Mapa estratégico: o que é, como fazer em 5 etapas + exemplos

CONTEÚDO

mapa estratégico da empresa

CONTEÚDO

Com a ideia de evitar passividade, inércia e ter a certeza de que se está seguindo o caminho correto, as empresas desenvolvem um mapa estratégico para gerar resultados de sucesso.

Esse recurso permite detalhar em um documento todas as direções que uma organização tem e que deverá tomar no futuro.

Certamente, é uma ferramenta que possibilita um direcionamento, mas é preciso tomar cuidado e saber que ele não deve ser fixo.

Pelo contrário, o mapa estratégico permite à empresa a condição de sempre comparar o conteúdo que está no papel com o que está acontecendo na realidade.

Assim, esse exercício abre caminho para a reflexão e o acompanhamento mais de perto de todo o processo de crescimento de uma empresa. Com isso, se constroem bases fortes para que qualquer negócio faça um acompanhamento melhor de sua gestão.

Mas você sabe mesmo o que é  mapa estratégico de uma empresa e como elaborar um mapa estratégico?

Antes, confira nosso template 100% gratuito de Mapa Estratégico, onde você pode construir o seu:

COMBO_MAPA_BSC

O que é o mapa estratégico de uma empresa?

Um mapa estratégico é uma ferramenta de gestão visual que representa a estratégia de uma organização de maneira clara e concisa. Ele é usado para comunicar a estratégia de forma a garantir que todos na organização entendam como suas ações e objetivos individuais se conectam no quadro geral dos objetivos estratégicos da empresa.

Ao longo do tempo, os mapas estratégicos são revisados e modificados para acompanhar o desenvolvimento da organização. Em suma, um mapa estratégico é uma ferramenta essencial para o planejamento estratégico de qualquer empresa.

Dessa forma, um mapa estratégico é essencialmente um diagrama que ilustra a relação entre diferentes componentes da estratégia de uma organização, como missão, visão, objetivos estratégicos, iniciativas e indicadores de desempenho.

Exemplo de mapa estratégico:

Como-Montar-um-Mapa-Estratégico-BSC-2

Baixe agora nosso template gratuito de mapa estratégico: Clique aqui para baixar nosso template gratuito

Porque o mapa estratégico é importante?

Um mapa estratégico é essencial para garantir que você alcance seus objetivos profissionais. Não importa se você é líder de uma grande empresa ou trabalhando sozinho, você precisa ter um mapa para orientar o caminho que você deve seguir.

Um mapa estratégico é simplesmente um plano de execução que descreve como você atingirá os objetivos que estabeleceu para si mesmo. Ele fornece direção e foco para sua jornada, e ajuda você a se manter focado e motivado.

Além disso, permite que você defina metas claras, crie uma estratégia para alcançar suas metas e determine como medir seu sucesso.

Esse documento é como um mapa das estradas que você deve percorrer para chegar aos seus destinos. Investir em um mapa estratégico pode ajudar você a melhorar a sua retenção dos clientes, criar perspectivas de crescimento, melhorar as vendas e gerenciar o seu tempo de forma mais eficiente.

Uma das metodologias mais utilizadas para a construção do mapa estratégico é o Balanced Scorecard. Saiba mais:

As 4 perspectivas do mapa estratégico

As quatro perspectivas do mapa estratégico, que são comumente utilizadas no modelo do Balanced Scorecard (BSC), fornecem uma estrutura abrangente para traduzir a estratégia organizacional em objetivos e ações específicos. Essas perspectivas ajudam a garantir um equilíbrio entre diferentes áreas de desempenho.

A seguir, confira quais são elas:

1. Perspectiva Financeira

A perspectiva financeira se concentra nos resultados e objetivos financeiros e no desempenho econômico da organização. Além disso, essa perspectivas, inclui metas como aumento da receita, controle de custos, melhoria da rentabilidade e maximização do retorno sobre o investimento.

Dessa forma, é importante que objetivos financeiros que a empresa busca alcançar fiquem visíveis para todos, como aumento de receitas, redução de custos e melhoria na rentabilidade. Essa perspectiva olha para o desempenho financeiro desejado da estratégia.

2. Perspectiva do Cliente

Esta perspectiva aborda a relação da organização com seus clientes e o mercado. Os objetivos desta perspectiva do Mapa Estratégico podem incluir aumentar a satisfação e a fidelidade do cliente, melhorar a qualidade do serviço, expandir a base de clientes e desenvolver novos mercados.

3. Perspectiva dos Processos Internos

Concentra-se nos processos internos que são críticos para o sucesso da organização. Dessa forma, esta perspectiva do mapa estratégico envolve a melhoria da eficiência operacional, a excelência na qualidade dos produtos ou serviços, a inovação e a otimização dos processos.

4. Perspectiva de Aprendizado e Crescimento

Esta perspectiva olha para a capacidade da organização de se adaptar, crescer e inovar. Seu objetivo inclui o desenvolvimento de competências dos colaboradores, o fomento da cultura organizacional, o aprimoramento da tecnologia e a capacidade de inovação.

Como elaborar um mapa estratégico?

Agora que você já sabe o que é o mapa estratégico e a importância dele para a sua empresa, é importante entender como elaborá-lo.

Para te ajudar, preparamos um passo a passo:

Etapa 1: Identifique os objetivos/metas da organização:

A primeira etapa para estabelecer uma estratégia bem-sucedida consiste em identificar os objetivos e metas da organização. O que desejamos alcançar? Quais são os nossos objetivos para os próximos meses, anos ou décadas?

Além disso, é importante esclarecer quanto de tempo e recursos precisaremos para cada categoria de meta. O mapa estratégico deve refletir esses objetivos e metas, oferecendo um direcionamento para que os recursos sejam usados da melhor maneira possível.

Ao construir um Mapa Estratégico depois de identificar objetivos e metas, as organizações e empresas podem mapear o caminho para se alcançar o sucesso.

Etapa 2: Faça uma análise SWOT da sua organização/empresa

Uma análise SWOT (Força, Fraqueza, Oportunidade e Ameaça) é uma ferramenta essencial para emitir um julgamento sobre a saúde de uma organização/empresa e para identificar potenciais oportunidades estratégicas e ameaças.

Ao analisar os fatores internos e externos de uma organização/empresa, tais como a estrutura de capital, as tendências do mercado, o talento humano ou os recursos tecnológicos, você poderá obter uma compreensão aprofundada e desenvolver uma abordagem adequada para elaborar seu mapa estratégico.

Ao integrar todos esses fatores, você poderá visualizar melhor seus esforços e criar um caminho para alcançar os objetivos estratégicos da organização/empresa.

Etapa 3: Estruture seus objetivos em categorias e priorize-os

A terceira etapa deste processo envolve levantar e estruturar os objetivos em categorias principais e priorizar seus objetivos de acordo com o que é mais importante para a organização. Para criar um bom mapa estratégico, é importante garantir que os objetivos sejam traçados para as áreas-chave da organização, gerenciando os níveis de prioridade de cada objetivo.

Uma vez que os objetivos foram definidos, eles devem ser segmentados em áreas-chave, para que você possa identificar quais objetivos são importantes para alcançar os melhores resultados. Por exemplo, se a sua organização tem 3 áreas principais: Marketing, Operações e Finanças, você pode dividir o seu mapa estratégico em 3 categorias: objetivos de Marketing, objetivos de Operações e objetivos de Finanças.

Depois de separar os objetivos em categorias, você precisa priorizar cada objetivo dentro dessas categorias, classificando cada uma das metas com base na urgência e importância.

Assim, você pode isolar os objetivos que devem ser alcançados primeiro e, ao mesmo tempo, garantir que os objetivos estratégicos sejam traçados para cada área. Isso permitirá que você estabeleça diretrizes claras para as equipes e, assim, possa alcançar os melhores resultados.

Etapa 4: Defina metas para cada objetivo prioritário

É importante que as metas definidas para cada objetivo prioritário do Mapa Estratégico sejam quantificáveis e desafiadoras. Cada meta, definida como parte do seu planejamento estratégico, deve conter um valor, prazo e indicador-chave de desempenho (KPI) associado.

Assim, ela permite que os resultados das ações executadas possam ser acompanhados e medidos, ajudando a avaliar se o Mapa Estratégico está sendo cumprido. Ao mapear e colocar em prática as metas do Mapa Estratégico, é possível estabelecer verdadeiros indicadores de sucesso para sua empresa.

Dessa forma, com um bom planejamento, é possível identificar e monitorar os objetivos principais da estratégia, permitindo aos executivos e lideranças da empresa analisar o desempenho do mapa.

Veja como definir metas para o seu mapa estratégico com as Metas SMART:

mapa estratégico - como definir metas

Etapa 5: Elabore um plano de ação para alcançar as metas desejadas

A etapa final de um processo de elaboração de um mapa estratégico é criar e implementar um plano de ação. Esse plano funcionará como um guia para as ações e tarefas necessárias para que a organização possa realizar seus objetivos estratégicos e alcançar as metas definidas.

É importante que o plano de ação seja claro, específico e desenvolvido em detalhes para que ele seja aplicável em situações reais. O plano de ação deve conter informações como quem deve executar a ação, quando a ação deve ser realizada, qual é o objetivo da ação e como medir o desempenho dessa ação.

Além disso, é importante definir um cronograma para as ações e identificar as principais responsabilidades de cada pessoa envolvida. É fundamental criar mecanismos de monitoramento e avaliação para verificar se o plano de ação está sendo cumprido como planejado.

Ao determinar as responsabilidades de cada indivíduo, as chances de alcançar as metas definidas no mapa estratégico são consideravelmente maiores.

Quais elementos fazem parte do mapa estratégico?

Um mapa estratégico bem elaborado é essencial para comunicar a estratégia de uma empresa de forma clara e eficaz. Para garantir sua eficácia, certos elementos não podem faltar nessa ferramenta.

Aqui, separei 7 dicas que não podem faltar no seu mapa da vitória:

1. Missão e visão

A base de qualquer mapa estratégico é a missão (o propósito da empresa) e a visão (o que a empresa aspira a se tornar no futuro). Estes elementos definem o direcionamento e o propósito último de todos os objetivos estratégicos que seguem.

Nesse caso, se nem a empresa sabe onde ela quer chegar e qual a missão dela no mercado, é preciso dar um passo para trás e rever os pilares da organização.

2. Perspectivas do Balanced Scorecard

As quatro perspectivas clássicas do Balanced Scorecard proporcionam uma estrutura abrangente para o mapa estratégico, abordando os aspectos financeiros, clientes, processos internos, e aprendizado e crescimento. Essas perspectivas garantem que o mapa cubra todos os aspectos críticos necessários para alcançar o sucesso sustentável.

No entanto, é importante destacar que as perspectivas podem mudar de acordo com as necessidades da empresa. As 4 perspectivas apresentadas anteriormente são as mais comuns, mas elas podem ser adaptadas.

A ideia é apenas fugir daquela visão tradicional que apenas o financeiro contém os indicadores-chave para apontar se a empresa está crescendo ou não.

3. Objetivos estratégicos

Os objetivos estratégicos dentro de cada perspectiva são os blocos de construção do mapa estratégico. Eles devem ser específicos, mensuráveis e alinhados com a missão e visão da empresa, representando o que a organização pretende alcançar em cada área.

4. Relacionamentos causais

Um aspecto distintivo dos mapas estratégicos é a indicação clara dos relacionamentos causais entre os objetivos estratégicos. Essas conexões demonstram como os objetivos em diferentes perspectivas se influenciam mutuamente e contribuem para o alcance dos objetivos financeiros e da visão global.

Dessa forma, no mapa estratégico a conexão entre os objetivos deve ser claro e ilustrado, seja por setas ou outros elementos que possam demonstrar essa conexão.

5. Indicadores de Desempenho (KPIs)

Para cada objetivo estratégico, devem ser definidos indicadores-chave de desempenho (KPIs) específicos. Esses KPIs fornecem uma maneira de medir o progresso em direção a cada objetivo, permitindo um monitoramento e ajustes contínuos.

Se um objetivo não puder ser mensurado, é bem provável que ele precisará ser revisto, pois aquilo que não pode ser calculado, não pode ser acompanhado.

6. Iniciativas estratégicas

As iniciativas estratégicas são os projetos ou ações específicas que serão implementados para alcançar os objetivos estratégicos. Elas fornecem um link direto entre a estratégia e a execução, garantindo que haja um plano claro para a implementação da estratégia.

Esses planos de ação devem ser documentados e de fácil acompanhamento para todos os envolvidos, garantindo que os pilares do mapa estratégico sejam respeitados.

7. Alinhamento e interdependências

O mapa deve claramente alinhar os objetivos entre as diferentes perspectivas e destacar as interdependências. Isso garante que todos na organização entendam como seu trabalho contribui para os objetivos mais amplos e como diferentes áreas da empresa dependem umas das outras.

A importância de um mapa estratégico de uma empresa ser flexível

Algumas empresas que decidiram seguir piamente seu mapa estratégico e ignoraram o que acontecia no mercado à sua volta quase faliram. Ter flexibilidade quando o assunto são os mapas estratégicos é essencial.

Por isso, separamos alguns exemplos para você de empresas que tiveram sucesso ou fracassaram quando precisaram mudar seu planejamento:

1 – Kodak:

A Kodak, por exemplo, é um caso recente desse processo.

Ao desconsiderar a concorrência e as mudanças de preferências do consumidor, seguiu focando na fotografia analógica, com filmes, e quando percebeu que insistir nesse direcionamento não faria mais sentido, não deu mais tempo de recuperar o tempo perdido.

Em 2012, a Kodak quase declarou falência e foi forçada a vender parte de suas unidades de negócio.

2 – Swatch:

Outro caso conhecido, porém mais antigo, é o da marca de relógios suíços Swatch. A companhia tinha a liderança do mercado e trabalhava despreocupadamente. De repente, foi ameaçada pela tecnologia da indústria japonesa que produziu um relógio fino por um preço muito acessível.

