Logo siteware

7 dicas de automotivação no trabalho para se apaixonar novamente por ele

CONTEÚDO

Publicação:
Publicação:
automotivação no trabalho

CONTEÚDO

Até os empregos mais excitantes tem seus dias entediantes. E quando as tarefas começam a ficar repetitivas você executa as mesmas tarefas, você vai ao mesmo escritório e trabalha com as mesmas pessoas todos os dias, caindo numa rotina, sua automotivação no trabalho desaba.

Quando isso acontece, como reconhecer e tomar providências para mudar? O que você pode fazer para se apaixonar novamente pelo seu trabalho? E como identificar a diferença entre estar momentaneamente estagnado e realmente precisar mudar de emprego?

Daniel Gulati, empreendedor de tecnologia e autor de livros sobre o assunto, diz que “o mais difícil ao ficar preso a uma rotina é reconhecer que você está nessa situação”.

Nós tendemos a “empurrar com a barriga” esse tipo de situação, infelizes e insatisfeitos, ou exagerar e pedir demissão ao menor sinal de tédio. Não faça isso, apaixone-se pelo seu trabalho novamente!

Afinal, quando se faz o que gosta não é trabalho.

“Todos nós temos partes do nosso trabalho que são monótonas e não gostamos”, diz a professora de administração de negócios da Universidade de Michigan, Gretchen Spreitzer. “Mas você deve procurar coisas no seu dia a dia que te dão alegria e achar um jeito de leva-las para o seu trabalho”.

Pensando nisso, reunimos algumas dicas de automotivação no trabalho para você retomar o interesse no seu emprego. Confira!

7 dicas práticas de automotivação no trabalho

1– Faça acontecer

Algumas pessoas acham, erroneamente, que essa fase vai passar ou que não há nada que possa ser feito a respeito. Não sente e espere que as coisas mudem. Mesmo as menores mudanças no seu trabalho diário podem ser transformadoras.

O segredo é fazer pequenos ajustes no seu dia de forma deliberada. A maioria das pessoas não tem uma estratégia coerente de ação para sair de insatisfeito para satisfeito e extremamente satisfeito. Mas até o ato de parar e pensar sobre o que pode melhorar no seu trabalho tende a ter um efeito positivo na sua rotina.

2– Pense nas coisas que você gosta de fazer

Passe alguns dias mapeando sua energia e engajamento com o trabalho a cada período de algumas horas. Assim, você começará a notar picos e baixas nos seus níveis de energia e empolgação. Use esses padrões para pontuar quais atividades lhe fazem sentir mais motivado e envolvido.

Nós temos a tendência a concentrar os pensamentos apenas nos aspectos do emprego que nos deixam desanimados e isso nos faz sentir ainda pior. Tente, ao invés, encontrar aqueles aspectos do seu trabalho que te motivam.

3– Descubra no que você é bom

Existe uma correlação entre o que você é bom, o que te faz feliz e o que as pessoas lhe pedem. Se você não está satisfeito com o que está desenvolvendo ou está com dificuldades de encontrar os aspectos positivos do seu trabalho, faça uma triagem no seu email para ver o que as pessoas têm lhe pedido, sejam tarefas ou mesmo uma ajuda. Assim, você encontra as tarefas que mais gosta de realizar e pode deslocar parte do seu foco e atenção para atividades do mesmo tipo.

4– Redesenhe seu papel na empresa

Não ache que você deve sair do seu emprego ou da sua empresa para criar um trabalho que seja mais satisfatório. Há várias maneiras de efetuar pequenas mudanças para que seu trabalho combine mais com suas paixões e talentos e você consiga a automotivação no trabalho.

Disponibilize-se para um novo projeto que pode trazer visibilidade ao seu trabalho fora da sua rotina ou área, converse com seus colegas, ofereça ajuda para as atividades que lhe interessam.

As pessoas tendem a aceitar ajuda gratuita. E, se nada disso der certo, converse com seu chefe. Mostre que você deseja mais desafios que estejam alinhados com seus objetivos e talentos. Ele vai ter uma visão melhor das oportunidades que a empresa pode lhe oferecer.

5– Procure por pessoas apaixonadas pelo trabalho

Nossos relacionamentos profissionais têm um efeito profundo em como percebemos nossos empregos. Como a paixão, muitas vezes, é contagiosa, se cercar de pessoas cheias de energia, seja no escritório ou em eventos para networking, pode ajudar a reacender a chama da sua paixão pelo seu trabalho.

Frequente eventos profissionais e feiras para conhecer pessoas. Conversar com gente comprometida com suas carreiras e explicar o que você faz pode ajudar a renovar seu senso de missão e expor aspectos do seu trabalho que você não tinha considerado antes.

6– Celebre suas conquistas

Não tenha apenas uma “to-do list”. Tenha uma lista de tudo o que você realizou. Ao fim de cada dia, escreva brevemente quais atividades você conseguiu terminar. Podem ser tarefas pequenas como responder a determinado email ou grandes como fechar uma apresentação importante.

Fazer esse tipo de lista evoca o sentimento de missão cumprida e a sensação de satisfação por ter realizado aquilo a que se propôs.

7– Saiba quando seguir em frente

Você pode ter dias e até semanas ruins no trabalho, mas não meses de estagnação. Não deixa que isso afete sua automotivação no trabalho. Se nada do que você tentou funcionou, talvez seja hora de seguir em frente com sua carreira e levar suas aspirações profissionais para outro lugar.

Primeiro veja se não há outro posto de maior interesse na sua organização, para, depois partir para o mercado de trabalho. Não se esqueça de tomar o tempo necessário para avaliar os seus esforços e os da empresa antes de tomar qualquer atitude mais drástica.

Que achou dessas dicas de automotivação no trabalho? Lembre-se, se as coisas estiverem ruins, dê um jeito e apaixone-se pelo seu trabalho novamente!

[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]