Gestão Estratégica

Qual a importância do plano orçamentário anual + 5 dicas para implementação

Qual a importância do plano orçamentário anual + 5 dicas para implementação

Publicação : 23/11/2021

Por Viviane Rodrigues

9 min

Plano orçamentário anual
Plano orçamentário anual

Nos últimos meses do ano começamos a pensar no ano que está por vir. E para as empresas, essa é a hora de criar o plano orçamentário anual, visto que, com ele, o sucesso do negócio é mais certeiro.

É por meio deste planejamento que a empresa consegue ter uma visão geral da sua situação financeira e da quantia que poderá ser destinada para cada setor ou projeto. Isso é, se o plano for feito da forma correta.

Pensando nisso, o artigo de hoje explicará o que é e para que serve um planejamento orçamentário. Além disso, reunimos 5 dicas para lhe ajudar a criar um bom plano. Continue a leitura e garanta uma boa vida financeira para sua empresa!

O que é plano orçamentário anual?

De maneira resumida, podemos dizer que um orçamento é um cálculo do custo de algo. No caso de empresas, ele é a previsão de receitas e despesas para um período, que costuma ser anual. 

Como parte da gestão financeira, o orçamento serve para planejar como serão utilizados os recursos da empresa no período de um ano. 

Com base nesse conceito, o orçamento empresarial deve prever como será distribuída a receita entre os diferentes custos e, se for o caso, investimentos.

Fazer essa estimativa fornece uma visão geral da saúde financeira no negócio, garantindo assim o controle das finanças e permitindo um maior equilíbrio entre gastos e lucros.

Como fazer um plano orçamentário anual?

De maneira simplificada, um orçamento é composto de receitas e despesas. Mas é claro que quanto maior for a empresa, mais complexo será o seu plano orçamentário anual.

Ou seja, com ele sua empresa garantirá que gastos como água, luz, salários e impostos estão pagos antes de investir na criação de novos produtos para a marca. É preciso considerar todas as despesas fixas e variáveis essenciais para manter o negócio funcionando antes de distribuir dinheiro para novos projetos.

Após as obrigações, a empresa entenderá qual é seu lucro líquido, que pode ser destinado em investimentos nos diferentes setores da companhia. 

Além disso, durante a produção de um plano orçamentário anual, é necessário observar outros pontos de atenção:

Múltiplos cenários

É fato que não conseguimos prever o futuro, por isso é importante considerar que diversos cenários diferentes podem acontecer no longo prazo e que não temos controle de tudo. 

Desse modo, ao criar um planejamento para o ano seguinte, é necessário imaginar diferentes situações. O recomendado é criar diferentes cenários, como: 

  • Cenário positivo: qual a receita esperada e os possíveis gastos da empresa?
  • Cenário negativo: qual é a receita mínima que minha empresa precisa alcançar para pagar as principais despesas fixas e variáveis?
  • Cenário de aumento de demanda: quais são as estratégias que a empresa precisa adotar para manter suas contas em ordem e atender todos os pedidos extras? 

Independente de quais sejam as situações, o importante é criar cenários prováveis para estar sempre o mais preparado possível.

Corte gastos desnecessários

Para fazer o planejamento futuro, é preciso olhar para tudo que foi feito no passado. Desse modo, é possível identificar gastos desnecessários que influenciam no orçamento.

Essa redução de custos pode envolver desde gastos “supérfluos”, como desperdícios de materiais de escritório, até processos ineficientes da empresa, como gargalos na linha de produção e cadeia de suprimentos, o que acarreta muitos colaboradores fazendo hora extra.

Escolha ferramentas adequadas

Usando uma ferramenta adequada fica muito mais fácil gerar relatórios, analisar o fluxo de caixa e obter diversas outras informações que podem ser decisivas para a formulação de estratégias para o próximo ano. 

Por isso, o uso de um bom software voltado para gestão corporativa é de grande valia para esse processo. Essas ferramentas ajudam a responder perguntas estratégicas com o intuito de direcionar o plano orçamentário anual para o caminho certo, como:

  • Quais produtos não trouxeram bons desempenhos?
  • Em qual região os produtos da empresa têm melhor aceitação? 
  • Qual campanha de marketing teve melhor resultado?

Através de respostas como essas, fica mais fácil saber qual caminho seguir no próximo ano.

Leia também: Como estabelecer as rotinas e os processos da minha empresa? Conheça técnicas e ferramentas para aprimorar a produtividade da sua equipe

Acompanhe os resultados

De nada adianta um belo orçamento sem haver um acompanhamento e ações de correção.

Vendas abaixo do estimado ou despesas acima das estimativas podem indicar a necessidade de ações de correção, que quanto mais demorarem para acontecer, maior será o comprometimento do resultado orçado.

Desse modo, uma boa prática é a realização de reuniões mensais, nunca muito distante do encerramento do mês, com o intuito de discutir o desempenho das áreas, abordar sugestão sobre o retorno do orçamento, tratar sobre a descontinuidade de um produto, melhoria na gestão de despesas, dentre outras.

Fique de olho no retorno

Por vezes, acontece da empresa não conseguir o orçamento solicitado em cada um dos setores. Será preciso, assim, abrir mão de alguns projetos, mesmo que temporariamente.

Contudo, como decidir o que recebe verba e o que fica na gaveta para o período seguinte? Um dos principais critérios para fazer essa escolha é, sem sombra de dúvidas, o retorno. 

Ao investir em projetos que apresentam maior potencial financeiro, é possível obter o investimento de volta (até mesmo com um lucro!).

Assim sendo, é importante que na hora de montar o orçamento anual os representantes de cada setor envolvido na discussão apresentem a estimativa de retorno dos seus projetos. Dessa maneira, é possível ter uma ideia de como usar os recursos da empresa.

A Siteware pode ajudar a montar o plano orçamentário anual ideal para a sua empresa!

Agora você já sabe quais são os elementos que compõem um plano orçamentário e a importância desse processo para o crescimento da sua empresa. E se você quer levar ainda mais organização e efetividade para o seu plano, o STRATWs One pode lhe ajudar!

Esse software de gestão de performance corporativa já conquistou mil empresas e 160 mil usuários por oferecer vantagens como:

  • Criar e acompanhar KPIs de processos, projetos e pessoas;
  • Compartilhar informações com agilidade e transparência;
  • Integrar pessoas, operação e estratégia;
  • Encontrar oportunidades de melhoria;
  • Fazer a gestão de reuniões e do portfólio de projetos;
  • Empregar as principais metodologias de planejamento estratégico como BSC, OKR e SWOT;
  • Gerenciar riscos e analisar cenários;
  • Facilitar a troca de informação e a comunicação entre departamentos;
  • Focar na busca dos resultados que sua empresa procura alcançar.

Faça como a Vale, Unimed e centenas de outras empresas que usam a nossa solução: revolucione a gestão da sua empresa com o STRATWs One!

Deixe um comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *