Logo siteware

Afinal, o que são processos logísticos? Descubra agora

CONTEÚDO

Publicação:
Publicação:
processos logísticos

CONTEÚDO

Entender, a fundo, o que são processos logísticos é essencial para todo gestor, independentemente de sua área. Afinal, esses procedimentos englobam várias áreas e etapas, e não se referem apenas à entrega operacional de um produto. 

De forma básica, processos logísticos são ações internas realizadas entre departamentos, para definir e padronizar custos, investimentos, tempo de entrega e definição de equipe ou terceirização. Ou seja, este é um assunto que passa pelo financeiro, vendas, estoque, entre outros setores.

Logo, para que todo esse processo seja efetivo, é importante pensar de forma estratégica para evitar despesas desnecessárias ou prejuízos, sejam eles financeiros, de tempo ou mão de obra. Neste artigo, vamos te ajudar a traçar um planejamento logístico eficaz e personalizado para as necessidades da empresa.

A Ferramenta de Ciclo PDCA é uma das mais indicadas para quem tem problemas com a organização e gestão de tarefas, além de auxiliar e muito no planejamento e execução do seu fluxograma de processos logísticos. Acesse e comece a aplicar os ajustes hoje mesmo! Clique aqui e baixe agora!

Qual a função de um processo logístico?

O objetivo de um processo logístico é encontrar a melhor forma de produzir e distribuir os produtos da empresa, considerando a maneira como o mercado utiliza esses produtos. 

É importante entender que a logística, como um todo, está relacionada aos planejamentos e procedimentos para garantir a otimização nas distribuições de pessoal, material e etc. 

Para compreender melhor e na prática qual a função de um processo logístico, devemos pensar em suas ações como etapas de um planejamento macro de operações, que estão ligadas entre si para entregar o melhor atendimento aos clientes e assumir padrões operacionais mais funcionais e eficientes.

Quais são as etapas do processo logístico?

Se você já desenvolveu um bom planejamento estratégico, sabe que as pequenas ações são as mais importantes para as maiores conquistas. Ou seja, a segmentação de ações maiores em menores, por meio da definição de quais são as etapas do processo logístico e quais são as necessidades de cada uma delas.

Gestão de recursos e materiais

Nesta fase deve-se atentar a manutenção e nutrição dos recursos necessários para o planejamento, produção e distribuição dos produtos, assim como das equipes que prestam suporte, seja durante o atendimento ou na fase final, quando as entregas estão agendadas e prontas para o despacho.

Controle de estoque

Aqui trata-se de técnicas de conservação, proteção e controle de disponibilidade, assim como o cadastro e organização estratégica dos produtos, garantindo que as demandas sejam atendidas em sua ordem de serviço, de acordo com os agendamentos e a acessibilidade.

É o controle de estoque, também, que garante não faltar ou sobrar produtos, ocasionados por uma gestão e controle de armazenamento ineficaz e pouco objetiva.

Controle de prazos e entregas

Uma das maiores causas de reclamações de clientes é a falta de organização, clareza e profissionalismo na hora de cumprir prazos de entrega. Essa é uma falha grave e que compromete muito a reputação da empresa e ainda pode resultar em prejuízos financeiros.

O que são processos logísticos se não o gerenciamento inteligente de ações, mas além disso, uma boa gestão de crise. Portanto, o controle de prazos e entregas não só garante o cumprimento das datas, mas define quais os melhores recursos para garantir que as expectativas do cliente sejam atendidas.

Transporte

Nesta fase são definidos alguns pontos importantes, por exemplo, qual será a forma de entrega? Terceirizada ou uma equipe interna? 

Além disso, há ainda a organização com relação às equipes demandadas para tal função, levando em consideração a responsabilidade, o profissionalismo, a segurança e a eficiência com relação às demandas.

Como montar um processo logístico?

O processo logístico se inicia com o planejamento do que será produzido pela empresa ou indústria, a base de decisão do que deve ser criado e quais os recursos necessários para essa produção.

Após a confecção, deve-se decidir se este produto será estocado ou encaminhado diretamente para a venda. Caso o estoque seja a opção escolhida pela empresa, há a necessidade de optar por um armazém terceirizado ou não.

Essa é uma etapa importante de como montar um processo logístico, que afeta diretamente os custos de armazenagem e depreciação e outros custos logísticos fundamentais no conhecimento de qualquer gestor.

Todas as empresas de qualquer segmento devem ter bons processos logísticos, um exemplo são as empresas do setor automobilístico, que atuam com processos logísticos essencialmente de montagem. Então a empresa ao invés de fabricar os múltiplos componentes do produto final, compra suas partes de outras companhias.

Dessa forma o processo logístico vai se tornar mais complexo, já que aumenta a extensão da cadeia de suprimentos, tornando-se mais vulnerável aos problemas, oscilações, mudanças de estratégias de fornecedores e etc, sendo ainda mais necessário uma análise e melhoria contínua dos processos.

A empresa ainda pode utilizar um processo como esse para integrar as unidades de forma geográfica, que às vezes se mostram dispersas.

Fluxograma de processo logístico: personalize o seu

Um fluxograma de processos logísticos tem como função principal, criar um mapa mental e objetivo sobre os processos e ações necessárias em cada etapa do projeto, visando a otimização de tarefas e custos, além de garantia sobre a qualidade e segurança dos serviços e do recebimento.

Neste mapa, define-se o que são processos logísticos eficientes para a empresa e o segmento em questão, de forma a personalizar as demandas e investir em ações que podem agregar mais qualidade na entrega final.

Os elementos mais comuns em um fluxograma de processos logísticos são: setas, losangos, linhas e indicações textuais, mas esses padrões variam muito de empresa para empresa. O mais importante é manter a clareza na criação do diagrama, facilitando o entendimento e fluxo de implementação.

Como fazer um fluxograma de processos logísticos?

Os dois fluxogramas mais utilizados por diversas empresas são o linear e o funcional. Vejamos as suas especificações:

  • Linear: um fluxo mais detalhado, que pode funcionar como um bom passo a passo, definindo todo o escopo do projeto e identificando falhas e etapas desnecessárias, eliminando-as.
  • Funcional: define responsabilidades e funções de cada funcionário dentro do fluxo atual da empresa, utilizando linhas verticais e horizontais para as respectivas responsabilidades.

Exemplos de processos logísticos de sucesso

Agora que você já compreendeu o que são processos logísticos e de que forma eles podem funcionar para sua empresa, está na hora de conhecer alguns bons exemplos de processos logísticos que podem inspirar mudanças no seu atual fluxo de operações.

  • Recebimento de mercadorias;
  • Armazenamento;
  • Expedição;
  • Movimentação de cargas;
  • Picking;
  • Gestão de transporte;
  • Processamento de pedidos;
  • Atendimento ao cliente;
  • Suporte pós venda.

Na prática todos os processos logísticos necessitam de um gerenciamento inteligente, porém pesquisas apontam que apenas 18% do tempo dos gestores é dedicado à análise de dados para tomadas de decisão, decisões estas que impactam diretamente no desenvolvimento da empresa.

Evite prejuízos e processos desnecessários, implementando recursos para qualificar os seus processos logísticos.

O que são processos logísticos? Conclusão

Alguns gestores quando assumem seus cargos, deixam de lado a preocupação com os planejamentos estratégicos e sequer compreendem a importância de saber o que são processos logísticos e como eles podem influenciar nos seus resultados.

Pensando em corrigir essas falhas, melhorar o desempenho e o fluxo dos projetos, separamos uma dica valiosa para você aplicar em sua empresa, que facilitará muito a tomada de decisão e o desenvolvimento dos seus processos logísticos.

O STRATWS One é um software de gestão estratégica desenvolvido pela Siteware. Através dele, é possível visualizar indicadores e executar metodologias – como o ciclo PDCA – que auxiliam nos processos logísticos da sua empresa:

banner siteware

Deixe um comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado.

[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]