Produtividade

Avaliação de desempenho 90, 180 e 360 graus: qual metodologia usar na sua empresa?

Avaliação de desempenho 90, 180 e 360 graus: qual metodologia usar na sua empresa?

Publicação : 07/10/2021

Por Tayrane Corrêa

14 min

A avaliação de desempenho é uma prática vital para as organizações bem sucedidas.

Por meio dela, é possível acompanhar a evolução dos colaboradores no desenvolvimento de suas atividades, identificar oportunidades de melhoria, alinhar expectativas e efetuar os ajustes necessários para impulsionar os resultados a níveis individual e coletivo.

Existem diferentes métodos para avaliar a performance dos colaboradores. Neste artigo, vamos nos concentrar na avaliação de desempenho 90, 180 e 360 graus.

Continue a leitura para descobrir como cada metodologia funciona, as principais diferenças entre elas e quais critérios avaliar.

Veja mais em nosso blog: Como fazer uma avaliação de desempenho na sua empresa?

O que é avaliação 360 graus?

A avaliação 360 graus é uma metodologia de avaliação de desempenho de colaboradores que visa coletar um amplo espectro de opiniões sobre o colaborador. Isso inclui fazer perguntas para superiores, colegas, comandados e até clientes e fornecedores, entre outros.

Dessa forma, múltiplas visões são consideradas ao se medir a performance de cada funcionário, evitando-se assim algum tipo de viés.

Agora que você já sabe o que é avaliação 360 graus, veja, a seguir, como funciona a avaliação de desempenho 360 graus e a maneira mais adequada de introduzir em sua empresa.

Como fazer avaliação de desempenho 360 graus em 7 passos

O feedback 360 graus é uma ferramenta que tem atraído muitas empresas para aumentar a competitividade no mercado.

É importante saber como fazer avaliação de desempenho 360 graus adequadamente para a conquista de um ambiente engajado e funcionários motivados em fazer parte do processo de avaliação.

Fizemos uma seleção das principais dúvidas de como fazer  avaliação 360 graus e como essa estratégia tem impactado as empresas de forma positiva.

Avaliação 360 em 7 passos

Também chamada de feedback 360 graus, este tipo de avaliação de desempenho deve ser gerais nas seguintes etapas.

1. Como iniciar o processo de avaliação 360 graus?

Antes de elaborar o questionário da avaliação 360, é preciso reunir as principais informações da empresa:

  • Formato e rotinas de trabalho;
  • Perfil de lideranças;
  • DNA do negócio;
  • Potencial das competências;
  • Como aproveitam oportunidades;
  • Índice de rotatividade;
  • Engajamento;
  • Clima organizacional.

Entre outras questões.

Somente um profissional que conheça bem essas características é capaz de realizar uma boa avaliação de desempenho, portanto peça auxílio de especialistas.

Quanto mais relacionada estiver com a identidade da empresa, mais efeitos positivos a pesquisa irá apresentar.

Veja nosso infográfico com 5 perguntas para fugir do senso comum sobre Cultura Organizacional!

2. Prepare os colaboradores sobre a importância dessa avaliação

A comunicação é sempre a melhor aliada.

Portanto deixe claro aos funcionários o motivo pelo qual a empresa está adotando esse método e quais serão as vantagens também para o colaborador.

Essa tarefa geralmente fica na responsabilidade do RH, mas sabemos que no cenário atual existem muitas empresas que não possuem esse departamento interno e contratam serviços.

O RH irá esclarecer que o objetivo da avaliação 360 graus não é prejudicar o funcionário ou provocar demissões, mas criar um cenário que provoque desenvolvimento pessoal e profissional.

Sem esse alinhamento, não há como fazer avaliação de desempenho 360 graus.

Saiba mais: Por que as pessoas odeiam avaliações de desempenho?

3. Ressalte a seriedade da avaliação

É essencial que as informações apontadas pelos colaboradores sejam honestas, tanto consigo, como com os demais colegas.

Existem casos em que o funcionário sente receio de acrescentar respostas que possam ser comprometedoras e acabar prejudicando o outro colaborador.

A participação ativa do RH é essencial para desmistificar todos esses problemas e garantir resultados eficientes durante a avaliação de desempenho 360 graus.

4. Como é realizado o feedback?

Você está começando a entender como fazer avaliação de desempenho 360 graus, mas e quanto ao feedback?

As pontuações são divididas em desempenho alto, médio e baixo.

Todos os resultados – negativos ou positivos – são confidenciais e apontados somente na reunião entre o profissional de RH e o funcionário.

A apuração dos questionários deve ser preferencialmente realizada por meio de uma base de dados eletrônica.

As informações são cruzadas com os resultados entre todos os colaboradores para permitir a comparação e a existência de “gaps” (lacunas) de capacitação.

Ao longo da entrevista o profissional de RH vai apresentar os resultados para o funcionário, esclarecer os critérios usados na avaliação, divulgar os potenciais mostrados por meio dos dados e comportamentos que necessitam ser aprimorados.

Essa parte costuma ser bastante delicada, pois não pode ser dita de qualquer forma, visto que o constrangimento ou desmotivação não devem fazer parte desse tipo de feedback.

Por mais habilidoso que seja o profissional de RH, pode ser que exista funcionários que se decepcionem com os resultados.

É primordial esclarecer sobre as vantagens da evolução profissional e amadurecimento e reverter essa emoção negativa.

5. Aplique antes outros tipos de avaliações

Antes de pesquisar como fazer avaliação de desempenho 360 graus, a empresa precisa compreender a complexidade desse método.

Por esse motivo, muitos especialista em RH indicam aos iniciantes outras estratégias de avaliação para ir preparando a equipe.

Como exemplo de avaliações que podem ser aplicadas anteriormente existe a 90 e a 180 graus.

Na 90 graus o funcionário compara as próprias respostas com o questionário também respondido pelo gestor.

Já na 180 graus o profissional de RH irá realizar uma avaliação individual de cada funcionário após a análise de metas.

A avaliação 360 graus inclui também a análise de cada funcionário por seus pares, superiores, comandados e até parceiros e fornecedores.

Ficou claro como fazer avaliação de desempenho 360 graus na empresa traz informações mais completas?

6. Elabore um plano de ação

Depois de apresentar os resultados para os colaboradores, esse é um dos momentos mais importantes de como fazer uma avaliação de desempenho 360 graus eficiente.

O plano de ação será focado no desenvolvimento das competências mais críticas sob o acompanhamento do gestor.

Ambos devem definir metas com datas e ações efetivas que devem ser realizadas para o aprimoramento do colaborador.

Quer dicas de como criar um plano de ação para desenvolvimento de competências? Então, conheça, neste vídeo, o que é um PDI:

7. Tipos de modelo de avaliação 360 graus

Existem alguns exemplos de avaliação 360 graus.

Um modelo objetivo usa três alternativas para resposta: nunca, às vezes, sempre.

Há também o modelo com 5 alternativas para resposta: nunca, pouco, algumas vezes, muito, quase, sempre.

Esse modelo é considerado complexo, mas, nesse caso, o colaborador irá responder duas perguntas por característica analisada.

As perguntas para avaliação de desempenho 360 graus serão definidas após o profissional de Gestão de Pessoas avaliar a identidade da empresa, perfil dos colaboradores e traçar um questionário específico que possa promover o desenvolvimento efetivo dos funcionários.

[PLANILHA] Acompanhamento de Indicadores de desempenho – Faça o download! 

Modelos de avaliação de desempenho 360 graus

As melhores ferramentas de avaliação 360 graus são os questionários. Você pode usar plataformas de questionários gratuitas, basta digitar os modelos de questionários 360 graus nelas, adaptar para as características de seu negócio e enviar links ou e-mails para os colaboradores responderem.

Algumas das ferramentas de questionários online mais indicadas para feedback 360 graus são:

Confira 3 modelos prontos de avaliação de desempenho 360 graus:

Modelo 1

Modelo 2

Modelo 3

 

 

Como você viu, os modelos de perguntas de avaliação de desempenho 360 graus podem variar bastante, por isso, estude bem os exemplos de avaliação 360 e escolha o mais adequado para a sua empresa.

Gostou do conteúdo? Ficou claro para você como fazer avaliação de 360 graus? Revise as partes mais importantes assistindo ao nosso vídeo de Avaliação de Desempenho 360 graus:

Avaliação de desempenho 90 180 e 360 graus

As avaliações de desempenho são instrumentais para promover a melhoria contínua na sua empresa e implementar a cultura da alta performance.

Nesse sentido, você pode contar com a avaliação de desempenho 90, 180 e 360 graus.

Você acabou de ver um conteúdo bastante completo que explica como funciona a avaliação de desempenho 360 graus. 

Já na avaliação de desempenho 90 graus, o gestor avalia diretamente os seus subordinados. Esse método é muito indicado para avaliar o desempenho daqueles que ocupam cargos mais baixos na empresa e que possuem pouca experiência.

No método de avaliação de desempenho 180 graus, o gestor também avalia diretamente os seus subordinados. Porém, o colaborador avaliado também deverá fazer uma autoavaliação e ainda avaliar a performance do seu líder.

Ao final, é feita uma comparação entre as perspectivas do avaliador e do avaliado de modo a gerar um debate saudável sobre os pontos que precisam ser melhorados em ambos.

Avaliação de desempenho 90 graus

Como bem adiantamos anteriormente, a avaliação de desempenho 90 graus é feita de maneira simples e direta.

Nessa metodologia, observa-se uma verticalização na relação entre o avaliador e o avaliado.

A avaliação de desempenho é feita de cima para baixo. É o gestor que faz as suas colocações sobre o subordinado e identifica seus pontos fortes e suas fraquezas.

Com esse método, os colaboradores de nível hierárquico mais inferior e menos experientes podem entender com mais clareza o que precisa ser melhorado e a percepção que os seus superiores têm sobre o seu trabalho.

Cabe ao gestor direcionar seus liderados nesse sentido e corrigir eventuais falhas apontadas na avaliação de desempenho 90 graus.

Avaliação de desempenho 180 graus

A avaliação de desempenho 180 graus é considerada uma evolução do método de 90 graus. A relação entre quem avalia e quem é avaliado fica mais horizontal.

Nessa metodologia de avaliação, o gestor avalia o desempenho dos seus colaboradores e também tem a sua atuação avaliada pelos mesmos.

Além disso, cada colaborador também faz uma autoavaliação de modo a refletir sobre sua própria atuação.

Para que o gestor possa formar uma opinião justa sobre o desempenho dos avaliados, é importante que ele possa observar de perto o trabalho de cada colaborador.

Dessa forma, os colaboradores podem receber feedbacks objetivos e alinhar expectativas sobre suas funções e sobre os resultados que se espera deles.

Por outro lado, o gestor poderá acessar o ponto de vista de seus liderados sobre a sua própria performance. Ambos os lados devem discutir formas de melhorar o desempenho de quem lidera e de quem é liderado.

Qual a diferença entre avaliação de desempenho 90, 180 e 360 graus?

Bom, agora que você já conhece os três tipos de avaliação de desempenho 90, 180 e 360 graus, que tal pontuarmos algumas das principais diferenças entre essas metodologias?

Começando por quem avalia quem, na avaliação 90 graus, somente o líder direto avalia seu subordinado. Já na avaliação 180 graus, o colaborador tem a oportunidade de se autoavaliar e ainda avaliar o seu líder.

Na avaliação 360 graus, o colaborador é avaliado por todos que o cercam, inclusive ele mesmo.

Somente nas avaliações 180 e 360 graus é que são feitas comparações entre as avaliações a fim de discutir diferentes perspectivas.

Quais os itens que a avaliação de desempenho precisa atender?

Existem uma infinidade de critérios que você pode incorporar na sua avaliação de desempenho.

Para finalizar este conteúdo, confira abaixo alguns dos principais itens que você pode avaliar:

  • Pontualidade;
  • Assiduidade;
  • Relacionamento interpessoal;
  • Engajamento;
  • Proatividade;
  • Comprometimento;
  • Cumprimento das metas;
  • Habilidade técnica na execução das tarefas diárias.

Confira também: A importância de saber como calcular a produtividade de um funcionário corretamente

O STRATWs ONE, software de gestão empresarial completo e intuitivo desenvolvido pela Siteware, entre outras funcionalidades tem um módulo de performance individual, que permite medir indicadores de cada colaborador, permitindo inclusive definir uma remuneração variável.

Baixe nossa planilha automatizada e passe a remunerá-los em função da performance!