Liderança

As competências mais importantes para liderança – Parte 4

As competências mais importantes para liderança – Parte 4

Publicação : 06/04/2016

Por Siteware

4 min

Hoje vamos conhecer a quarta categoria que apresenta as competências consideradas mais importantes para a liderança, segundo um estudo realizado com 195 líderes de empresas globais em 15 países.

Você já conhece as três primeiras categorias de competências mais importantes para a Liderança?

Ética e Segurança
Organização
Comunicação

Demonstre abertura a novas ideias e nutra o aprendizado organizacional

O que “flexibilidade em mudar de opinião”, “estar aberto a novas ideias e abordagens” e “oferecer segurança para tentativas e erros” têm em comum? Se um líder tem essas 3 características, eles incentivam o aprendizado; se não têm, eles arriscam sufocá-lo.

Admitir que estamos errados não é fácil. Novamente, os efeitos negativos do stress no funcionamento cerebral tem culpa – nesse caso, ele prejudica o aprendizado. Pesquisadores descobriram que o fluxo sanguíneo reduzido no cérebro quando sob ameaça diminui a visão periférica significativamente, para que possamos lidar com o perigo imediato. Por exemplo, foi observada uma redução substancial na visão periférica de atletas antes de uma competição. Enquanto visão de túnel ajuda atletas a terem foco, ela nos fecha para novas ideias e abordagens. Nossas opiniões se tornam inflexíveis, mesmo quando somos apresentados a evidências contraditórias, o que torna o aprendizado quase impossível.

Aprendizado

Para encorajar o aprendizado entre os funcionários, os líderes devem assegurar que estão abertos a aprender e mudar de curso, dando o exemplo. Tente iniciar discussões para solucionar problemas sem um motivo ou resultado específico, apenas para incentivar a troca de ideias, sem julgar até que todos tenham falado e deixe claro que todas as ideias serão consideradas. Uma maior diversidade de ideias surgirão.

O fracasso é essencial para o aprendizado, mas nossa busca incessante por resultados desencoraja os funcionários a arriscarem ideias. Para resolver esse conflito, os líderes devem criar uma cultura que apoie a tomada de riscos. Um modo de garantir isso é usar teste A/B que permite pequenos insucessos e requer feedback correções rápidas. Assim, você forma uma plataforma para constução de inteligência coletiva para que os colaboradores aprendam com os erros uns dos outros também.

Essa foi a quarta categoria mais importante para a Liderança a ser trabalhada nessa série de posts!
Fique de olho em nossas postagens, pois na próxima semana traremos a última competência considerada mais importante e faremos um fechamento com a lista de habilidades essencial na liderança!

Texto adaptado daqui.

Continue lendo as principais competências de um líder:

Parte 1 | Parte 2 | Parte 3 | Parte 4 | Parte 5