Gestão de Equipe

O que é e como gerenciar a rotatividade de pessoal

O que é e como gerenciar a rotatividade de pessoal

Publicação : 13/12/2018

Por Siteware

8 min

como gerenciar a rotatividade de pessoal
como gerenciar a rotatividade de pessoal

Existem diversos motivos que podem levar à rotatividade de pessoal em uma organização.

Renovar um setor, um produto ou uma equipe e até mesmo repensar as estratégias de crescimento de uma empresa, por exemplo, pode ser necessário em determinadas situações.

E, nesses casos, uma mudança de pessoal pode acabar fazendo parte dessas reestruturações.

Porém, quando existe uma alta rotatividade de pessoal, as consequências podem ser negativas e as perdas irrecuperáveis para o negócio.

Realizar um bom controle nesse sentido é importante justamente para evitar que isso aconteça. A garantia de produtividade contínua depende muito dos profissionais envolvidos e como esses funcionários se motivam no ambiente organizacional.

Se o turnover começar a se elevar e a troca de profissionais for frequente, algo pode estar errado.

Você sabe como fazer para gerenciar a rotatividade de pessoal?

Veja as nossas dicas!

Veja também: Objetivos e benefícios de um programa de qualidade de vida no trabalho

Rotatividade de pessoal: o que é?

 

Antes de descobrir como gerenciar a rotatividade de pessoal, entenda do que se trata. 

A rotatividade de pessoal nada mais é do que a mudança que acontece em determinada equipe. Quando há desligamentos e, logo em seguida, novos funcionários entram para fazer a substituição, está acontecendo a rotatividade.

As mudanças são naturais, uma vez que demissões são necessárias, assim como remanejamentos de equipe ou pedidos de desligamento.

O grande problema é quando a rotatividade de pessoal se torna excessiva, o que pode indicar que algo não está adequado na empresa.

Pode ocorrer de faltar infraestrutura, treinamento ou suporte para determinado cargo ou setor.

Nesse caso, não importa se uma nova pessoa entrará na equipe rapidamente, será uma questão de tempo até que ela fique descontente. Basta que se depare com os mesmos problemas do profissional anterior.

Se não houver o acompanhamento adequado, a rotatividade de pessoal neste cenário tende a ser negativa para a empresa.

Saiba mais: 7 causas para o alto número de turnover de funcionários

Causas da rotatividade

 

Uma empresa pode nem perceber que existe algum problema, até que se depara com uma alta rotatividade de pessoal.

Primeiramente, é importante saber que existe a possibilidade de a causa ser externa. Ou seja, novas ofertas e oportunidades de emprego, propostas mais atrativas, contatos anteriores que deram andamento, indicações etc.

Mas existem causas internas que influenciam diretamente nesse tipo de rotatividade e poderiam ser facilmente evitadas. Entre as principais:

1- Pacote de salário e benefícios incompatível

 

Quando o salário e os benefícios oferecidos são inferiores à média do mercado, é natural que haja rotatividade. Apesar de haver inúmeros fatores que influenciam na satisfação do profissional, a remuneração é o que o leva a trabalhar.

O relacionamento deve ser de troca entre empresa e profissional, mas nem sempre esse reconhecimento acontece igualmente pelas duas partes.

2- Insatisfação pelo ambiente de trabalho

 

Quando o ambiente de trabalho não é agradável e passa a ser maçante, a insatisfação é iminente.

Ela pode ser gerada por altas cobranças, pelos trabalhos operacionais e cargos sem estrutura, influenciando na rotatividade de pessoal.

Veja mais: 3 atitudes de grandes líderes para criar um ambiente de trabalho saudável

3- Incompatibilidade com a cultura empresarial

 

Quando a cultura da empresa não está alinhada com o colaborador ou não combina com seu perfil, a saída também acontece. Ter uma política da empresa bem estruturada faz diferença nesse sentido.

4- Falta de comunicação

 

A falta de comunicação gera inúmeros problemas de relacionamento e se torna também uma causa provável.

Assim como uma estrutura pautada em hierarquia e sem oferecer autonomia alguma ao funcionário. A boa convivência com os colegas de trabalho está entre as prioridades dos profissionais e deve ser acompanhada de perto.

5- Perspectiva de crescimento

 

O funcionário quer ter uma perspectiva de crescimento dentro da empresa, quer visualizar oportunidades futuras para se desenvolver. Caso isso não ocorra, influencia diretamente na motivação e gera mais uma vez a insatisfação.

Uma boa integração de funcionários pode diminuir o turnover, confira: Entenda o que é o processo de onboarding e conheça os 5 passos para implementá-lo

Um plano de desenvolvimento pessoal é uma ótima maneira de oferecer perspectivas de crescimento aos funcionários.

Confira este vídeo de nosso canal no YouTube e veja como fazer isso:

https://www.youtube.com/watch?v=y-R64PmBefU

Consequências da rotatividade de pessoal

 

A substituição ocasional pode resultar em inovações e resultados mais qualitativos de trabalho, dependendo dos perfis profissionais envolvidos. Mas a alta rotatividade influencia negativamente na produtividade da empresa.

Além da queda em desempenho e resultados, as consequências envolvem a redução no desenvolvimento profissional e o aumento de custos.

O ambiente organizacional e os processos também se desgastam dependendo da frequência na rotatividade e os motivos pelos quais ela acontece.

Por isso, é muito importante saber como gerenciar a rotatividade de pessoal.

Como gerenciar a rotatividade de pessoal

 

Saber como gerenciar a rotatividade de pessoal  pode ser complexo. Começa bem antes de uma demissão ocorrer. Tem início, na verdade, na contratação. Observe bem os perfis que irá escolher para a empresa e se estão de acordo com a proposta de emprego. Seja sempre transparente.

  • Facilite a rotina do colaborador: ofereça materiais de trabalho adequados, fáceis de manusear e que funcionem.
  • Procure ter uma política empresarial bem estruturada: inclua planos de carreira. Trabalhe também a comunicação interna e, sempre que possível, recompense bons desempenhos como forma de motivar o colaborador.
  • Por fim, entenda os motivos que estão fazendo a rotatividade na empresa acontecer: faça pesquisas de satisfação, converse com seus funcionários e pergunte o que pensam sobre a empresa e seus cargos. De acordo com avaliações e feedbacks, será possível reunir informações relevantes para definir melhores processos e possíveis mudanças positivas.

Deixando o colaborador satisfeito, você garante melhores resultados. Na verdade, não tem como gerenciar a rotatividade de pessoal de maneira melhor do que essa!

Leia mais: 7 orientações de como fazer avaliação de desempenho 360 graus e motivar funcionários

O STRATWs ONE é um software de acompanhamento de performance corporativa que ajuda a monitorar o desempenho de cada colaborador.

Ideal, entre diversas outras funções, para quem quer usar a meritocracia ou a gestão à vista em sua empresa.

Revolucione a gestão da sua empresa com o STRATWs ONE

Confira este case de sucesso em RH e veja como o uso da meritocracia pode ajudar sua empresa: Meritocracia: fator de sucesso na BRMalls