Logo siteware
  Gestão Estratégica

Aprenda a desenvolver uma boa gestão de transporte

Aprenda a desenvolver uma boa gestão de transporte

Publicação: 22/04/2022

Por David Pedra

14 min

gestão de transporte
gestão de transporte

A gestão de transporte de cargas é um dos processos mais importantes das empresas que são distribuidoras ou varejistas, qualquer negócio que trabalhe com a entrega dos seus produtos precisa manter uma frota de veículos de qualidade, que atue com eficiência e agilidade. Para que dê certo, um planejamento logístico sólido precisa ser bem pensado.

Todos os anos o setor de transporte enfrenta desafios que obrigam os seus profissionais a se manterem antenados e buscando sempre novos métodos que fomentem o crescimento saudável da atividade, preocupando-se sempre com inovação, sustentabilidade e aproveitamento total dos recursos.

Um desses desafios é a forma que essa mercadoria vai se deslocar. Hoje, 58% do transporte de carga no Brasil é feito pelo modal rodoviário, o que obriga os gestores a lidar com uma série de deficiências e lacunas que são realidade na rodovia brasileira.

Segundo uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos Transportes, a CNT, apenas 28,2% da sinalização, pavimentação e geometria das vias estão em boas condições e outros 33,6% estão em situação intermediária. E é exatamente por isso que os custos no transporte de carga têm crescido cada vez mais, além de, é claro, outros fatores externos.

Trafegar por vias ruins acarreta uma série de problemas para o transporte de cargas, situações que além de atrasar as entregas, trazem um prejuízo financeiro imenso para a empresa, já que demanda por manutenção fica maior, o gasto com combustível e o risco de acidentes também aumentam e a produtividade dos veículos cai consideravelmente.

E é exatamente para prever, controlar e eliminar esses desafios que a empresa precisa manter uma boa gestão de transporte. Com uma gestão eficiente e um plano estratégico bem estruturado, o gestor tem como objetivo principal controlar e reduzir gastos desnecessários, e trazer bons resultados para a indústria.

É sobre isso que vamos abordar no artigo hoje, o que é gestão de transportes, como fazer essa gestão de transportes ser a mais rentável possível, dar algumas dicas para administrar esse setor tão essencial para sua organização e ainda explicar como é feita a gestão de transportes na logística. Acompanhe!

O que é gestão de transportes?

A gestão de transporte é basicamente o controle  feito em  todo o processo de movimentação de um produto desde a chegada de sua matéria-prima, até o produto final levado para as lojas ou direto para o cliente. Esse caminho é composto por várias etapas dentro de uma produção e a função do gestor é acompanhar cada uma delas.

Dentre as principais etapas desse processo de produção, temos:

  • Controle da frota;
  • Planejamento de rotas;
  • Rastreio dos veículos;
  • Controle de gastos;
  • Gestão de riscos (atrasos, perdas no transporte, acidentes, etc.);
  • Conferência dos documentos relacionados.

O processo de transporte de carga tem impacto direto no desenvolvimento da empresa e no dia a dia corporativo, afinal a disponibilidade de materiais e entrega do produto final depende desse setor. Quando se trata de um e-commerce, a gestão precisa ser ainda mais eficiente, já que não existe local físico para intermediar as transações.

O crescimento desse mercado virtual, tem elevado ainda mais a importância de uma gestão bem estruturada e eficiente, já que o consumidor espera a entrega segura, o mais rápido possível e dentro dos padrões de qualidade. 

Então, o bom desempenho da empresa nesse setor, gera uma melhoria absurda da logística empresarial e cultiva clientes satisfeitos.

Desafios do setor

Dentro da logística de uma empresa, o transporte é basicamente a transferência de insumos e suprimentos de um ponto para outro. Essa transação pode ser de fornecedor para empresa, de empresa para distribuidores ou intermediários, de distribuidora para cliente, entre outros tipos de transações que envolvem o transporte de uma empresa.

Com isso, fica claro que é uma das atividades mais importantes de uma organização, se não a mais. Afinal, de nada adianta termos um setor de vendas impecável, se a distribuição não é feita da maneira que foi acordada com o cliente durante uma negociação. A boa gestão de transporte, pode ser utilizada inclusive, como argumento de vendas.

A equipe de transportes é a que mais estará ligada aos parceiros externos da empresa como produtores, vendedores externos, fabricantes e, o próprio consumidor da marca. E, claro, tem a responsabilidade de tornar viável toda a interação que os stakeholders, sejam eles internos e externos, precisam ter.

Fora a missão de interligar os públicos da sua empresa, existem vários outros desafios que esse setor precisa enfrentar e que podem influenciar diretamente no seu bom desempenho. Variáveis que podem ser controláveis ou não. Vamos falar sobre alguns deles:

  1.  Furtos e roubos

Um dos maiores desafios da gestão de transportes no Brasil, especialmente no modal rodoviário, é o grande número de furtos e roubos de cargas que acontecem pelas estradas do país. Segundo dados divulgados pela Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística, a NTC, em 2019 o Brasil registrou quase 20 mil ocorrências de roubos de cargas.


Apesar do número ter apresentado uma queda de 17% em relação ao ano anterior, os prejuízos ainda são enormes e preocupantes, em 2019 somaram cerca de R$1,4 bilhões.

Em sua  maioria,  itens tecnológicos são os mais visados pelas quadrilhas, como celulares, computadores e tablets, por exemplo. Além de cigarros, autopeças e bebidas também. 

Por isso que a empresa acaba tendo seus custos elevados, já que se vê obrigada a adotar medidas de segurança mais severas, além da contratação adicional de seguro.

  1. Circulação restrita nas grandes cidades

Outro grande desafio enfrentado pela gestão de transporte no Brasil é o impedimento que algumas cidades determinam para certos veículos entrarem nos centros, em horários específicos. 

Então, a coleta e as entregas precisam ser bem planejadas, além de ser de extrema importância que a empresa conheça a região das entregas e suas particularidades.

  1. Sustentabilidade e responsabilidade ambiental

Principalmente nos dias atuais, onde a responsabilidade ambiental tem sido um assunto muito em voga, adaptar-se aos novos parâmetros e diretrizes ambientais têm sido um desafio para as empresas, que buscam ao mesmo tempo trabalhar de forma sustentável, utilizando combustíveis limpos, por exemplo, e realizar o trabalho de maneira satisfatória.

O problema aqui é exatamente as mudanças que acabam gerando mais custos do que o planejado para as empresas, com renovação de frota, troca dos combustíveis, entre outros fatores que ainda possuem preços elevados no mercado.

gestão de transporte

3 dicas para ter uma boa gestão de transporte

Mesmo diante desses e vários outros desafios que existem no setor, é possível trabalhar de forma satisfatória e conseguir atender às necessidades dos seus clientes, que é o que mais importa. 

Para te ajudar nessa missão, vamos dar 3 dicas base de como manter uma boa gestão de transportes.

  1. Controle os custos

Esse é o ponto principal deste artigo: o controle de gastos. Isso é fundamental para qualquer setor de uma empresa, mas dentro da área de transportes ele se torna ainda mais importante, já que o custo com os fretes costumam ser os mais elevados dentro dos gastos empresariais.

Por isso, esteja sempre a par das tabelas de preços, mudanças, novas taxas, crie suas estimativas de custos e, com todas essas informações, trace objetivos bem estruturados e que vão eliminar grande parte de custos extras.

  1. Trabalhe com um número predeterminado de demanda

Faça sempre previsões de demanda, nunca deixe de se preocupar com isso na última hora. Isso vai evitar indisponibilidade de insumos ou veículos e, consequentemente, atrasos nas entregas. 

Esta ação deve ser feita o ano todo, mas principalmente em períodos de produção sazonais, como Natal ou Carnaval, por exemplo.

  1. Invista em tecnologia

Um sistema de gestão pode ser peça fundamental para uma boa gestão, já que elimina trabalhos manuais e possíveis erros humanos. 

Além disso, aumenta a produtividade dos colaboradores, garante maior agilidade nos processos e melhora as tomadas de decisão dos gestores em todos os processos.

Quais são as vantagens de uma gestão eficiente?

Depois de entender como funciona, acreditamos que já consiga visualizar mais ou menos qual é o papel da gestão de transportes e como ele pode impactar positivamente no dia a dia da sua empresa, certo? 

Vamos te mostrar mais alguns aspectos vantajosos que podem te motivar ainda mais a manter uma boa gestão de transporte:

  • Melhora na qualidade dos serviços de entrega;
  • Redução de desperdícios e erros;
  • Aumento na produtividade;
  • Permite que um plano de manutenção da frota seja criado de maneira mais eficiente;
  • Aumenta a competitividade da empresa.
  • Diminuição dos custos logísticos, além do seu controle seja fixo ou variável;

Como é feita a gestão de transporte na logística? 

Mas e como é feita a gestão de transporte na logística? Não foge muito do que já foi falado até esse momento, mas existem algumas mudanças e características próprias dessa gestão dentro da logística e vamos falar um pouco sobre elas agora, começando pelas principais atividades que envolvem esse trabalho:

  • determinar todas as rotas de percurso para os transportes;
  • monitorar o andamento das entregas e garantir que tudo aconteça dentro do prazo estipulado inicialmente;
  • acompanhar o controle da frota de caminhões e verificar fatores de segurança, como a manutenção, por exemplo;
  • gerenciar documentos de identificação da carga, dos veículos e dos colaboradores;
  • controlar os custos envolvidos em todo o processo.

Podemos dizer então que, o setor logístico de uma empresa é aquele que procura realizar as entregas, de maneira viável, as mercadorias da empresa, conforme pedido e, principalmente, dentro do prazo e do padrão esperado pelo cliente final. Então, partindo desse princípio, podemos afirmar que quanto maior a empresa, maior é o desafio, certo?

Certíssimo. Pensando na prática, uma mercearia de bairro tem uma demanda muito menor de pedidos se comparado com um hipermercado, não é? Então, podemos partir do princípio de que mudanças dentro do cenário mercadológico que a empresa está inserida, influenciam diretamente nos processos e resultados desse setor.

Atualmente realizar uma entrega com qualidade e dentro do prazo esperado, é o mínimo esperado pelo seu consumidor. Eles buscam algo a mais da sua empresa, já que entre uma enorme gama de opções disponíveis, ele escolheu você. Você pode oferecer serviços diferenciados, como uma entrega expressa, por exemplo. 

A que conclusão podemos chegar com isso? Que o setor de logística da empresa tem a real necessidade de estar em constante evolução, se qualificando e diferenciando dos concorrentes. 

Como a Siteware pode te ajudar a otimizar sua gestão de transporte?

Agora ficou mais fácil de entender qual é o papel da gestão de transporte dentro da sua empresa, não é? Vamos recapitular os pontos principais abordados hoje então:

  • a gestão de transportes é responsável por monitorar o trajeto do produto desde sua origem, até o cliente final;
  • possui desafios internos e externos que podem prejudicar o transporte;
  • traz vantagens financeiras e para a logística da empresa;
  • é adaptável, de acordo com o tipo de negócio em que for aplicada.

E como a Siteware pode te ajudar a desempenhar uma boa gestão no setor de transportes da sua empresa? Por meio do software de gestão de performance corporativa STRATWs One, que te ajuda na criação, acompanhamento e divulgação de indicadores que servirão como base para criação de bons planos de ação. Com transparência e agilidade!

Deixe um comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado.