Liderança

O que é tomada de decisão nas organizações e mais 5 dicas de como fazer na prática

O que é tomada de decisão nas organizações e mais 5 dicas de como fazer na prática

Publicação : 09/04/2019

Por Siteware

8 min

(Clique no player para o ouvir a narração do nosso post sobre Tomada de Decisão! Deixe nos comentários o que achou.)

Um dos mais importantes papeis do líder é tomar decisões.

E essa é uma tarefa de grande responsabilidade.

Afinal, as consequências de tomadas de decisão ineficazes podem ser até fatais para uma organização.

Projetos paralisados, recursos desperdiçados, retrabalhos, equipes sem direcionamento… A lista é longa.

No entanto, quando feitas de forma bem pensada e com um planejamento sólido, as tomadas de decisão podem levar a empresa a alcançar os melhores resultados.

Mas o que é, de fato, a tomada de decisão nas organizações? O que fazer para decidir de maneira inteligente sobre diversos assuntos dentro de uma empresa?

Tudo isso você confere agora!

Leia também: 3 ferramentas para análise de causa raiz como guia para tomada de decisão

O que é a tomada de decisão nas organizações?

A tomada de decisão pode ser definida como o processo de decidir sobre algo importante, especialmente em um grupo de pessoas ou em uma organização.

Ela envolve a seleção de um curso de ação entre duas ou mais alternativas possíveis, a fim de se chegar a uma solução para um dado problema.

O processo de tomada de decisão nas organizações é feito por um conjunto de profissionais com o objetivo de melhorar o funcionamento da empresa. Dessa forma, trata-se de uma atividade contínua e dinâmica que permeia todas as outras atividades pertencentes à organização.

Uma vez que é uma atividade contínua, o processo decisório desempenha uma importância vital no funcionamento de um negócio. Afinal, representa a combinação entre conhecimento científico, habilidades técnicas e experiência profissional de todos.

Em um ambiente de gerenciamento, a decisão não pode ser tomada abruptamente. Nesse sentido, existem alguns passos que devem ser seguidos:

  1. Definir o problema;
  2. Coletar dados e informações;
  3. Analisar as alternativas;
  4. Escolher a melhor opção;
  5. Planejar e executar;
  6. Monitorar os resultados.

As decisões são tomadas para sustentar as atividades do negócio. E, assim, garantir o bom funcionamento organizacional em todos os níveis da administração a fim de alcançar metas e objetivos pré-estabelecidos.

5 dicas de como tomar decisões eficazes

1 – Estabeleça metas de longo prazo e use-as para medir suas decisões

Com muita frequência, as organizações se veem correndo indefinidamente em busca de objetivos de curto prazo.

O dinheiro que foi comprometido com um projeto de um ano, por exemplo, é comumente redirecionado para atender demandas de curto prazo. Isso acaba gerando muita confusão e falta de progresso geral.

Para evitar esse problema, descubra seus objetivos prioritários e de longo prazo desde o início. Então, conforme sua organização toma decisões, pergunte a si mesmo se o que você está fazendo está alinhado a essas metas. Este deve ser um processo constante, retornando novamente e novamente para verificar sua atividade organizacional em relação aos seus objetivos.

Ao aplicar esse método com sucesso, você estará mais engajado e confiante em projetos de curto prazo que apoiem ​​suas metas de longo prazo. Com o tempo, isso levará sua organização adiante.

Você conhece as metas SMART? Então, confira este infográfico:

tomada de decisão nas organizações

2 – Alinhe seus objetivos com seus valores principais

O item anterior levanta uma nova questão: como você decide suas metas de longo prazo?

Idealmente, elas devem fluir da missão e dos valores centrais de sua organização. Os objetivos da sua empresa podem evoluir com o tempo, mas seus valores devem ser muito menos mutáveis.

Seus valores organizacionais conferem um senso coerente de identidade e continuidade à sua organização.

Eles devem ser claramente entendidos e acordados por seus tomadores de decisão. Ao avaliar suas metas e objetivos, verifique se elas estão alinhadas com seus valores principais.

Saiba mais: Aprenda como definir valores de uma empresa e empregá-los adequadamente

3 – Avalie e reavalie seus gastos

Uma maneira de avaliar suas prioridades e como elas estão sendo realizadas hoje é dando uma conferida nos seus gastos.

Muitas vezes, você pode pensar que está priorizando um objetivo ou esforço específico, enquanto seu orçamento conta uma história diferente.

Certifique-se de que seus gastos organizacionais reflitam suas prioridades identificadas. Se não, você precisa dar uma segunda olhada.

E, como em qualquer outro check-up, é essencial fazer disso uma avaliação regular para verificar continuamente se você está no caminho certo.

Quer dicas de como fazer um plano de redução de custos na empresa? Então, confira este vídeo de nosso canal no YouTube:

4 – Entenda os impactos de suas decisões

Algumas decisões podem ser discretas e rotineiras, com limites precisos e apenas impactando significativamente um assunto específico.

Porém, com mais frequência, uma tomada de decisão nas organizações pode ter consequências amplas, especialmente se aborda políticas ou processos internos.

É preciso considerar várias possibilidades e certificar-se de ponderar os impactos de segunda e terceira ordem. Essas consequências podem fornecer um contexto crucial para a tomada de decisão em questão.

5 – Lembre-se de seu pessoal

As organizações tendem a depender da qualidade de seus funcionários para ter sucesso.

Se suas decisões dificultam a produtividade de seus funcionários em seu ambiente de trabalho, isso colocará em risco seu sucesso a longo prazo – mesmo que suas decisões pareçam promover um objetivo de curto prazo.

Avalie o efeito que suas decisões terão na capacidade de seus funcionários de executar suas tarefas e inclua esse componente em suas decisões.

Confira em nosso blog: Indicadores de departamento pessoal: confira 7 exemplos e mantenha seus talentos sempre motivados

Conclusão: decida hoje como será o futuro

As decisões mais eficazes devem gerar um trabalho melhor que leve em direção de seus objetivos de longo prazo. E estes devem ser orientados pelos valores centrais do negócio.

Você deve reavaliar constantemente seus gastos e avaliar as conseqüências prováveis ​​de suas ações.

Se você seguir essas dicas de tomada de decisão nas organizações, você poderá decidir sobre diversos assuntos de maneira mais inteligente e eficiente.

Este post também pode interessar a você: Testes de liderança: que tipo de líder você é?

O STRATWs One é um software de gestão de performance corporativa robusto e intuitivo. Com ele você tem acesso online em tempo real aos indicadores de desempenho de seus processos, podendo tomar decisões com muito mais assertividade.

Revolucione a gestão da sua empresa com o STRATWs One

Quer tomar decisões melhores em sua empresa? Então, baixa nosso kit gratuito: KIT completo – ferramentas de análise