Assim, para não perder espaço, a Swatch teve que deixar de seguir seu mapa estratégico. Deu atenção ao que estava ameaçando seu posicionamento no mercado.

E com essa atitude conseguiu reverter a crise, lançando um relógio de plástico, muito fino com alta qualidade e preço justo.

3 – 3M:

Na contramão desses exemplos, existem também histórias de empresas que tinham seus mapas estratégicos direcionados para atingir determinado objetivo. Porém, no meio do caminho, perceberam que mudar o direcionamento estratégico seria bem melhor.

Assim o fizeram e tiveram sucesso. Um exemplo disso aconteceu com a empresa 3M. Os post-its, tão famosos em empresas e colégios, são um sucesso em todo o mundo.

Mas, na verdade, ele foi um erro que deu certo. Na verdade, a empresa queria produzir uma cola extraforte e, para isso, testou a cola em um pedaço de papel e grudou na parede para testar a durabilidade.

A cola, porém, não foi suficientemente forte para manter o papel colado na parede. Mas foi efetiva para permitir que o papel pudesse ser colado e recolado várias vezes. Dessa forma, simples e inovadora, nasceu o Post-it.

Diante de tudo isso, pode-se afirmar que manter o foco somente no propósito a ser alcançado pode ser problemático. É preciso observar o mundo ao redor. Elaborar o mapa estratégico e mantê-lo em uma versão flexível.

Os benefícios do mapa estratégico para as empresas

As vantagens do mapa estratégico ainda não estão claras para você? Então confira algumas delas:

1. Visualização clara da estratégia

Imagine poder olhar para um único diagrama e ver todo o plano de jogo da sua empresa — é exatamente isso que um mapa estratégico oferece. Ele desdobra a estratégia em objetivos claros, distribuídos em diferentes perspectivas, como financeira, clientes, processos internos e aprendizado e crescimento.

Essa representação visual ajuda todos na organização a entender rapidamente para onde a empresa está indo e como planeja chegar lá.

2. Alinhamento organizacional

Um dos grandes desafios das empresas é garantir que todos remem na mesma direção. O mapa estratégico é como um compasso que orienta cada departamento e colaborador, mostrando como suas atividades diárias contribuem para os objetivos maiores da empresa.

Quando todos entendem como seu trabalho se encaixa no quadro maior, o engajamento e a motivação aumentam significativamente.

3. Comunicação efetiva da estratégia

Comunicar a estratégia de maneira eficaz pode ser tão desafiador quanto formulá-la. O mapa estratégico transforma a estratégia de palavras e documentos complexos em uma imagem compreensível e acessível. Isso facilita a comunicação em todos os níveis da organização, desde a sala da diretoria até o chão de fábrica, garantindo que todos estejam informados e em sincronia.

4. Foco e priorização

Em um mundo cheio de distrações e novas oportunidades surgindo a todo momento, manter o foco pode ser difícil. O mapa estratégico ajuda as empresas a manterem-se focadas em suas prioridades estratégicas, evitando o desperdício de recursos em atividades que não contribuem significativamente para os objetivos estratégicos.

Ele funciona como um filtro que mantém a empresa centrada no que realmente importa.

5. Monitoramento e ajuste da estratégia

O mapa estratégico é dinâmico e permite que as empresas acompanhem o progresso em relação aos seus objetivos estratégicos e façam ajustes conforme necessário. Essa capacidade de resposta rápida a mudanças internas ou externas pode ser a diferença entre prosperar e apenas sobreviver no mercado competitivo.

A tecnologia como aliada no mapa estratégico

O mapa estratégico é uma ferramenta essencial para o desenvolvimento e o crescimento de qualquer empresa. Por meio dele, é possível estabelecer objetivos de curto e longo prazo de forma mais clara e objetiva. Por isso, contar com a tecnologia como aliada no processo de elaboração deste mapa estratégico pode ser extremamente benéfico.

A tecnologia, aliada às estratégias individuais e aos objetivos coletivos, pode fornecer insights e inteligência de negócios que podem auxiliar a diretoria a alcançar seus objetivos e alavancar o crescimento da empresa.

Por meio do uso de sistemas de software, é possível criar mapas estratégicos interativos, com gráficos e informações em tempo real, que possam ser visualizados durante todo o processo de construção de um mapa estratégico.

Além disso, outra vantagem importante da tecnologia é que ela possibilita a colaboração em tempo real entre todos os envolvidos no processo. E O STRATWs One é a melhor alternativa para o seu negócio.

Desenvolvido pela Siteware, no sistema você pode desenvolver o seu mapa estratégico, acompanhar indicadores, criar planos de ação e tarefas atreladas a ele e muito mais!

Revolucione a gestão da sua empresa com o STRATWs One:

Banner 16 Mapa estratégico: o que é, como fazer em 5 etapas + exemplos