Gestão Estratégica

6 dicas de ferramentas de inovação que vão te ajudar a se manter competitivo no mercado

6 dicas de ferramentas de inovação que vão te ajudar a se manter competitivo no mercado

Publicação : 25/02/2020

Por Siteware Siteware

8 min

Pensa rápido: Quais ferramentas de inovação você utiliza no seu negócio? Uma? Duas? Nenhuma?

Bom, se sua resposta for a nossa última alternativa, então saiba que a sua empresa pode estar ficando para trás no quesito competitividade. Por quê?

Ora, porque inovar é algo fundamental para que qualquer negócio consiga sobreviver. Quem não inova está fadado ao fracasso.

Aliás, como diria Bill Gates: “Trabalhamos com o propósito de tornar nossos produtos obsoletos antes que nossos concorrentes o façam“.

Nesse sentido, existem algumas ferramentas que podem te ajudar bastante na busca por inovação na sua empresa.

Continue a leitura e confira nas próximas linhas 6 dicas de ferramentas para inovação e saiba os benefícios que elas podem trazer para o seu negócio.

Leia também: Como motivar seus funcionários criativos? 8 dicas para estimular a inovação

6 dicas de ferramentas de inovação para usar na empresa

1 – MVP

MVP é a sigla para Minimum Viable Product; em português, Mínimo Produto Viável.

Esta primeira dica de ferramentas de inovação é muito útil quando a empresa quer lançar uma nova solução no mercado de maneira mais ágil e eficiente.

Em vez de esperar o produto ficar 100% pronto para oferecê-lo ao público, uma versão apenas com as funcionalidades básicas é lançada.

A intenção do MVP é, a partir de um produto minimamente viável, coletar feedbacks e informações sobre o desempenho dele para, então, fazer os ajustes necessários e lançar uma nova versão mais completa. Essa última versão também pode estar sujeita a sucessivos ajustes até que se chegue ao que chamamos de market fit; ou seja, o produto com o encaixe ideal para o seu mercado.

Dessa forma, o processo inovativo é otimizado e você evita desperdiçar recursos financeiros e de tempo com uma solução que talvez possa não interessar seu público-alvo.

É importante entender esse conceito plenamente, por isso, dê uma olhada neste vídeo do Sebrae:

2 – Design Thinking

Dando continuidade à nossa lista de dicas de ferramentas para inovação, temos uma quem se difundindo cada vez mais dentro das organizações: o Design Thinking.

Em livre tradução, o Design Thinking pode ser traduzido como “pensar como um designer”. No entanto, o conceito é um pouco mais amplo que isso.

Os designers são profissionais conhecidos por, dentre outras coisas, se atentarem aos aspectos estéticos e cognitivos de suas criações, buscando sempre impactar o interlocutor de alguma forma.

Tendo isso em vista, a ferramenta de Design Thinking consiste em desenvolver uma solução inovadora e que seja, de fato, relevante para o consumidor final.

O objetivo é criar algo a partir da perspectiva de quem vai consumir aquilo e que seja capaz de atender as expectativas da pessoa para a qual o produto está sendo desenvolvido.

O Design Thinking se caracteriza também pela abordagem pautada na colaboração e na multidisciplinaridade.

O uso desta ferramenta se dá a partir de 4 etapas:

  • Imersão: explorar o problema em questão e identificar oportunidades;
  • Análise: compreender melhor o problema e suas causas;
  • Ideação: sugestões de ideias e soluções criativas;
  • Prototipagem: criação de um protótipo da solução, o qual passará por vários testes e ajustes até chegar a uma versão final.

Se você quer uma visão prática do uso dessa ferramenta, então confira no vídeo abaixo como banco Itaú utiliza o Design Thinking como uma de suas ferramentas de inovação:

3 – Modelo de Negócio Canvas

O Canvas é uma das ferramentas para inovação mais utilizadas. Por meio dele, é possível visualizar em um único painel todo o modelo de negócio.

Esta ferramenta tem como objetivo estruturar e comunicar, de maneira clara e objetiva, todos os elementos estratégicos de uma empresa. São eles:

  • Propostas de valor;
  • Segmentos de clientes;
  • Relacionamento com clientes;
  • Canais;
  • Atividades-chave;
  • Recursos-chave;
  • Principais parceiros;
  • Estrutura de custos;
  • Fluxos de receita.

Fonte: UX Republic

Ou seja, o quadro Canvas serve para resumir, visualmente, a essência da ideia que você tem para o seu negócio. Tudo isso de forma ágil e intuitiva.

Assiste a este vídeo de nosso canal no YouTube, assim o Canvas Model vai ficar ainda mais claro para você:

Saiba mais: Conheça a ferramenta Canvas para ilustrar seu Plano de Negócio

4 – Mapa de Empatia

O Mapa de Empatia é uma ferramenta de inovação que permite compreender melhor o cliente para, a partir disso, oferecer as soluções mais adequadas.

A ferramenta leva esse nome porque suas principal proposta é fazer com que a gente se coloque no lugar do cliente tome decisões mais acertadas.

Para isso, são considerados 4 elementos básicos. O que o usuário:

  • pensa;
  • vê;
  • faz;
  • sente.

Ao preencher essas informações no Mapa de Empatia, você saberá como desenvolver soluções inovadoras que sejam relevantes para seus clientes.

5 – Benchmarking

A concorrência pode ser uma importante fonte de inspiração para os seus processos inovativos.

Por meio do Benchmarking, você pode olhar para o que seus concorrentes têm feito de interessante para obter insights e adaptar as ideias deles à realidade do seu negócio.

Importante: não confunda Benchmarking com plágio. A intenção desta ferramenta é permitir que você tenha uma visão holística sobre as práticas de inovação que estão em alta.

Quer mais dicas? Então, entenda mais sobre Benchmarking no vídeo abaixo:

6 – Brainstorming

Por fim, temos o Brainstorming para encerrar as nossas dicas de ferramentas de inovação.

A famosa Tempestade de Ideias acontece quando um grupo de mentes criativas se reúne para colocar na mesa todas as possíveis soluções inovadoras que vierem à cabeça.

Como resultado, tem-se uma série de ideias sobre determinado tema, as quais passaram, em um segundo momento, por análises até que se chegue àquelas mais viáveis de serem executadas e com maior potencial de gerar resultados significativos.

Separamos mais um vídeo de nosso canal para você:

O que achou das nossas dicas de ferramentas para inovação? Já sabe quais pretende implementar na sua empresa?

Se você está pensando em usar o modelo Canvas, então, baixe nosso template gratuito: Template Modelo Canvas

O STRATWs One é um software de gestão de performance corporativa, assim, permite que seu empresa crie, monitores, analise e compartilhe indicadores de desempenho. Assim, é possível descobrir que processos precisam melhorados ou até mesmo inovados para sua empresa atinja seus objetivos e metas.

Já são mais de mil empresas e 160 mil usuários contando com todos os benefícios do STRTAWS One, confira este case de sucesso: Meritocracia – fator de sucesso no BRMalls

Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *