Joint Venture: o que é + 3 vantagens + 3 cases de sucesso

CONTEÚDO

joint venture

CONTEÚDO

A joint venture é uma parceria entre duas ou mais empresas para desenvolver um projeto específico. Essa aliança pode ser estratégica, de marketing, de tecnologia ou até mesmo financeira.

No entanto, antes de criar uma joint venture, é importante que as empresas envolvidas estejam alinhadas quanto aos objetivos a serem alcançados com essa parceria. Além disso, é preciso que haja confiança mútua e uma boa relação entre as partes.

Esse modelo de negócio pode trazer diversos benefícios para as empresas envolvidas, como aumento da capacidade produtiva, ganho de escala, redução de custos e acesso a novos mercados.

Neste conteúdo você vai aprender o que é joint venture, como funciona e quais são as principais vantagens dessa parceria para as empresas.

O que é Joint Venture?

Uma Joint Venture (JV) é uma sociedade em que duas ou mais partes se unem para criar um empreendimento comercial. No âmbito desta estratégia, as partes colaboram no sentido de criar um novo negócio de forma conjunta, partilhando as despesas, os lucros e também as perdas.

Esta é uma forma eficaz para marcas e empresas com objetivos similares se unirem para expandirem a sua oferta, ao estabelecerem uma parceria. O principal motivo que leva à formação de uma JV é aumentar a produtividade e a eficiência, maximizando os resultados obtidos nesta colaboração.

A parceria oferece a ambos os parceiros a possibilidade de criar um produto ou serviço melhor, à custa dos recursos partilhados. As empresas também podem desfrutar de uma grande variedade de benefícios, como acesso a novas tecnologias, compartilhamento de experiências e avanços na gestão.

Possivelmente, o mais importante é que a JV permitirá aos parceiros tirarem partido dos seus pontos fortes e melhorarem as suas deficiências.

Veja como desenvolver uma estratégia perfeita de gestão:

estrategia joint venture Joint Venture: o que é + 3 vantagens + 3 cases de sucesso


História da Joint Venture

A Joint Venture, como dito anteriormente, é basicamente uma parceria de longo prazo entre duas ou mais empresas. Esta forma de negócio tem suas raízes na história da joint venture, que datam do século XIX, quando começaram a surgir projetos que envolviam colaboração entre empresas.

A ideia era que, unindo os recursos de cada empresa, pudessem alcançar um objetivo maior do que cada uma seria capaz de conquistar individualmente.

Por exemplo, a joint venture permite que as empresas compartilhem recursos para expandir a produção, aumentar a escala de distribuição, entrar em novos mercados ou aproveitar oportunidades que exijam uma quantidade de capital que nenhuma empresa possa alcançar sozinha.

Essas parcerias também podem proporcionar a cada empresa acesso a novas tecnologias e talentos, bem como auxílio para a elaboração de melhores estratégias de marketing. A joint venture tem se tornado cada vez mais popular ao longo dos anos, sendo que, hoje, milhares de empresas de todo o mundo mantêm um tipo de parceria.

Como funciona uma Joint Venture?

Já citamos que uma Joint Venture é quando duas ou mais empresas se unem para criar uma nova empresa ou para operar em alguma área específica. Isso permite que eles compartilhem os custos, os recursos e os benefícios de cada empresa envolvida.

É uma forma de crescimento ou diversificação de negócios que evita que uma empresa obtenha um controle total da nova empresa. É importante notar que as Joint Ventures diferem das parcerias simples entre empresas, pois elas envolvem a criação de uma nova entidade jurídica, uma empresa separada para administrar os interesses conjuntos das partes envolvidas.

Vantagens de se criar uma Joint Venture

A joint venture oferece inúmeras vantagens tanto para a companhia quanto para os parceiros envolvidos. Por isso, preparamos uma lista com 3 vantagens desse modelo de negócio:

1 – Acesso a novos mercados:

Uma das principais vantagens da joint venture é o fato de que a empresa pode ganhar acesso a novos mercados, além de aproveitar o conhecimento técnico e a experiência de seu parceiro. A joint venture também pode aumentar a concorrência no mercado e ampliar a capacidade de produção da empresa de forma muito mais rápida do que se ela tivesse que desenvolver tudo por conta própria.

Além disso, a joint venture também pode ajudar a estabelecer relações de longo prazo entre as empresas envolvidas, criando fortes laços comerciais.

2 – Maximização dos lucros

Outra grande vantagem da joint venture é a maximização dos lucros. Ao dividir os custos operacionais e compartilhar os recursos, a joint venture ajuda a minimizar os custos, bem como a melhorar a eficiência.

Ao reduzir os custos, a joint venture também aumenta o potencial de retorno, o que pode aumentar a receita da empresa. Além disso, a empresa também pode se beneficiar de novas oportunidades de investimento e melhorar sua presença no mercado.

O lucro é apenas um dos dados que devem ser acompanhados pelas empresas. Veja 5 indicadores financeiros para ficar de olho:

indicadores financeiros 01 Joint Venture: o que é + 3 vantagens + 3 cases de sucesso


3 – Aprendizado e aumento da produtividade

Além das vantagens já mencionadas, a joint venture também oferece algumas outras vantagens. Por exemplo, ela cria sinergias entre as empresas afetando positivamente a produtividade. Ao trabalharem juntos, as empresas também podem aprender uma com a outra e desenvolver técnicas úteis para a realização de projetos de curto e longo prazo.

Como pudemos ver, existem muitas vantagens para a criação desse tipo de parceria. Essas vantagens vão desde o acesso a novos mercados, a maximização dos lucros e a criação de relações de longo prazo até a ampliação da presença no mercado, a criação de sinergias e o aumento da brand awareness.

Tudo isso torna esse modelo de negócio uma excelente alternativa estratégica para empresas que buscam vantagens competitivas. Portanto, se você estiver procurando formas eficazes de fortalecer a posição de sua empresa no mercado, começar uma joint venture pode ser uma ótima opção.

Desvantagens de se criar uma Joint Venture

Uma Joint Venture pode ser uma excelente solução para diversos objetivos, mas existem desvantagens associadas a ela. Essas desvantagens podem incluir uma abordagem dispersa, lutas por liderança, preconceitos e má comunicação.

É importante que as empresas envolvidas entendam as desvantagens potenciais desse modelo antes de iniciar o projeto. Uma parceria bem-sucedida requer planejamento cuidadoso e compromisso com o relacionamento.

Casos de sucesso de Joint Ventures

Agora que você já sabe o que é a Joint Venture e quais as vantagens e desvantagens desse modelo de negócio, vamos falar 3 cases de sucesso o envolvendo:

1 – Scott Group e Fyffe International:

O primeiro caso de joint venture de sucesso envolveu a criação da empresa de tecnologia Scott & Fyffe Ltd. (SF), que foi formada em parceria entre a Scott Group e a Fyffe International. Esta joint venture foi uma iniciativa para reunir os conhecimentos e as experiências técnicas de ambas as empresas com o objetivo de desenvolver e comercializar produtos de alta tecnologia.

Scott Fyffe Ltd Joint Venture: o que é + 3 vantagens + 3 cases de sucesso


Seu sucesso foi devido ao fato de que, por meio desta joint venture, a Scott Group e a Fyffe International puderam desenvolver produtos inovadores e, ao mesmo tempo, reduzir significativamente seus custos de produção. Além disso, as economias de escala que a joint venture permitiu geraram lucros significativos para ambas as empresas.

2 – BT Group e Avaya:

Uma outra joint venture de sucesso foi a formação da empresa de telecomunicações Spider Communications entre a BT Group e a Avaya. Esta foi uma estratégia de joint venture para a BT Group expandir sua presença no mercado de telecomunicações.

A parceria permitiu que ambas as empresas combinassem seus recursos e tecnologias para desenvolver produtos inovadores e fornecer serviços melhorados aos consumidores. A estratégia permitiu à BT Group estender sua presença no setor de telecomunicações e gerar significativos lucros para as duas empresas.

3 – IBM e Microsoft:

Um terceiro caso de joint venture de sucesso envolveu a formação da empresa de tecnologia da informação Data Solutions entre a IBM e a Microsoft. Esta foi uma estratégia para a IBM desenvolver novas tecnologias no mercado de tecnologia e, ao mesmo tempo, fortalecer sua presença no mercado.

Com a parceria, ambas as empresas puderam aproveitar o conhecimento e experiência da IBM em relação à tecnologia da informação, enquanto a Microsoft aproveitou a expertise da IBM em relação à pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias.

O sucesso do negócio foi devido ao fato de que ela permitiu que ambas as empresas se beneficiassem dos recursos e experiências tecnológicas de cada uma, resultando em lucros significativos para as duas empresas.

Conclusão

A Joint Venture é um modelo de negócio que pode ajudar empresas a prosperarem no mundo empresarial. No entanto, para que isso realmente aconteça, é preciso ter uma gestão conectada e eficiente.

O STRATWs One é um software de gestão que auxilia empresários a tomarem decisões mais acertadas, além de proporcionar uma visão clara dos resultados alcançados. Desenvolvido pela Siteware, ele auxilia no planejamento estratégico, no acompanhamento de indicadores, planos de ação e muito mais.

Por isso, se você está procurando um aliado para o seu negócio, solicite uma demonstração gratuita do STRATWs One e veja como esse software pode te ajudar a alcançar os objetivos da sua empresa:

stratws one