Gestão Estratégica

Passo a passo: como criar um dashboard de metas para a sua empresa em 5 etapas [+ planilha grátis!]

Passo a passo: como criar um dashboard de metas para a sua empresa em 5 etapas [+ planilha grátis!]

Publicação : 22/09/2020

Por Siteware

8 min

como criar um dashboard de metas
como criar um dashboard de metas

(Clique no player para ouvir o áudio do nosso post sobre dashboard de metas. Se preferir, faça o download para ouvir depois!)


Definir metas é uma prática indispensável para qualquer empresa. Elas servem para orientar os esforços de colaboradores e gestores em direção a resultados que a organização considera importantes de serem alcançados.

Mas, tão importante quanto estabelecer as metas de negócio, é necessário também acompanhar a evolução das mesmas.

Para isso, você pode implementar um painel de acompanhamento de metas. Você já ouviu falar?

Trata-se de uma ferramenta que possibilita visualizar com mais clareza e precisão o desempenho individual e coletivo em relação aos resultados previamente estabelecidos.

Neste artigo, vamos te mostrar um passo a passo descomplicado de como criar um dashboard de metas. Continue a leitura e saiba que etapas seguir para criar o seu painel.

E leia também: Como estabelecer metas para a equipe? Confira 7 dicas para usar com os seus colaboradores

Passo a passo: como criar um dashboard de metas?

Um dashboard ou painel de acompanhamento de metas é um instrumento que ajuda os gestores a acompanharem, o progresso dos esforços de seus colaboradores em direção às metas pré-estabelecidas.

Por meio dessa ferramenta de gestão, fica mais fácil identificar e entender que pontos precisam ser melhorados que se alcance o sucesso esperado.

Além disso, o dashboard favorece o engajamento dos colaboradores com as metas e as tomadas de decisão.

como criar um dashboard de metas

Confira agora o passo a passo de como criar um bom dashboard de metas.

Veja mais: Quadro de metas para empresa: a importância dessa ferramenta e 6 dicas de como implementá-la no seu modelo de negócio

Passo 1 – Defina as metas que você deseja acompanhar

Não há como criar um painel de acompanhamento de metas sem antes definir as metas que você pretende acompanhar.

As metas precisam estar de acordo com o planejamento estratégico da empresa e com os objetivos de longo prazo que organização almeja alcançar.

Além disso, é necessário que as metas sejam condizentes com a atual realidade da empresa, tendo em vista os recursos disponíveis (humanos, financeiros, intelectuais, tecnológicos etc).

E mais: as metas do seu dashboard precisam seguir o padrão SMART. Ou seja, elas devem ser:

  • Específicas (Specific);
  • Mensuráveis (Measurable);
  • Alcançáveis (Achievable);
  • Relevantes (Relevant);
  • Com prazo bem definido (Time-based).

Entenda ainda melhor as metas SMART neste vídeo:

Veja também: O que é meta SMART: veja as 5 características mais importantes para definir uma meta que funcione de verdade

Passo 2 – Estabeleça os indicadores de desempenho a serem monitorados

Após estabelecer as metas que serão acompanhadas no painel, é necessário definir também os indicadores-chave de desempenho, também conhecidos como KPIs.

Tratam-se de ferramentas de gestão que vão mensurar quantitativamente os resultados dos esforços das equipes.

A escolha dos tipos de KPIs vai depender de que aspectos você pretende analisar. Basicamente, há 4 tipos de indicadores de desempenho:

  • Indicadores de produtividade;
  • Indicadores de qualidade;
  • Indicadores de capacidade;
  • Indicadores estratégicos.

Entenda melhor esses conceitos neste quadro:

como criar um dashboard de metas

Fonte: HEFLO

Passo 3 – Escolha o tipo de dashboard mais adequado para as metas que você quer acompanhar

Neste terceiro passo, você precisa escolher qual o tipo de dashboard mais adequado para acompanhar as suas metas de negócio.

Existem basicamente três tipos de dashboard:

  • Operacional: utilizado para acompanhar as metas que se referem às atividades operacionais da empresa, como quantidade de atendimentos e follow-ups realizados.
  • Estratégico: utilizado para acompanhar as metas diretamente relacionadas com a estratégia organizacional, como volume de vendas, faturamento, lucratividade e satisfação dos clientes.
  • Analítico: busca identificar e analisar padrões nos resultados apresentados, indo à causa-raiz de eventuais problemas.

Saiba mais: Dashboard de indicadores de desempenho: o que é, benefícios e como fazer

Passo 4 – Escolha os tipos de gráficos para o seu painel de acompanhamento de metas

Um fator que vai influenciar bastante na qualidade do seu dashboard e facilitar as análises dos resultados são os tipos de gráficos escolhidos.

É importante que você escolha gráficos que favoreçam a compreensão do desempenho das equipes. Dependendo da quantidade de dados a serem analisados, um tipo de gráfico pode ser mais adequado que outros.

Os principais tipos de gráfico que você pode usar no seu painel são:

  • Linhas;
  • Colunas;
  • Pizza;
  • Barras;
  • Área;
  • Superfície;
  • Radar.

Veja também: Tipos de gráficos do Excel: aprenda como mostrar seus dados da forma mais didática

Passo 5 – Insira alertas no seu dashboard de metas

O quinto e último passo a criação do dashboard de metas consiste na inserção de alertas.

Esse tipo de recurso é muito útil em painéis eletrônicos que atualizam os resultados em tempo real. Logo, quando o prazo de uma meta está próximo, o painel emite um alerta para os colaboradores envolvidos.

Bom, ficou claro como criar um dashboard de metas? Agora que você já sabe o que fazer, que implementar essa ferramenta na sua empresa?

Leia também: Quadro de indicadores e gestão à vista: por que vale a pena implementar na sua empresa?

O STRATWs One é um software de gestão de performance corporativa que ajuda sua empresa a criar, monitorar e compartilhar seus indicadores de desempenho por meio de dashboards intuitivos.

Essa é apenas uma das muitas vantagens do STRATWs One, confira outras, que fizeram o software ser os escolhido por mais de mil empresas no Brasil:

  • Criar e acompanhar KPIs de processos, projetos e pessoas;
  • Compartilhar informações com agilidade e transparência;
  • Usar a meritocracia e a gestão à vista para motivar e gerenciar equipes;
  • Empregar as principais metodologias de planejamento estratégico como BSC, OKR e SWOT;
  • Integrar pessoas, operação e estratégia;
  • Encontrar oportunidades de melhoria;
  • Fazer a gestão de reuniões e do portfólio de projetos;
  • Aumentar a produtividade;
  • Compartilhar KPIs com agilidade e transparência;
  • Potencializar a governança corporativa;
  • Gerenciar riscos e analisar cenários.

Quer criar um dasboard agora mesmo? Então, baixe nosso e-book gratuito: E-BOOK: Crie seu dashboard de Indicadores de Desempenho em 3 dias!

Um comentário

Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *