total da empresa.

Existem diversas metodologias para a elaboração do planejamento estratégico e orçamentário, algumas delas são:

  • Orçamento estático – limitado e imutável. Ele é comumente aplicado em empresas que possuem uma gestão mais centralizadora e, como já diz no nome, esse orçamento é definido e mantido até o próximo ciclo orçamentário. A velocidade com que o mercado tem se movido, tem diminuído a utilização deste modelo.
  • Orçamento flexível – bastante utilizado na avaliação de despesas operacionais. Ele pode ser ajustado antes, durante ou depois da sua implantação de acordo com as necessidades e volume de produção.
  • Orçamento “beyond budgeting – este modelo facilita o planejamento de longo prazo, empresas que o adotam geralmente trabalham com ciclos orçamentários de um ano e meio a dois anos. É mais comum em empresas de grande porte.
  • Orçamento base zero (OBZ) – é um orçamento que desconsidera a base histórica dos orçamentos anteriores para levar em consideração os planos e as necessidades estratégicas da empresa. Normalmente sua elaboração consome mais tempo, sendo também bastante detalhada.

Como unir essas ferramentas para tirar o plano do papel e alcançar o sucesso?

Agora que você já sabe o conceito e a importância dessas ferramentas, você já tem uma boa base para aumentar produtividade e melhorar resultados na sua empresa.

Para projetar o orçamento e uni-lo com um planejamento estratégico de sucesso, é importante lembrar que os dois andam juntos o tempo todo. Uma equipe bem treinada e engajada faz com que a empresa consiga usufruir dos seus recursos, superando as limitações para fazer o melhor.

Portanto, trabalhe com planos de negócios baseados em ganhos reais, estude sua concorrência e as oportunidades de aumentar seu próprio faturamento.

É importante ter autoconfiança, mas é preciso tomar cuidado para não focar em metas muito otimistas, que fujam do contexto em que seu negócio está. O segredo é fazer o melhor com o que você tem e não esquecer de executar suas ideias!

Para isso, você pode inserir no seu orçamento anual um software de gestão do desempenho corporativo como o STRATWs One . Ele te ajuda a fazer a estratégia acontecer e facilita o dia a dia de todos os colaboradores, unindo a operação e a estratégia em uma única plataforma!

Com o STRATWs One, você aumenta o engajamento da equipe, executa a estratégia e garante resultados cada vez mais satisfatórios.

Viu só por que o planejamento estratégico e orçamentário empresarial é importante para uma empresa? Se precisar de mais informações sobre o tema, baixe nosso e-book: Como fazer Gestão Estratégica

Ficou com alguma dúvida? Estamos à disposição para compartilhar informações e ajudá-lo a colocar em prática a execução do seu planejamento. Entre em contato conosco.

Texto escrito por:

 

Luiza AndradeEstudante de Jornalismo e estagiária de marketing na Siteware. Amante de fotografia, artes e aspirante à redatora.