Logo siteware

Comunicação não violenta: o que é, principais benefícios e 10 dicas de como adotar na sua empresa

CONTEÚDO

Publicação:
Publicação:

CONTEÚDO

Você sabe o que é comunicação violenta? Observa a seguinte oração:

“Esse relatório que você me enviou está péssimo, incompleto, confuso. Você já trabalha aqui há mais de um ano e até hoje não sabe fazer um relatório decente?”.

As aspas acima são uma forma de se expressar que pode levar ao desgaste das relações no ambiente de trabalho e tornar o clima bastante hostil.

Adotar esse tom para se dirigir a colegas de trabalho e a subordinados é um exemplo de comunicação violenta, capaz de enfraquecer o desempenho individual e coletivo.

Muitas empresas já entenderam o quão nocivo esse comportamento pode ser e estão incentivando o uso da comunicação não violenta (CNV) entre seus colaboradores.

Se você ficou interessado e quer saber mais sobre esse assunto, então te convidamos a prosseguir com a leitura deste conteúdo.

Nos próximos parágrafos, vamos explicar o que é CNV, como ela surgiu e por que é importante dedicar esforços para extinguir a comunicação violenta no dia a dia da sua empresa.

Além disso, você também vai conferir 10 dicas de como colocar em prática a comunicação não ofensiva.

Leia também: Exemplos de falha na comunicação em empresas: confira os 7 principais e saiba como evitá-los

Qual a origem da comunicação não violenta (CNV)?

O conceito de o que é comunicação não violenta foi desenvolvido na década de 1960 pelo psicólogo Marshall Rosenberg.

Naquela época, os Estados Unidos vivia forte tensão social provocada pela segregação racial.

Rosenberg, criou a metodologia de comunicação não violenta para ajudar escolas que queriam dar fim a essa realidade de discriminação.

Para isso, era preciso adotar uma postura mais apaziguadora com vista a melhorar a convivência entre brancos e pessoas negras.

Esse método de comunicação não defensiva se pauta na capacidade de ouvir o outro sem fazer juízo de valor e na busca por um meio termo entre as partes.

Leia mais: Gestão da comunicação empresarial: confira 6 dicas para se conectar com seus colaboradores

Afinal, o que é comunicação não violenta?

Com base no que acabamos de ver no tópico anterior, é possível definir o que é comunicação não violenta como uma maneira de se expressar sem que seja necessário usar um tom agressivo e de julgamento.

O foco da comunicação não ofensiva é justamente manter o bom relacionamento entre as pessoas e fortalecer os vínculos no âmbito profissional, pessoal, familiar etc.

A comunicação não defensiva se preocupa não somente com a forma com que a mensagem é passada, mas também com seu conteúdo.

Assim, o colaborador sente que está sendo instruído e orientado em vez de achar que está sendo julgado ou criticado. Isso, de forma coletiva, é excelente para a melhora do clima organizacional da empresa.

Veja mais dicas de como manter o clima e a cultura organizacional, mesmo com dificuldades de comunicação,  neste webinar gravado:

Veja também: O que é comunicação integrada: conceito, como funciona e principais benefícios

Quais os benefícios de implementar a comunicação não defensiva?

A implementação da comunicação não violenta pode trazer vários benefícios para a sua empresa e se tornar uma ferramenta poderosa para impulsionar o desempenho de seus colaboradores.

Confira abaixo alguns dos principais motivos que fazem da CNV uma prática importante para o dia a dia da sua empresa:

  • Fortalecimento dos vínculos humanos;
  • Maior entendimento sobre as motivações das outras pessoas;
  • Compreensão a respeito do impacto de nossas atitudes e falas;
  • Diminuição de conflitos e melhoria na gestão destes;
  • Criação de um ambiente acolhedor;
  • Colaboradores se sentem mais confortáveis para expressar o que sentem;
  • Facilidade para chegar a consensos;
  • Promoção da empatia e incentivo ao diálogo.

Veja mais: Ferramentas de comunicação empresarial que estão revolucionando a maneira de trabalhar

Se você está com problemas de comunicação em sua empresa, aqui vão algumas dicas que podem ajudar você:

info comunicacao fb 1 Comunicação não violenta: o que é, principais benefícios e 10 dicas de como adotar na sua empresa

10 dicas de como adotar a comunicação não violenta

Agora que você já sabe o que é CNV e os benefícios da comunicação não violenta, separamos aqui 10 dicas que vão te ajudar na adoção desse método com os colaboradores da sua empresa.

  1. Evite fazer juízo de valor durantes as conversas;
  2. Pratique a empatia que procure se colocar no lugar de seu interlocutor;
  3. Escute o que o outro tem a dizer sem interrupções;
  4. Seja claro ao explicar suas necessidades;
  5. Evite levantar o volume da voz e adotar um tom acusatório;
  6. Não faça comparações para provar um ponto;
  7. Explique suas necessidades com clareza;
  8. Busque por pontos em comum;
  9. Não tenha receio de expressar suas vulnerabilidades;
  10. Não retribua ataques com outro ataque.

Confira em nosso blog: 4 estratégias de comunicação para engajar colaboradores

E aí, conseguiu entender o que é comunicação não violenta e como ela funciona?

Faça uso das dicas que citamos aqui e fortaleça as relações entre os colaboradores da sua empresa.

O STRATWs One é um software de gestão de performance corporativa que permite dar feedbacks embasados em fatos para seus colaboradores, pois ele ajuda a criar, analisar e compartilhar KPIs de desempenho com os times e as pessoas.

Veja  mais algumas de suas vantagens:

  • Compartilhar informações com agilidade e transparência;
  • Usar a meritocracia e a gestão à vista para motivar e gerenciar equipes;
  • Empregar as principais metodologias de planejamento estratégico como BSC, OKR e SWOT;
  • Facilitar a troca de informação e a comunicação entre departamentos
  • Compartilhar KPIs com agilidade e transparência;
  • Potencializar a governança corporativa;
  • Focar na busca dos resultados que sua empresa procura alcançar;
  • Integrar pessoas, operação e estratégia;
  • Encontrar oportunidades de melhoria;
  • Fazer a gestão de reuniões e do portfólio de projetos;
  • Aumentar a produtividade;
  • Gerenciar riscos e analisar cenários.

Comunicação e cultura organizacional tem tudo a ver, baixe esses infográficos gratuitos e confira algumas dicas:


Deixe um comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado.

[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]