Logo siteware

Plano de continuidade de negócios: o que é, para que serve, principais benefícios e passo a passo de como fazer

CONTEÚDO

Publicação:
Publicação:
Plano de continuidade de negócios

CONTEÚDO

Você possui um plano de continuidade de negócios (PCN) para a sua empresa?

Bem, a gestão da continuidade do negócio é um aspecto extremamente importante mas que, muitas vezes, acaba sendo negligenciado, principalmente porque parece que incidentes nunca irão acontecer. E, pensando a longo prazo, a falta de um PCN pode acabar sendo a causa para o fechamento da empresa a médio e longo prazo.

Você está completamente perdido e não faz ideia do que a gente tá falando? Então fica tranquilo que vamos esclarecer todas as suas dúvidas sobre essa importante temática.

Neste artigo, você vai entender o que é plano de continuidade de negócios (PCN), para que ele serve e qual sua verdadeira importância para a empresa.

Além disso, mostraremos também em tópicos a seguir um exemplo de plano de continuidade de negócios e um passo a passo descomplicado de como fazer.

Leia também: Como criar um Plano de Ação para Gestão de Crise

Antes de pensar em criar um plano de continuidade de negócios, que tal relembrar a criação de um plano de negócios? Confira no vídeo:

O que é plano de continuidade de negócios (PCN)?

O plano de continuidade de negócios (PCN), também chamado de plano de continuidade operacional, é um documento no qual ficam definidas as estratégias que deverão ser adotadas para manter o pleno funcionamento das operações da empresa caso ela venha a enfrentar adversidades causadas por fatores internos ou externos à organização.

Ou seja, trata-se de uma espécie de plano de contingência e análise de impacto que vai guiar a gestão da continuidade do negócio em situações de imprevisto que vão desde a temporária falta de energia elétrica até desastres naturais, pandemia, incêndios, pane nos sistemas de segurança, acidentes etc.

Dessa forma, o PCN é uma ferramenta que serve para dar maior segurança aos gestores ao tentar reduzir ao máximo o impacto dessas situações e no gerenciamento de crises, garantindo que as operações essenciais não sejam interrompidas ou prejudicadas e orientá-los sobre que estratégias de enfrentamento adotar.

Além disso, dentro do plano de continuidade de negócios é importante ter um plano de recuperação e não apenas um plano de ação imediato, com o objetivo de garantir que a organização se recupere.

Se quiser dicas para estruturar um plano de ação, não deixe de conferir o nosso template:

5w2h

Por que é importante contar com um plano de continuidade operacional?

A gestão da continuidade do negócio feita a partir da elaboração do PCN é fundamental para assegurar o que chamamos de resiliência organizacional.

Para garantir que as operações e serviços essenciais não sejam prejudicados nem interrompidos e que a empresa volte a sua normalidade sem grandes danos, o PCN se mostra uma ferramenta indispensável.

Assim, por meio do plano de continuidade de negócios, consegue-se identificar ameaças e riscos e prever cenários e situações que podem exercer impacto sobre as operações da empresa.

Dessa forma, caso os eventos inesperados se concretizem, a empresa estará mais bem preparada para lidar com as consequências, assegurar a continuidade de seus processos e minimizar ao máximo os danos.

DICA: Dimensionando um plano de sucessão a partir da matriz 9 Box

9 box

Vantagens da adoção de um plano de continuidade de negócios (PCN)

A elaboração e implementação de um sólido plano de continuidade de negócios (PCN) pode trazer uma série de benefícios para a organização. Confira a seguir alguns dos principais:

  • Identificação dos processos mais críticos;
  • Maior clareza sobre o impacto das situações de ruptura em toda a organização;
  • Maior noção sobre o quanto a empresa está exposta a riscos e ameaças;
  • Eficiência ao reagir a interrupções da operação;
  • Minimização dos impactos negativos;
  • Aumento das chances de sobrevivência da empresa.

Veja também: Como executar um plano de ação e acompanhar seus resultados

Exemplo de plano de continuidade de negócios (PCN)

A Tercon é uma empresa gestora de fundos e que elaborou um bom exemplo de plano de continuidade de negócios voltado à área de política de segurança da informação.

Confira o documento completo.

Passo a passo: como fazer um plano de continuidade operacional para a sua empresa?

O plano de continuidade operacional deve ser desenvolvido de maneira preventiva. Obviamente, o PCN deve ser coerente às especificidades do modelo de negócio e também aos seus objetivos.

As etapas para elaboração do PCN podem variar de uma empresa para outra. No entanto, existem alguns passos básicos que você pode seguir na hora de montar o plano de continuidade operacional do seu modelo de negócio.

  • Passo 1 – Defina o escopo e os objetivos do PCN, apontando possíveis eventos e as funções que deverão ser priorizadas durante a contingência.
  • Passo 2 – Identifique os riscos aos quais as operações estão expostas e sua respectiva magnitude.
  • Passo 3 – Elabore uma estratégia de recuperação e os procedimentos necessários para restabelecer a normalidade
  • Passo 4 – Atribua responsabilidades-chave para implementação do PCN.

A elaboração de um plano de continuidade de negócios está intimamente ligada à gestão de riscos, saiba mais sobre este tema nesse vídeo de nosso canal no YouTube:

Próximos passos

Viu como o plano de continuidade de negócios é necessário para qualquer empresa?

Elabore um PCN para o seu modelo de negócio e esteja mais bem preparado para enfrentar situações adversas.

O STRATWs One é um software de gestão de performance corporativa que ajuda sua empresa a definir indicadores de desempenho e mensurá-los continuamente. Assim, é possível saber se a continuidade do negócio está dentro do esperado.

Veja mais algumas de suas vantagens:

  • Compartilhar KPIs com agilidade e transparência;
  • Potencializar a governança corporativa;
  • Gerenciar riscos e analisar cenários;
  • Criar e acompanhar KPIs de processos, projetos e pessoas;
  • Compartilhar informações com agilidade e transparência;
  • Usar a meritocracia e a gestão à vista para motivar e gerenciar equipes;
  • Facilitar a troca de informação e a comunicação entre departamentos;
  • Focar na busca dos resultados que sua empresa procura alcançar;
  • Empregar as principais metodologias de planejamento estratégico como BSC, OKR e SWOT;
  • Integrar pessoas, operação e estratégia;
  • Encontrar oportunidades de melhoria;
  • Fazer a gestão de reuniões e do portfólio de projetos;
  • Aumentar a produtividade.
stratws one
[Template Gratuito]
[Template Gratuito]
[E-book Gratuito]
[E-book Gratuito]
[Guia prático]
[Guia prático]
[Template Gratuito]
[Template Gratuito]
[Kit Gratuito]
[Kit Gratuito]
[E-book Gratuito]
[E-book Gratuito]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Template Gratuito]
[Template Gratuito]
[Kit de produtividade]
[Kit de produtividade]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Ferramenta Gratuita]
[Ferramenta Gratuita]