Logo siteware

Tutorial: como fazer brainstorming passo a passo

CONTEÚDO

Publicação:
Publicação:
brainstorming

CONTEÚDO

É provável que você já tenha ouvido falar daquele ditado: “duas cabeças pensam melhor do que uma”. Se sim, acredito que o conceito brainstorming seja bastante palpável, afinal, a lógica é a mesma.

Mas e aí, está interessado em entender um pouco mais sobre o brainstorming e como planejar e executar um que possa realmente te ajudar a encontrar novas ideias? Se sim, continue a leitura deste artigo, pois sei que irei conseguir te ajudar.

Aproveite e boa leitura! Se preferir, ouça o conteúdo!

O que é brainstorming?

O significado literal de brainstorm é “tempestade de ideias”. Assim, essa prática remete a uma técnica de deixar fluir pensamentos sem julgamentos entre uma equipe, embora o brainstorming individual também possa existir.

Essa técnica foi criada em 1942 e tem o objetivo de encontrar problemas e definir causas e suas possíveis soluções. Além disso, pode-se explorar a criatividade dos participantes para o surgimento de novas ideias.

Ao contrário do que se costuma pensar, o brainstorming não deve ser realizado como um bate-papo, no qual as ideias simplesmente podem “cair do céu”.

Nesse caso, é importante ter um ambiente propício para que as contribuições dos participantes aconteçam. Por isso, é melhor executado quando há um roteiro mediado por um coordenador e a divisão do processo entre etapas.

o que é brainstorming

Dessa forma, um brainstorming bem construído é uma técnica útil em agregar conhecimento para os participantes e auxiliar na gestão de problemas com as melhores ideias.

O Brainstorm entra na fase de Planejamento da metodologia PDCA, focada na Análise do Processo e no Plano de Ação. Assim, é possível determinar as causas que agem sobre o problema e também contra-atacar esses problemas com a criação de planos de ação.

Além disso, a fase de Planejamento do PDCA também abrange o estabelecimento da Meta/Identificação do Problema e Análise do Fenômeno, que não se encaixam no uso do brainstorming. Isso porque focam em uma análise mais aprofundada do problema/meta e sua própria identificação.

Ficou interessado em saber mais sobre o Ciclo de PDCA? Aproveite e baixe agora mesmo mesmo a nossa ferramenta que vai te ajudar a melhorar a gestão da sua empresa.

ciclo de pdca

Como fazer o brainstorming passo a passo?

Interessado em colocar a mão na massa? Então vamos lá!

como fazer o brainstorming

Para o sucesso de uma reunião de brainstorming, é necessário que exista um Coordenador para gerenciar as quatro etapas da técnica.

De preferência, ele deve ser uma pessoa com experiência sobre o assunto tratado e deve focar na explicação detalhada de cada etapa. Assim, garantindo que elas fiquem claras aos colaboradores, para que não exista nenhuma precipitação ou desordem.

O coordenador também deve garantir com que o ambiente seja adequado para que nenhuma contribuição seja ridicularizada, prezando pela liberdade de expressão e participação dos colaboradores.

Assim, o papel é de ser um facilitador e criador de um ambiente confortável para todos.

O brainstorming pode ser realizado dividindo-se em 4 etapas.

É interessante não se estender demais, ou pelo menos fazer com, no máximo, 50 minutos de duração para que o processo não se torne cansativo e difícil de prestar atenção. Se não for possível encurtar as reuniões, é aconselhado dividir o desenvolvimento das etapas em mais encontros, se necessário.

Além disso, utilizar o roteiro de etapas proposto aqui no brainstorm não é obrigatório. Mas é uma dica interessante para garantir maior sucesso no envolvimento das pessoas e no entendimento e resolução dos problemas. Então, vamos ver como fazer uma sessão brainstorming passo a passo:

1ª etapa: Explicação da Meta/Problema

O Coordenador explica ao grupo qual é a meta ou problema a ser analisado. Assim, todas as informações disponíveis sobre o objeto de estudo devem ser entregues aos colaboradores.

Dessa forma, a preparação para o brainstorming será realizada da forma mais completa e didática possível. Feito isso, é aconselhado fazer uma reflexão inicial sobre os fatores que influenciam o problema. Além de pensar sobre as diversas perspectivas que envolvem tanto a causa do problema quanto a sua solução.

Nessa etapa, pode ser utilizado o diagrama de Ishikawa, mais conhecido como Espinha de Peixe, que auxilia na exposição das causas e dá uma visibilidade ao problema. Por exemplo, o problema analisado é a falta de engajamento dos funcionários de uma empresa. O diagrama pode ser feito da seguinte forma:

diagrama de ishikawa

Ficou interessado em conhecer mais sobre o diagrama de Ishikawa? Disponibilizamos uma ferramenta que vai te ajudar a esquematizar e conquistar uma visão abrangente sobre os problemas a serem solucionados. Baixe agora e aproveite!

diagrama de ishikawa ebook

2ª etapa do brainstorming: Determinação das causas

É nessa fase que surge o apontamento das possíveis causas que provocaram o ocorrido, de forma organizada e horizontal (todos têm as mesmas oportunidades de opinarem). Neste momento, é fundamental que o coordenador induza os colaboradores a refletirem sobre essas possíveis causas, trocando informações sobre elas e esclarecendo dúvidas sobre sua importância.

Seguindo o exemplo anterior, nesta etapa pode ser feita a distribuição de post-its para todos os participantes, nos quais eles possam escrever as possíveis causas que imaginam influenciar o problema. Garantindo ali que todas as ideias sejam colocadas na mesa.

Dessa forma, a participação das pessoas se torna mais horizontal e justa, já que os menos interativos podem se expressar da mesma forma e o receio de julgamentos também é diminuído.

3ª etapa: Hierarquização das causas

Após a leitura das possíveis causas para o problema, os participantes devem determinar a importância das mesmas e refletir sobre elas. Nessa etapa, é possível usar o método dos 5 Porquês para aprofundar e encontrar a raiz dos problemas citados.

A utilização de papéis ou post-its também pode ser útil nessa etapa. Isso porque se duas ou mais pessoas tiverem escrito a mesma causa, é importante considerá-la em prioridade.

Nesse caso, o Coordenador terá o dever de ler o que foi escrito e organizar por relevância, assunto etc. Ele tem a tarefa de classificar as causas apontadas. Por isso que a escolha do Coordenador, como alguém que entende do assunto é importante.

No entanto, caso ele não possua essa autoridade, ou mesmo queira deixar o processo mais democrático possível, é interessante realizar uma votação entre os participantes das causas mais prioritárias de todas as ideias.

4ª etapa do brainstorming: Criação do plano de ação

Depois de definidas as causas mais e menos prioritárias, é hora de criar contramedidas para contornar a situação e gerar ideias novas. Neste momento, é importante questionar quais dessas ações terão mais impacto, quais são as mais fáceis, rápidas, seu custo financeiro etc.

É possível utilizar o sistema dos papéis novamente, na qual eles são entregues para os participantes, que escrevem o que acreditam ser necessário para solucionar o problema com boas ideias.

Se houver uma grande variação de ações, pode ser um sintoma de que as causas ainda não foram bem determinadas, portanto, pode ser preciso voltar à etapa anterior. Se isso não acontecer, é sinal de que o brainstorming está sendo bem-sucedido e que é preciso hierarquizar também essas contramedidas.

É interessante utilizar aqui a metodologia 5W2H, geralmente criada em formato de tabela (como mostrado abaixo), que consiste em se fazer algumas perguntas diante das ações pensadas para determinado problema, sendo elas: what (o que), why (por quê), where (onde), who (quem), when (quando), how (como) e how much (quanto).

5w2h

O que?

Aumentar o engajamento dos colaboradores.

Por quê?

O desempenho tem caído e a rotatividade de funcionários é maior do que o desejado.

Como?

Viabilizando uma cultura organizacional que acolha os colaboradores e incentive seu desempenho.

Onde?

Em toda a organização.

Quem?

CEOs, gerentes etc.

Quando?

A partir da data do Brainstorming.

Quanto?

Definir quanto custam as ações de engajamento para a empresa.

Criamos um vídeo com o resumo das etapas para você consultar quando quiser, confira abaixo. Se inscreva no nosso Canal do Youtube para ter acesso à mais vídeos como esse.

Próximos passos

Dessa forma, é importante focar em cada etapa do Brainstorm, dando atenção à opinião de todos os participantes e prezando pela boa organização realizada pelo mediador. Assim, o resultado do processo será enriquecedor e positivo.

Em brainstormings malsucedidos, é possível notar que alguns erros foram cometidos durante o desenvolvimento da técnica, que acabam resultando na dispersão da equipe ou na limitação da contribuição dos envolvidos.

Deve existir um cuidado para que a dinâmica social não seja dominada por indivíduos que intimidam a participação dos outros ou pelo medo de sofrer julgamento pelas próprias ideias. Se isso ocorrer, não tem como fazer brainstorming passo a passo, ele ficará comprometido.

É importante criar um ambiente confortável e igualitário para todos os participantes para que o Brainstorm seja realmente eficiente.

Gostou de aprender como fazer brainstorming passo a passo? Implemente em sua empresa e conte-nos se deu certo nos comentários!

software de gestão
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]