Comunicação

2/3 dos gestores ficam desconfortáveis ao se comunicarem com seus funcionários

2/3 dos gestores ficam desconfortáveis ao se comunicarem com seus funcionários

Publicação : 26/07/2016

Por Siteware

5 min

Todos nós somos moldados, em parte, por feedbacks difíceis que recebemos ao longo da vida, em todos os aspectos. Quando feito com respeito, o feedback honesto – mesmo que seja uma crítica – pode ter um grande impacto na sua carreira e vida pessoal.

Com tanto a ganhar, por que os líderes não têm mais conversas de feedback? Porque nem todo líder está confortável com a responsabilidade. O medo de magoar as pessoas e lidar com potenciais dramas e “vinganças” nos segura.

Qual o tamanho real do problema? Uma pesquisa online da Interact feita com 2058 adultos nos EUA, dos quais 1120 estavam empregados e 616 destes eram gestores, mostrou que a maioria esmagadora (69%) dos gestores diz se sentir desconfortável ao se comunicar com empregados. Mais de um terço dos gerentes (37%) diz se sentir mal ao dar feedback sobre a performance do empregado se acha que o mesmo pode responder negativamente.

Os resultados da pesquisa também apontam que muitos gestores não gostam de se mostrar vulneráveis, reconhecer conquistas, afirmar os objetivos da empresa, dar direções claras, creditar os outros por boas ideias, conversar pessoalmente e ter conversas difíceis de feedback em geral.

Aí está o paradoxo: As pessoas prosperam com o feedback. O que se vê é um grande número de executivos, novos gestores, supervisores e gerentes se tornarem inspirados, até mesmo honrados, pelo feedback, seja positivo ou negativo.

Imagine treinar para uma maratona sem relógio, nunca sabendo quão rápido corre a não ser pelo ocasional “Bom trabalho!” dito pelo treinador. Você não teria como saber se está preparado para atingir seu objetivo.

O lado negro de tentar “embelezar” ou evitar o feedback honesto é disfunção e desconexão, o que leva a um time improdutivo. Por isso é tão importante dar feedback com frequência. Na próxima vez em que precisar ter uma conversa difícil com algum funcionário, considere essas dicas:

– Seja direto, mas gentil

Saiba seus motivos antes de entrar na discussão. Se seu objetivo é envergonhar alguém ou se sentir superior de algum modo, você está errado. Mas, se vir uma oportunidade para o crescimento, seja direto. Não enrole para passar a mensagem. Inclua exemplos específicos dos comportamentos desejados para ilustrar o que está dizendo.

– Ouça

Ouvir propicia um ambiente onde ambas as pessoas se sentem respeitadas. Idealmente, uma conversa sobre feedback deve instigar aprendizado nas duas partes, vocês devem entender a situação juntos para fazer uma mudança positiva.

– Não leve para o pessoal

É fácil levar as coisas para o pessoal em uma conversa de feedback, mas se você reconhece as emoções sentidas no momento, pode oferecer ao seu funcionário um alívio para o stress.

– Seja presente

Esteja 100% presente na reunião e não saia correndo uma vez que acaba. Seja corajoso o suficiente para permitir os momentos de silêncio na conversa. Não se esqueça de fazer um follow-up depois para que os pensamentos que surgem após a conversa não se percam na distância.

– Inspire grandeza

Comunique suas expectativas para a pessoa que está recebendo o feedback.

Feedbacks diretos e respeitosos não custam nada e podem fazer a diferença na produtividade individual e do time. Na sua ausência, ficamos completamente ineficientes. A comunicação entre os colegas diminui, os líderes se tornam irrelevantes. Mas quando acertamos, o feedback pode melhorar a colaboração, a cultura de conexão e mudança sustentável.

Texto adaptado daqui.

Com as soluções da Siteware você acompanha a performance da sua equipe, garante a execução da sua Estratégia e torna o processo de Remuneração Variável mais transparente e eficiente!

 

Um comentário

Conteúdo