Desdobramento de metas: o que é e quais ferramentas usar?

CONTEÚDO

desdobramento_de_metas_da_empresa

CONTEÚDO

Na complexa jornada do planejamento estratégico, uma das maiores dificuldades enfrentadas por gestores e líderes é a arte do desdobramento de metas e indicadores em diferentes níveis hierárquicos de uma organização

Isso porque garantir que os objetivos estratégicos da alta direção se traduzam em ações concretas e mensuráveis em todos os departamentos e equipes pode ser bastante desafiador até mesmo para os profissionais mais experientes.

Afinal, as metas serão o guia, que nortearão o curso das ação da empresa. E, caso elas não sejam cumpridas, a organização fica como um barco à deriva. Isto é, sem controle. 

E aí, ficou curioso para aprender mais? Então, continue lendo, porque, neste artigo, explicamos o que é o desdobramento de metas e como realizá-lo usando as ferramentas mais adotadas pelas empresas de sucesso. 

Acompanhe e fique por dentro de tudo sobre o assunto!

Leia também: Aprenda a escolher o melhor sistema para controle de metas para sua empresa

acompanhamento de metas

Primeiramente, o que é desdobramento de metas?

O desdobramento de metas, ou desdobramento de indicadores, nada mais é do que uma tática para trazer os objetivos da companhia para a realidade. Em outros termos, colocá-los em ações práticas para que possam ser atingidos. 

Para facilitar esse processo de desdobramento de metas, o professor brasileiro, Vicente Falconi, referência em eficiência em gestão, elaborou o método cascata de metas — ou cascateamento — de Falconi.

Segundo ele, após elaborar o planejamento estratégico, é fundamental desdobrá-lo nas dimensões tática e operacional da gestão. Ou seja, definir a que parte do planejamento cada uma delas pertence. 

Somente assim os departamentos saberão exatamente qual é o seu papel na execução do planejamento estratégico e poderão contribuir para o crescimento da empresa. Para compreender melhor, confira as definições de cada um desses objetivos a seguir!

Temos uma planilha completa e gratuita sobre a metodologia Falconi para você. É só baixar e começar a usar hoje mesmo!

Objetivos estratégicos

No desdobramento de metas, os objetivos estratégicos são a tradução da visão da empresa em objetivos de médio e longo prazo. Eles permitem que a missão seja cumprida e a visão, alcançada. Por isso, são os mais amplos e globais da organização, formando a base do planejamento estratégico.

Para o planejamento ser executado, eles devem ser desdobrados em objetivos táticos e operacionais, sendo estes mais específicos.

Objetivos táticos

Os objetivos táticos são geralmente estabelecidos no nível intermediário da gestão, como gerentes de departamento ou líderes de equipe.

Eles são focados em como implementar as estratégias definidas nos objetivos estratégicos. Os objetivos táticos traduzem as metas de alto nível em ações mais concretas e específicas.

Além disso, no desdobramento de metas, os objetivos táticos têm um horizonte de médio prazo, como anual ou semestral.

Exemplos de desdobramento de indicadores táticos:

  • Aumentar a eficiência da produção em 20% no próximo ano;
  • Reduzir os custos operacionais em 15% em seis meses;
  • Melhorar a satisfação do cliente em determinado departamento.

Tais objetivos devem ser relevantes para a empresa. Assim, antes de defini-los, responda a estas questões para defini-los assertivamente.

  • O que deve ser feito?
  • É possível de ser feito?
  • Vale a pena?
  • É eficiente?
  • Quando será feito?

Objetivos operacionais

Já os objetivos operacionais são mais específicos e de curto prazo. Por esse motivo, são mais voltados à execução de operações do cotidiano. Eles são a dimensão mais tangível do planejamento de objetivos e são os mais fáceis de serem mensurados e avaliados.

No desdobramento de metas, estes objetivos são estabelecidos no nível mais baixo da gestão, frequentemente a nível de equipe ou individual.

Além disso, os objetivos operacionais tendem a ter um horizonte de curto prazo, podendo ser diários, semanais ou mensais. Para que eles realmente possam ser alcançados, é preciso definir os métodos, processos e sistemas que serão aplicados. 

O gestor também deve selecionar bem seus KPI, para conseguir monitorar o sucesso do plano operacional.

Na hora de montar os objetivos operacionais, você precisa atribuir responsáveis para cada tarefa e os prazos.

Alguns exemplos de objetivos operacionais são:

  • Completar a produção de 500 unidades de um produto por semana;
  • Atender 100 chamadas de clientes por dia
  • Reduzir o tempo de resposta a emails de clientes para menos de 24 horas.

Quer aprender mais sobre o assunto? Então, baixe nossa pesquisa sobre gestão de metas nas empresas e veja como melhorar seus resultados!

Por que fazer o desdobramento de metas da empresa?

O desdobramento de metas é um processo crucial para as empresas por várias razões, todas contribuindo para uma gestão mais eficaz e para o sucesso organizacional a longo prazo.

A seguir, confira alguns dos benefícios que as organizações conquistam quando fazem o uso desse tipo de prática:

1- Alinhamento estratégico

O desdobramento de metas garante que as ações em todos os níveis da organização estejam alinhadas com os objetivos estratégicos globais. Isso significa que cada departamento, equipe e indivíduo trabalha em direção a um propósito comum, evitando esforços descoordenados ou contraditórios.

2- Clareza das ações

Ao realizar o desdobramento de indicadores, a empresa proporciona clareza aos funcionários sobre o que é esperado deles. Isso ajuda cada membro da equipe a entender como seu trabalho contribui para os objetivos maiores da organização, aumentando o senso de propósito e direção.

3- Melhoria da comunicação

O processo de desdobramento de metas facilita a comunicação dentro da empresa. Ele cria um diálogo contínuo sobre objetivos, progresso e desafios, promovendo uma cultura de transparência e abertura.

4- Responsabilização e empoderamento

Ao estabelecer metas claras em diferentes níveis, os funcionários se sentem mais responsáveis pelos resultados. Isso não apenas aumenta a responsabilidade individual e de equipe, mas também empodera os colaboradores, pois eles têm uma compreensão clara de como seu trabalho impacta o sucesso da empresa.

Antes de seguir com a leitura, aproveite para fazer o download do infográfico ensinando como definir e rever as metas organizacionais para alavancar seu negócio!

Como realizar o desdobramento de metas do planejamento estratégico? Passo a passo simples

O processo de desdobramento de metas é um exercício contínuo de alinhamento e comunicação.

Ao seguir estes passos, você pode garantir que todos os níveis hierárquicos da sua empresa estejam trabalhando de forma coesa e eficaz em direção aos objetivos comuns, utilizando a árvore de indicadores como uma ferramenta vital para monitoramento e ajuste.

Confira:

Passo 1 – Definição de metas estratégicas

Antes de começar o desdobramento de metas, comece no mais alto nível hierárquico da empresa. A alta direção deve definir metas estratégicas claras e mensuráveis, que reflitam a visão e a missão da organização.

Uma meta estratégica pode ser “Aumentar a receita global em 20% no próximo ano fiscal”.

Passo 2 – Criação da árvore de indicadores

No seu desdobramento de indicadores, será fundamental desenvolver uma “árvore de indicadores” que conecte as metas estratégicas à indicadores específicos. Esses indicadores devem ser capazes de medir o progresso em direção às metas em diferentes níveis da organização.

Para a meta de aumentar a receita, do exemplo da etapa anterior, um indicador pode ser “Aumentar as vendas online em 30%“.

Passo 3 – Comunicação das metas

Comunique as metas estratégicas e a árvore de indicadores para todos os níveis hierárquicos. Garanta que cada departamento e equipe entenda como suas atividades contribuem para os objetivos maiores.

Nesta etapa do desdobramento de indicadores, você pode, por exemplo, realizar reuniões departamentais para explicar como o aumento das vendas online contribui para a meta de receita global.

Passo 4 – Desdobramento de metas para níveis táticos

No nível tático (gerentes de departamento, líderes de equipe), traduza as metas estratégicas em objetivos táticos. Estes devem ser mais detalhados, com foco nas ações necessárias para alcançar as metas estratégicas.

O departamento de marketing, por exemplo, pode ter o objetivo tático de “Desenvolver e lançar uma campanha de marketing digital para impulsionar as vendas online“.

Passo 5 – Alinhamento com objetivos operacionais

Desdobre os objetivos táticos em objetivos operacionais nos níveis mais baixos da hierarquia. Estes devem ser extremamente específicos, mensuráveis e focados nas atividades diárias.

Uma equipe de marketing digital pode ter o objetivo operacional de “Criar e publicar 10 anúncios em redes sociais por semana“, por exemplo.

Passo 6 – Monitoramento e ajustes

Após o desdobramento de metas, monitore regularmente o progresso em relação aos indicadores em cada nível. Use a árvore de indicadores para identificar áreas que precisam de ajustes ou melhorias.

Nesta etapa, o ideal é contar com um software de acompanhamento de indicadores. Isso permitirá que todos os envolvidos possam acompanhar simultaneamente os indicadores e objetivos, em diferentes níveis hierárquicos, bem como os respectivos responsáveis por eles.

Além disso, caso uma meta não seja batida, será possível identificar a causa raiz do problema, construir planos de ação para solucioná-la e promover o status de melhoria contínua para os processos.

Dessa forma, um exemplo para esta etapa fica na verificação semanalmente do aumento no tráfego do site e nas vendas online decorrentes dos anúncios.

Passo 7 – Feedback e comunicação bidirecional

Estabeleça um sistema de feedback que permita a comunicação bidirecional. Os funcionários devem sentir-se à vontade para dar feedback sobre os desafios enfrentados no desdobramento de metas e também em seu acompanhamento, o que pode levar a ajustes nos objetivos ou na estratégia.

Além disso, avalie periodicamente o desempenho em relação às metas em todos os níveis. Reconheça e recompense os departamentos e indivíduos que atingem ou superam suas metas.

Como realizar um desdobramento de metas? As 3 melhores ferramentas

Para realizar um desdobramento de metas que contemple todos os níveis da empresa, pode-se utilizar diversas ferramentas. Para exemplificar, podemos citar os métodos Balanced Scorecard (BSC), Objective and Key Results (OKRs) e acompanhamento dos resultados. Esse último, por sinal, pode associar o Mapa Estratégico ao ciclo PDCA (Plan-Do-Check-Act).

A seguir, confira mais detalhes sobre cada ferramenta.

1. Balanced Scorecard (BSC)

Um dos métodos de desdobramento de metas e objetivos mais conhecidos é o Balanced Scorecard (BSC). Ele foi desenvolvido por professores da Harvard Business School.

Essa tática busca trazer alinhamento entre a estratégia da empresa e suas atividades operacionais, com uma visão que contempla todas as perspectivas de uma companhia.

O BSC dá muita importância a metas e indicadores, pois os objetivos traçados são organizados por indicadores que comunicam aos colaboradores sobre o andamento de determinada meta.

2. Objective and Key Results (OKRs)

A metodologia de desdobramento de metas Objectives and Key Results (OKR) foi criada pela Intel, mas ficou mais conhecida após ser implementada pela Google em 1999.

No framework do OKR, os objetivos são a descrição qualitativa do resultado que se deseja atingir, enquanto os resultados-chave são as métricas ou indicadores que definem se este objetivo foi atingido.

Estas metodologias de desdobramento de metas não têm a finalidade de definir o planejamento estratégico. O que elas fazem é facilitar o processo de desdobramento dos objetivos organizacionais e a comunicação para todos da empresa.

Apesar de alguns pontos possuírem características diferentes, elas possuem uma mesma base.

3. Acompanhamento dos resultados

Não basta somente entender o que é desdobramento de metas e aplicar as técnicas. Um ponto muito importante é definir uma rotina de acompanhamento dos objetivos para garantir que eles sejam atingidos e criar ações corretivas para os que não são.

Neste ponto, o mapa estratégico é de extrema importância. Ele proporciona a visualização geral dos objetivos estratégicos, sinalizando o status daqueles que estão bem e os que necessitam de maior atenção.

Aliado ao mapa estratégico, é possível executar o ciclo PDCA (Plan-Do-Check-Act). A partir dele é possível acompanhar e analisar os objetivos e definir planos de ação para desvios de metas.

Ciclo PDCA

Próximos passos

Definir os objetivos estratégicos da sua empresa e desdobrá-los é o que viabiliza o alcance das metas e a entrega dos resultados esperados.

Além disso, este processo traz maior engajamento e comprometimento por parte dos colaboradores, pois fica mais claro como eles contribuem para alavancar o crescimento da companhia. Isto resulta em uma mudança na cultura organizacional, que passa a ser orientada por resultados. 

Agora que você já entendeu o que é desdobramento de meta e aprendeu a fazê-lo, que tal colocar a mão na massa?

Pois saiba que, para obter sucesso na sua estratégia, é sempre bom contar com um software de indicadores para centralizar a gestão do desempenho, o desdobramento da estratégia e, ainda, conectar projetos. 

Com um bom sistema de gestão empresarial, você acompanha o desempenho corporativo, monitora e centraliza os indicadores estratégicos, táticos e operacionais em um só lugar e de maneira conectada, facilitando o processo de decisão.

Aliás, sabe uma ótima ferramenta que ajuda no processo de como realizar o desdobramento do planejamento estratégico? O STRATWS One! Esse software possibilita que você otimize sua rotina e promova o engajamento da sua equipe para obter melhores resultados!

Solicite uma demonstração gratuita e veja na prática o que ele pode fazer para alcançar seus objetivos!

Banner 16 Desdobramento de metas: o que é e quais ferramentas usar?