Gestão de Equipe

Estrutura organizacional horizontal e vertical: o que é, diferenças, exemplos e qual é a melhor

Estrutura organizacional horizontal e vertical: o que é, diferenças, exemplos e qual é a melhor

Publicação : 07/05/2021

Por Viviane Rodrigues

7 min

Você sabe quais são os tipos de estruturas organizacionais?

A estrutura de uma empresa se refere à forma com que departamentos, tarefas e responsabilidades são distribuídos e organizados.

É ela quem determina a dinâmica das relações internas, especialmente em se tratando da cadeia hierárquica e do poder de decisão dos agentes que compõem a estrutura organizacional.

Neste artigo, você vai descobrir o que é e como funcionam a estrutura organizacional horizontal e vertical, as principais diferenças entre essas modalidades e exemplos de empresas que se estruturam de maneira horizontal e vertical.

Ainda nas próximas linhas, vamos te ajudar a decidir sobre qual tipo é melhor para o seu modelo de negócio.

Leia também: Desenvolvimento organizacional: um guia completo com definição, importância, técnicas, passo a passo e exemplos para inspirar

Quais são os tipos de estruturas organizacionais?

Veja no vídeo, o CHRO da Siteware, Luiz Torres, explicando as estruturas organizacionais e qual escolher

O bom desempenho de uma empresa está diretamente relacionado à maneira com que a sua estrutura é organizada.

Isso significa que uma empresa só vai funcionar direito se ela puder contar com uma estrutura organizacional eficiente e adequada ao seu perfil e objetivos.

Nesse sentido, existem duas opções de estrutura organizacional: a horizontal e a vertical.

De um modo geral, ambas vão definir a divisão de cargos e o papel de cada funcionário de modo a aproveitar o máximo potencial deles.

Além disso, é a estrutura, seja ela horizontal ou vertical, que vai orientar a circulação de informação e a comunicação entre os colaboradores.

Confira abaixo como funciona cada tipo de estrutura organizacional.

A estrutura organizacional pode influenciar até a cultura organizacional. Você conhece esse conceito?

Veja mais sobre ele neste webinar gratuito, gravado:

Estrutura de organograma vertical

A estrutura organizacional do tipo vertical é a mais tradicional. As empresas que aderem a essa modalidade possuem um organograma vertical.

Isso significa que a cadeia de comando é muito bem estabelecida e rígida. A hierarquia é organizada de cima para baixo, com um nível respondendo a um superior até chegar na presidência da corporação.

Veja mais: Planejamento organizacional: tudo o que você precisa saber sobre essa importante ferramenta de gestão

Estrutura de organograma horizontal

Já em empresas com um organograma horizontal, a estrutura organizacional é menos rígida, bem como as relações hierárquicas.

Nesse formato, os colaboradores não precisam ter todas as suas decisões necessariamente aprovadas por alguém que ocupa uma posição superior. Há uma maior autonomia decisória e autogerenciamento.

O processo decisório e a comunicação não seguem uma cadeia de comando de cima para baixo.

Veja também: Reestruturação empresarial: será que ele vai realmente ajudar sua empresa?

Qual a diferença entre estrutura organizacional horizontal e vertical?

A estrutura organizacional horizontal e a vertical apresentam uma série de diferenças que precisam ser levadas em consideração.

A primeira delas se refere a um aspecto de extrema importância e que acabamos de citar anteriormente: as tomadas de decisão.

Enquanto na estrutura verticalizada os colaboradores possuem pouca ou nenhuma autonomia para tomarem suas decisões (ou nem sequer participam de processos decisórios importantes da organização), no modelo horizontalizado os colaboradores têm maior poder para decidir sobre determinados aspectos do dia a dia.

Além disso, há uma maior valorização da perspectiva dos funcionários, os quais são comumente consultados antes que certas decisões com impacto coletivo sejam tomadas.

Outro ponto que devemos mencionar sobre a diferença entre esses dois modelos é a colaboração e a comunicação entre os funcionários.

Ambos fatores ficam muito presos à cadeia de comando no modelo de estrutura organizacional vertical. Já em empresas de estruturas horizontais, a comunicação e colaboração acontecem de maneira mais orgânica.

Leia mais: Saiba o que é gestão da mudança organizacional e como fazer em 6 passos

Exemplos de empresas com gestão vertical

  • Ford
  • Petrobrás
  • Banco do Brasil

Exemplos de empresas com gestão horizontal

  • Google

Confira também: 7 segredos da cultura organizacional do Google

  • VAGAS.com

Estrutura organizacional horizontal e vertical: qual a melhor?

Agora que você já conhece quais são os tipos de estruturas organizacionais, deve estar se perguntando qual dos dois modelos é o melhor.

A escolha entre estrutura organizacional horizontal e vertical vai depender das características e objetivos do seu modelo de negócio.

A gestão verticalizada pode ser uma boa opção no caso de empresas com um nível de complexidade muito elevado em seus processos internos.

Já a horizontalização da estrutura pode beneficiar bastante as empresas que querem reduzir a burocracia.

Bom, ficou claro o que é uma estrutura organizacional horizontal e vertical? Em qual modelo a sua empresa mais se enquadra?

Saiba mais: Gestão transparente: descubra o que é, quais são os benefícios e 5 dicas de como implementar a transparência na sua empresa

O STRATWs One é um software de gestão de performance empresarial que auxilia na criação, acompanhamento e compartilhamento de seus indicadores de desempenho.

Com ele, as informações fluem de forma mais transparente e confiável.

Veja mais vantagens do STRATWs One que o fizeram ser escolhido por mais de mil empresas, sendo utilizado por 180 colaboradores:

  • Gerenciar riscos e analisar cenários;
  • Facilitar a troca de informação e a comunicação entre departamentos;
  • Focar na busca dos resultados que sua empresa procura alcançar;
  • Potencializar a governança corporativa;
  • Compartilhar informações com agilidade e transparência;
  • Usar a meritocracia e a gestão à vista para motivar e gerenciar equipes;
  • Fazer a gestão de reuniões e do portfólio de projetos;
  • Aumentar a produtividade;
  • Compartilhar KPIs com agilidade e transparência.

O tipo de estrutura organizacional é uma importante decisão que a área de RH deve tomar, mas existem outras.

Conheça algumas tendências nessa área baixando nosso material gratuito: [INFOGRÁFICO] Tendências de RH

Deixe um comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *