Processos

4 tipos de indicadores de desempenho e como escolher

4 tipos de indicadores de desempenho e como escolher

Publicação : 13/03/2020

Por Siteware

15 min

conheça 4 tipos de indicadores de desempenho
conheça 4 tipos de indicadores de desempenho

Como você faz para saber se as suas estratégias de negócio estão contribuindo ou não para o alcance dos resultados desejados?

Avaliar a performance da empresa da empresa nos mais variados aspectos é extremamente importante para que ela possa promover a melhoria contínua de seus processos e atingir resultados cada vez mais satisfatórios.

Nesse sentido, há diferentes tipos de indicadores de desempenho (KPIs) que você pode implementar na sua empresa para acompanhar o progresso dos esforços em direção a metas de negócio.

Continue a leitura e descubra quais são os 4 principais tipos de indicadores de desempenho, como eles funcionam e de que maneira eles podem contribuir para a sua empresa.

Confira também algumas dicas essenciais de como escolher os KPIs mais adequados para monitorar o desempenho do seu negócio.

Leia mais: Descubra quais são os indicadores de desempenho mais utilizados

O que são e para que servem os indicadores de desempenho?

Os indicadores de desempenho são ferramentas utilizadas para mensurar a performance de uma empresa em relação a metas e objetivos específicos. A partir deles é que são avaliadas as ações, estratégias e as decisões de negócio com base em seus respectivos resultados.

Fundamentais para garantir a qualidade da gestão empresarial, os indicadores de desempenho são instrumentos que favorecem o acompanhamento e a melhoria contínua dos processos da organização.

Empresas do mundo inteiro fazem uso de KPIs. Por quê? Porque é com eles que se torna possível entender os rumos que o negócio está tomando. E, assim, descobrir se há necessidade de ajustar a rota em direção a metas e objetivos pré-estabelecidos.

Indicadores de desempenho, além de serem ferramentas extremamente valiosas para a gestão de processos e de estratégias, também podem ser instrumentos importantes na comunicação organizacional.

Nesse contexto, sua divulgação leva a um maior de engajamento entre os colaboradores. Porque, ao tomar conhecimento sobre os resultados alcançados, as equipes passam a entender melhor seu papel macro na organização. E, dessa forma, sentindo que seu trabalho importa realmente para a empresa atingir seus objetivo, cada colaborador tenderá a ficar mais motivado e a dar o seu melhor no desempenho de suas funções.

Os indicadores de desempenho podem ser definidos também como uma fonte sólida de dados. São esses dados que darão embasamento para a tomada de decisão. Com isso, os gestores conseguem ser mais assertivos em suas escolhas e na definição de estratégias.

Antes de prosseguir, que tal conhecer alguns exemplos de indicadores de desempenho?

7 benefícios de implementar indicadores de desempenho

Como você pôde observar no tópico anterior, existe uma série de benefícios que ajudam a entender a importância de implementar indicadores de desempenho na sua empresa.

Confira a seguir as 7 principais vantagens que o uso de KPIs pode oferecer:

  1. Visão mais ampla sobre os processos que acontecem na empresa, baseada em dados concretos;
  2. Maior clareza sobre a eficácia e a eficiência das estratégias implementadas;
  3. Maior assertividade na tomada de decisão;
  4. Otimização de esforços e de recursos, reduzindo erros e desperdícios;
  5. Processos mais bem organizados e padronizados;
  6. Facilidade na identificação e solução de problemas;
  7. Maior engajamento das equipes e fortalecimento do trabalho colaborativo.

Confira em nosso blog: Gestão por indicadores: porque e como usar KPIs na sua gestão de performance

4 tipos de indicadores de desempenho que merecem a sua atenção

Agora que você já sabe o que são os KPIs e sua importância para os negócios, é hora de conferir quais são os 4 principais tipos de indicadores de desempenho.

Perceba que todos eles são importantes. Por isso, entenda as características de cada um para usar corretamente em seu negócio.

1 – Indicadores de produtividade

Os indicadores de produtividade se referem ao desempenho da empresa ou de algum departamento no que diz respeito à utilização de recursos em determinado processo de produção em um espaço de tempo específico.

Ou seja, basicamente o raciocínio é o seguinte: quanto mais a empresa consegue produzir utilizando o mínimo de recursos possíveis, mais produtiva ela é.

No entanto, é necessário se atentar ao fator “qualidade”. Isso porque não adianta produzir muito com poucos recursos se a qualidade final ficar a desejar.

Lembre-se: é preciso entregar valor ao cliente final e sem a qualidade isso será impossível!

Dessa forma, os principais indicadores de desempenho de produtividade devem conseguir medir a eficiência dos processos tendo em vista os recursos que se tem à disposição. Mas sem deixar de lado a qualidade exigida pelo cliente!

Com esse tipo de indicador, é possível obter informações importantes, como o quanto a empresa consegue produzir, em quanto tempo, com quais recursos e com que qualidade final.

Assim, fica mais fácil estabelecer padrões de eficiência para determinados processos.

Leia também: 4 exemplos de indicadores de produtividade para otimizar seus resultados

2 – Indicadores de qualidade

Neste segundo item da nossa lista de principais tipos de indicadores de desempenho, temos aqueles que se referem à qualidade dos processos e dos produtos finais.

Os indicadores de qualidade servem para identificar não-conformidades nas entregas. Indicadores desse tipo tratam basicamente da relação entre saídas totais e saídas com desvios ou defeituosas.

Como exemplos de KPIs de qualidade mais utilizados, podemos citar:

  • número de mercadorias produzidas com defeito;
  • porcentagem de entregas com atraso;
  • número de solicitações de cliente não atendidas;
  • número de chamados de assistência técnica não resolvidos.

Entre outros.

A qualidade é um aspecto que também tem suas dimensões subjetivas. Por isso, pesquisas de satisfação podem ser indicadores utilizados no controle de qualidade.

Entender a percepção do público sobre a qualidade daquilo que a sua empresa está oferecendo é fundamental para saber se há necessidade de ajustar o produto, o serviço ou toda a metodologia que envolve os processos internos de produção.

Confira alguns exemplos de indicadores de qualidade:

Veja mais: Quais são os indicadores de qualidade que você deve usar em seu negócio?

3 – Indicadores de capacidade

Os indicadores de capacidade se referem ao quanto a empresa, ou a equipe, ou mesmo um colaborador é capaz de produzir durante um determinado espaço de tempo.

Ou seja, os indicadores de capacidade têm a ver com o máximo de entregas que se consegue fazer em um prazo específico.

Por exemplo:

  • Quantidade de atendimentos por dia;
  • Visitas técnicas realizadas por mês;
  • Quantidade de peças produzidas a cada hora.

Junto com os indicadores de produtividade e de qualidade, os KPIs de capacidade mostram o nível de competitividade da empresa.

Você verá mais adiante como trabalhar os indicadores de desempenho de sua empresa de forma integrada.

4 – Indicadores estratégicos

Os indicadores de desempenho estratégicos têm relação com os objetivos mais amplos de uma organização, pensados a médio e a longo prazo.

Isto é: os KPIs desse tipo estão diretamente relacionados ao planejamento estratégico da empresa. Dessa forma, mostram o quão próximo ela está do cenário e dos resultados que ela projetou anteriormente.

Assim, caso esses indicadores não estejam sendo alcançados, os gestores tomam as providências necessárias para que a empresa consiga atingir seus objetivos.

A partir dos indicadores estratégicos são definidos os indicadores táticos e operacionais. Veja mais sobre eles neste vídeo:

Leia mais: Tudo sobre a gestão de indicadores estratégicos, táticos e operacionais nas empresas

Como os 4 tipos de indicadores de desempenho se relacionam?

Os 4 tipos de indicadores de desempenho que acabamos de citar não devem ser implementados e analisados isoladamente.

Apesar de atenderem a necessidades específicas, os indicadores de produtividade, de qualidade, de capacidade e estratégicos exercem influência uns sobre os outros.

Imagine que a sua empresa tenha como objetivo aumentar sua participação no mercado em 7% até o final de 2025. Para isso, adotou-se o market share como indicador estratégico.

Para conseguir dilatar o seu espaço no mercado de atuação, os demais KPIs (de produtividade, de qualidade e de capacidade) precisarão estar em consonância com esse objetivo estratégico.

De nada adianta os indicadores de capacidade e de produtividade apresentarem bons resultados se os de qualidade ficarem aquém do esperado.

Porque, se isso acontecer, a empresa dificilmente conseguirá um market share de +7%. Afinal, as pessoas não vão querer consumir produtos de qualidade inferior.

Ou seja, o que queremos dizer é que as metas para os 4 tipos de indicadores precisam ser estabelecidas e gerenciadas de modo que os resultados de um KPI não atrapalhem os resultados de outro KPI.

Metas muito elevadas para indicadores de qualidade, por exemplo, podem comprometer a produtividade ou elevar os custos de produção. Da mesma forma que metas de capacidade altas demais podem comprometer a qualidade final.

Veja também: Exemplos de indicadores de desempenho e como usar cada um deles

3 dicas de como escolher seus indicadores de desempenho

Agora que você já conhece quais são os 4 principais tipos de indicadores de desempenho, veja nas próximas linhas 3 dicas essenciais de como escolher os KPIs mais adequados para a sua empresa.

1 – Escolha indicadores de desempenho que dialoguem com seus objetivos do negócio

A primeira dica de como escolher seus indicadores de desempenho é dar preferência para aqueles que tem mais a ver com os objetivos estratégicos da sua empresa.

Não faz sentido, por exemplo, ficar medindo a quantidade de likes e comentários na página da sua marca no Facebook se o seu objetivo é aumentar a produção e a satisfação dos seus clientes.

2 – Atente-se para a quantidade de KPIs

Quanto mais KPIs você tiver, mais difícil vai ser monitorar e analisar todos eles.

Por isso, procure focar nos indicadores que sejam mais relevantes para os objetivos que você deseja que a sua empresa alcance.

De 5 a 10 indicadores de desempenho é uma quantidade razoável.

3 – Considere a maturidade do seu negócio

A escolha dos indicadores de desempenho vai depender também do nível de maturidade da empresa.

Ou seja, os KPIs utilizados por empresas com mais tempo de mercado costumam ser diferentes daqueles que são implementados em empresas que estão começando agora e ainda buscam se firmar no mercado.

Saber escolher os KPIs é importante, mas, em alguns casos, é preciso criar seus KPIs. Veja como:

Saiba mais: Como criar indicadores de desempenho e alinhar esses KPIs à estratégia da empresa?

Conclusão

Ficou claro o que são indicadores de desempenho, sua importância para os negócios e os 4 principais tipos de KPIs?

O uso dessas ferramentas é essencial para que a empresa não jogue no escuro. Com os indicadores de desempenho, você poderá entender com mais clareza o progresso dos seus esforços e identificar se a sua empresa está no caminho certo para atingir seus objetivos estratégicos.

Se você ainda não implementou indicadores de desempenho desempenho na sua gestão, não perca mais tempo. Conte com a Siteware para te ajudar.

Leia também: Ferramentas de análise de indicadores e resultados: 8 dicas para visualizar melhor seus dados e obter insights valiosos

O STRATWs One é um software de gestão de performance corporativa que ajuda sua empresa a criar, acompanhar e compartilhar KPIs.

Veja outras funcionalidades que fazem dessa ferramenta a preferida de mais de mil empresas e 160 mil usuários:

  • Integrar pessoas, operação e estratégia;
  • Encontrar oportunidades de melhoria;
  • Fazer a gestão de reuniões e do portfólio de projetos;
  • Compartilhar informações com agilidade e transparência;
  • Usar a meritocracia e a gestão à vista para motivar e gerenciar equipes;
  • Empregar as principais metodologias de planejamento estratégico como BSC, OKR e SWOT;
  • Potencializar a governança corporativa;
  • Gerenciar riscos e analisar cenários;
  • Facilitar a troca de informação e a comunicação entre departamentos;
  • Focar na busca dos resultados que sua empresa procura alcançar.

Quer mais dicas sobre indicadores de desempenho e como usá-los em sua empresa? Então, baixe nosso kit completo gratuito: KIT – Tudo e maus um pouco sobre KPIs, crie, gerencie e analise seus indicadores

Deixe um comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *