.elementor-element .elementor-swiper .swiper { overflow: hidden; }

Teste de impairment: entenda como fazer e 4 benefícios para a sua empresa

CONTEÚDO

teste de impairment

CONTEÚDO

O Teste de Impairment é fundamental para a boa saúde financeira de qualquer empresa. Essa estratégia permite avaliar o valor contábil dos ativos da empresa em relação ao seu valor de mercado, além de ajudar a testar a solidez dos balanços e decidir sobre possíveis mensurações de perdas.

Neste artigo nós vamos explorar os detalhes de como realizar um teste de impairment, quais são os benefícios que sua empresa pode alcançar e como isso pode melhorar seu desempenho contábil.

Antes, confira nosso e-book 100% gratuito com os 15 indicadores financeiros essenciais para a sua empresa. Baixe agora:

O que é o Teste de Impairment?

O Teste de Impairment é um método de avaliação de um ativo que é utilizado para determinar se existe um diminuimento na capacidade do ativo de gerar receita. Ele analisa de forma consistente os níveis de deterioração da performance futura de um ativo específico.

Quando o ativo não atinge o limiar de impairment estipulado, ele é considerado inapto a manter o seu valor contábil, o que irá afetar diretamente os resultados no balanço da empresa. Por isso, o Teste de Impairment é uma importante ferramenta de gerenciamento de risco para as empresas.

Essa técnica pode ser realizado segundo as normas contábeis IAS 36 ou US GAAP, conforme exigido. Uma avaliação adequada dessa análise é necessária para que a empresa possa ter uma compreensão melhor e mais confiável do real valor de seus ativos.

Leia também: Descubra quais os 10 erros mais comuns na gestão financeira e não cometa em seu negócio

Por que fazer o Teste de Impairment?

O teste de impairment é uma abordagem contábil e financeira para avaliar se os ativos das empresas são realmente avaliados a seus valores contábeis corretos. O teste de impairment é uma exigência regulatória para que os ativos sejam ajustados e reconhecidos nos registros contábeis de uma empresa.

É importante saber se há alguma necessidade de impairment, pois isso pode significar uma redução no valor dos ativos de uma empresa, o que pode afetar sua saúde financeira e sua capacidade de obter empréstimos para crescer.

Além disso, esse processo também pode ajudar as empresas a identificar melhor seus ativos e encontrar formas de aproveitar eventuais oportunidades de crescimento. Por isso, realizá-lo regularmente é uma ótima prática e pode ajudar a garantir que as empresas mantenham os registros contábeis corretos e estáveis.

Como fazer o Teste de Impairment?

Os testes de impairment são usados para avaliar a capacidade de um ativo para gerar fluxos de caixa futuros. Veja como realizá-lo:

Primeiro, é necessário determinar o valor em uso (VU) do ativo; em seguida, compare-o com seu valor contábil líquido, que é calculado como o valor justo de mercado menos ágio ou mais deságio. Se o VU for menor do que o valor contábil líquido, é necessário reconhecer um impairment.

A quantidade dela é calculada subtraindo o valor contábil líquido do VU. Por fim, é necessário registrar o resultado nos livros contábeis.

Com essas informações, todos os pares envolvidos no processo de teste de impairment terão uma melhor compreensão da necessidade de reconhecer um impairment.

Leia também: Indicadores financeiros: os 9 principais em uma empresa!

Benefícios de um Teste de Impairment bem sucedido

Um teste de impairment bem sucedido pode trazer uma série de benefícios para a sua organização. Ele permite aos gestores avaliar com precisão a existência de áreas onde os resultados sejam afetados por perdas, problemas estruturais ou outros fatores. Com base nisso, listamos abaixo 4 vantagens de um teste bem sucedido:

1. Uma melhor compreensão financeira:

O objetivo do teste de impairment é ajudar a entender como certas perdas ou problemas estruturais afetam a performance financeira da organização. Essa informação é útil para uma gestão financeira mais eficaz e evitando prejuízos.

2. Um melhor controle dos custos:

Realizar um teste de impairment é um excelente meio de identificar e identificar custos ocultos ou não-reconhecidos que possam levar à erosão dos resultados. Isso permite que você obtenha um maior controle sobre os seus gastos e realize melhores investimentos.

3. Melhor tomada de decisão:

Um teste de impairment é útil para que você possa tomar decisões mais acertadas, pois deixa claro onde é necessário mudar as estratégias para obter um melhor desempenho.

4. Majoração da confiança dos investidores:

Como foi mencionado, um teste de impairment ajuda a controlar os riscos financeiros, e também auxilia na elaboração de relatórios precisos que ajudam a majorar a confiança dos investidores. Sem dúvida, a realização desse processo, quando bem sucedido, é uma garantia de que sua gestão financeira é saudável.

Confira 5 indicadores financeiros que você deve ficar de olho:

indicadores financeiros Teste de impairment: entenda como fazer e 4 benefícios para a sua empresa

Como identificar quando realizar um Teste de Impairment?

O teste de impairment deve ser realizado quando há risco de depreciação e/ou amortização de um determinado ativo. Quando um ativo não tem um valor contábil maior do que seu valor justo, é necessário realizar esse processo.

Esse processo pode ajudar a identificar o problema com o ativo para decidir se é melhor mantê-lo na empresa ou se deve ser desfeito. Se um teste indicar que o valor contábil do ativo tem que ser corrigido, a empresa deve registrar as perdas no seu balanço patrimonial.

Exemplo de Teste de Impairment

O Teste de Impairment, como dito anteriormente, é usado para medir e relatar se os ativos caíram abaixo do seu valor contábil. Ele geralmente se concentra na avaliação do valor total dos ativos, mas pode se estender a itens individuais, como imóveis, veículos, equipamentos e outros.

O melhor exemplo é a análise de valor recuperável para os ativos. Isso envolve a comparação do valor justo de mercado de um ativo com o seu valor contábil. Se o valor justo de mercado for menor que o valor contábil, o ativo fica sujeito à perda de impairment.

Por exemplo, se a empresa possui um imóvel avaliado em US$ 10 milhões que foi adquirido por US$ 8 milhões, o valor contábil é de US$ 8 milhões. Se o valor justo de mercado do imóvel for de US$ 7 milhões, isso significa que há um potencial de impairment de US$ 1 milhão. Assim, essa perda deverá ser registrada nos livros contábeis para fins de relatório e impostos.

Leia também: Planejamento financeiro anual: qual a importância + 7 dicas

Dicas para realizar o Teste de Impairment

O objetivo de qualquer empresa é operar de forma lucrativa, para isso é necessário acompanhar e manter o valor dos seus ativos. O teste de impairment financeiro fornece informações importantes para que a empresa decida se precisa ou não reavaliar os seus ativos a fim de obter melhores resultados.

Existem algumas dicas que podem auxiliar na avaliação dos ativos através do Teste de Impairment:

  • use metodologias de avaliação de mercado confiáveis;
  • avalie seus custos de aquisição ou produção;
  • leve em conta a utilização da empresa de juros;
  • custos de manutenção e necessidade de novas atualizações tecnológicas.

Por fim, é importante realizar o Teste de Impairment periodicamente para garantir que os ativos da empresa estão sendo manuseados da melhor forma.

A tecnologia como aliada para a saúde financeira da sua empresa

Usar um software de indicadores é uma ótima ferramenta para ajudar na gestão financeira. Ele oferece uma forma simples e ágil de gerenciar as finanças de uma empresa ou negócio. Você pode acompanhar preços, margens de lucro, rentabilidade e outras métricas importantes para o sucesso do seu negócio.

Além disso, você conta com o suporte de um software de gestão para gerar relatórios detalhados e gráficos que mostram a saúde financeira da sua empresa. O STRATWs One, desenvolvido pela Siteware, oferece isso e muito mais!

Solicite agora uma demonstração e se surpreenda:

stratws one