Gestão de Equipe

Como demitir um funcionário: 9 dicas para conduzir todas as etapas do processo

Como demitir um funcionário: 9 dicas para conduzir todas as etapas do processo

Publicação : 08/11/2018

Por Siteware

9 min

como demitir um funcionário
como demitir um funcionário

(Clique no player para ouvir a narração do nosso post sobre como demitir um funcionário! Deixe nos comentários o que achou.)

Demitir um funcionário… já passou por esta desagradável experiência?

Se existe uma tarefa que precisa ser cumprida nas empresas, mas que nem todas as pessoas estão preparadas para cumpri-la, é essa!

É um fato conhecido que demitir alguém não é uma tarefa fácil. Mas, independentemente disso, você, sabe como demitir um funcionário sem cometer erros?

É claro que essa ação precisa ser feita em etapas. Necessita de uma preparação antes, ações durante e providências depois de demitir um funcionário.

Mas poucos se sentem confortáveis nesse momento, mesmo entendendo que é preciso demitir um funcionário por baixa produtividade ou pelo comportamento inadequado.

Quando o colaborador está no período de experiência, esse trabalho pode ser um pouco mais fácil pelo pouco tempo que está na empresa. Mas como demitir um funcionário que grande parte das pessoas admira no ambiente de trabalho?

Neste conteúdo, você vai conferir 9 dicas de como demitir um funcionário, passando por todas as etapas importantes que precisa cumprir para que tudo aconteça da melhor forma possível.

Quais os motivos para demitir um funcionário?

Antes de conhecer o passo a passo e as dicas de como demitir um funcionário, é importante entender que esse é um processo de RH comum e natural dentro de qualquer empresa.

E, na prática, existe uma série de motivos que podem levar até a decisão de demitir alguém, como, por exemplo:

  • A pessoa é a principal responsável pelo ambiente de trabalho negativo;
  • A produtividade está muito baixa, mesmo depois de uma conversa;
  • Não está focado nas metas e nos indicadores esperados pela empresa;
  • Existem várias reclamações dos colegas de trabalho sobre atitudes e comportamentos.

Esses e outros motivos que geram uma demissão mostram uma coisa importante: a empresa está focada em alcançar os resultados estipulados nas metas e planos estratégicos e precisa um ambiente propício para isso. Com funcionários engajados.

Essa é a mensagem que todos os colaboradores devem reconhecer para entender que a escolha por uma demissão não acontece por acaso.

Veja mais: Aprenda como engajar funcionários analisando os 9 arquétipos de engajamento

Como demitir um funcionário: o que fazer em cada etapa?

Vimos que uma demissão precisa passar por 3 etapas. Nesse sentido, conheça agora a série de dicas que mostra as ações que você precisa cumprir em cada uma delas.

Antes da demissão

1- Escolha o momento certo

Depois de decidir que os motivos existentes fazem a demissão do funcionário ser a atitude certa, o primeiro passo é escolher o momento certo de comunicar essa decisão.

O ideal é sempre fazer logo depois de ter essa escolha tomada.

O que você não deve fazer é criar uma sensação péssima para as pessoas. Imagine uma empresa que logo após bancar a participação de um funcionário em um evento internacional, decide por sua demissão.

Evite atitudes desse tipo, porque são elas que passam uma péssima sensação para todos os seus outros colaboradores, gerando uma incompreensão geral e até falta de motivação no trabalho.

2- Defina o dia e horário específico para fazer a demissão

A hora do dia que você escolhe para demitir um funcionário pode afetar a forma como ele absorve isso.

Demitir logo no começo do dia e pedir para sair só no final pode gerar uma sensação péssima, por gastar seu tempo em um trabalho que não vai continuar no dia seguinte.

O fato é que não existe um horário correto para isso. Uma opção melhor é fazer o comunicado no final do dia, porque outros funcionários também estarão saindo.

Esperar até a última hora na sexta-feira afetará menos a semana de trabalho, e pode-se usar o final de semana para comunicar a todos.

3- Marque a reunião

Agora agende uma reunião com o funcionário em um ambiente privado para conduzir a rescisão. O correto é que ela sempre seja individual, então defina antes quem será o responsável para que prepare o discurso correto, além de conhecer todos os pontos burocráticos da decisão.

Durante a reunião de demissão

4 – Seja direto

Durante a reunião, vá direto ao ponto e tenha sempre certeza de que você está se referindo ao emprego no tempo passado, para que o funcionário não pense que há esperança de retornar.

Não use frases como “entendo o que está sentindo”. Mas esteja atento para ouvir o que ele diz. É provável que o funcionário fique zangado ou chocado. Por isso, sua fala é muito importante.

5 – Mostre clareza nos seus argumentos

Explique com honestidade e clareza porque o funcionário está sendo demitido e quando ele deve se retirar do local de trabalho, já que pode ser imediatamente, no final do dia ou no final de um período de aviso prévio.

Tenha cuidado para manter a calma e tratar o empregado com dignidade.

Mostre os pontos onde ele errou e apresente documentos e dados que apoiam sua decisão. Lembre-se de ser bem mais objetivo do que emocional, e uma boa alternativa para isso é falar das avaliações de desempenho.

6 – Explique tudo sobre os documentos e próximos passos

Na mesma reunião, é preciso apresentar documentos importantes sobre a demissão e as providências legais. Explique para que serve cada um e entregue uma cópia com os detalhes sobre as verbas rescisórias.

Revise se já passou por todos os documentos essenciais antes de encerrar a entrevista, e peça a assinatura do funcionário na documentação de rescisão. Aperte as mãos e deseje boa sorte.

Veja também este infográfico com dicas de como dar um feedback funcionário, em uma situação normal de trabalho:

como demitir um funcionário; feedbacks

Depois da demissão

7- Comunique o time sobre a decisão feita

Depois de realizar os passos de como demitir um funcionário, a primeira ação que precisa ser realizada é comunicar o time ao qual ele fazia parte.

Nesse momento, é importante ser claro e direto novamente. Mas com um discurso que faça todos continuarem no caminho certo para alcançar os objetivos já estipulados.

Tenha cuidado para não assustar os demais e gerar a falsa ideia de que alguém pode sair a qualquer momento.

8- Analise o momento certo para recolher os objetos pessoais

Faça uma definição de dia e horário para coletar os objetos pessoais. Você pode pedir ao funcionário para coletar seus pertences logo após a reunião de encerramento ou dar a opção de limpar o espaço de trabalho fora do horário comum, diante dos colegas.

9- Exclua todos os acessos do funcionário

Desconecte todo o acesso físico e eletrônico ao local de trabalho antes que o funcionário saia pela última vez.

Isso inclui chaves, aparelhos eletrônicos fornecidos pela empresa, senhas de computadores, programas e softwares.

Também é importante retirar o nome do funcionário do site da sua organização e das listas de e-mail corporativo.

Veja também: Como fazer gestão à vista e trazer mais transparência e engajamento para seu negócio?

O STRATWs ONE é um software de acompanhamento de performance corporativa que, entre diversas outras funcionalidades, permite monitorar o desempenho de seus funcionários em tempo real.

Com isso, é possível desenvolver iniciativas engajadoras, como a gestão à vista e a meritocracia.

Revolucione a gestão da sua empresa com o STRATWs One

Baixe nosso e-book gratuito e saiba mais sobre esse tema: Como engajar sua equipe no crescimento da empresa?