Logo siteware
  Gestão de Equipe

O que é gestão de conflitos, principais benefícios para a sua empresa e 8 dicas de como colocar em prática

O que é gestão de conflitos, principais benefícios para a sua empresa e 8 dicas de como colocar em prática

Publicação: 01/08/2019

Por Siteware

10 min

O que é gestão de conflitos
O que é gestão de conflitos

É da natureza humana discordar. E discordâncias são, de fato, saudáveis ​​quando abordadas corretamente. Afinal, é a diversidade de opiniões que gera a inovação e novas maneiras de resolver problemas.

Mas, por outro lado, quando isso não acontece, abre-se também espaço para os conflitos.

Um conflito surge quando os indivíduos têm interesses, opiniões e processos de pensamento variados e não estão dispostos a comprometer-se uns com os outros, a ouvir o outro lado.

Erros de comunicação ou a tensão interpessoal podem facilmente fazer com que simples discordâncias se transformem em ressentimento ou coisas piores. Assim, as ideias divergentes com potencial para crescerem juntas podem acabar por diminuir a produtividade e prejudicar o desempenho das equipe.

Para evitar que isso aconteça, é fundamental saber gerenciar esses momentos conflituosos.

Neste artigo você vai conferir o que é gestão de conflitos nas organizações. Além disso, verá quais são os principais benefícios dessa prática e 8 dicas de como implementar no seu negócio.

Leia também: Como lidar com conflitos na empresa? Confira 6 dicas valiosas

O que é gestão de conflitos?

A gestão de conflitos refere-se a um conjunto de técnicas e ideias destinadas a reduzir os efeitos negativos de uma situação conflituosa e melhorar os resultados positivos para todas as partes envolvidas.

Um bom gestor de conflitos é aquele capaz de identificar e lidar com esse tipo de situação de forma sensata, justa e eficiente.

As técnicas e ideias utilizadas dependem do tipo de conflito que precisa ser gerenciado. Há os conflitos afetivos, motivados por algum motivo pessoal; os relacionados ao desempenho, processo ou tarefa específica; e o interorganizacional, que acontece entre duas ou mais empresas.

Seja qual for a natureza do conflito, é importante saber que a tensão entre as pessoas no ambiente de trabalho é algo natural. Afinal, cada ser humano é dotado de singularidades. Em equipes grandes e diversificadas é praticamente improvável que todos sempre concordem e compartilhem das mesmas ideias.

Mas uma parte importante do trabalho em equipe é trabalhar em torno das diferenças uns dos outros e não contra elas. Quando ocorrem conflitos, as engrenagens de uma empresa, que são os colaboradores, param de funcionar em sincronia, o que atrasa ou interrompe a produtividade.

Ou seja, o que é gestão de conflitos senão saber solucionar eventuais desavenças de uma forma que respeite os desejos e necessidades de todos, não é mesmo?

Mas, para obter sucesso nessa questão, é necessário entender as razões por trás dos conflitos, que raramente são “preto no branco”. Descobrir a causa de um conflito é essencial para qual abordagem adotar.

Causas comuns de conflitos no trabalho

  • Diferenças na personalidade: as pessoas vêm de diferentes origens ou culturas e têm suas próprias crenças e valores.
  • Diferenças nos estilos de trabalho: quando as pessoas esperam que os outros trabalhem da mesma maneira que elas e não respeitam o fato de que todos trabalham de maneira diferente.
  • Falta de comunicação ou mal-entendidos: a falta de comunicação contínua atrapalha o progresso dos projetos.
  • Disponibilidade de recursos: não saber dividir os recursos disponíveis também é uma das causas de conflitos nas organizações.
  • Mau atendimento ao cliente: a equipe precisa saber como lidar com as consultas e reclamações de uma maneira que deixe os clientes satisfeitos.
  • Local de trabalho mal organizado: o local de trabalho faz uma enorme diferença no comportamento das pessoas, mas as pessoas têm mais probabilidade de direcionar a frustração para uma pessoa do que o próprio espaço.
  • Má gestão: sem um líder forte, as pessoas carecem de direção e objetivos e, portanto, de motivação, o que leva à insatisfação e à geração de conflitos
  • Discriminação, assédio etc: tratar mal os outros devido às suas crenças, deficiências e outras características é ilegal e nenhum local de trabalho deve tolerar isso, o que pode levar a sérios conflitos difíceis e caros de resolver.

Veja mais: 4 principais técnicas de gestão de conflitos para acabar de vez com os problemas na sua empresa

Principais benefícios da gestão de conflitos

Para entender melhor o que é gestão de conflitos, vamos aos principais benefícios dessa prática.

  • Redução custos;
  • Aumento da capacidade de tomar melhores decisões de negócios;
  • Novas iniciativas são implementadas com mais eficácia e coesão;
  • Maior retorno sobre o investimento, com equipes e forças de trabalho puxando na mesma direção;
  • Melhor retenção de funcionários;
  • Aumento da produtividade;
  • Redução do absenteísmo;
  • Diminuição de retrabalhos;
  • Promoção de um ambiente de inovação e criatividade;
  • Fortalecimento das relações interpessoais;
  • Equipes mais engajadas e comunicativas;
  • Fomenta uma melhor percepção pública da sua empresa.

A gestão de conflitos é apenas um das muitas habilidades que um gestor de pessoas precisa dominar. Quer saber mais sobre esse tema? Então, dê uma olhada neste vídeo de nosso canal no YouTube:

8 dicas de como fazer uma boa gestão de conflitos

Agora que você já sabe o que é gestão de conflitos e suas vantagens, veja a seguir 8 dicas de como praticar na sua empresa.

1 – Faça uma avaliação de risco de conflito

Isso ajuda você a pensar em cada situação e determinar quais medidas preventivas ou corretivas são necessárias. Observe o comportamento das pessoas e procure sinais de conflito regularmente.

2 – Não ignore os conflitos

Os conflitos não desaparecem se você os ignorar. Os problemas tornam-se mais difíceis de enfrentar quanto mais tempo você os deixa passar. Portanto, procure lidar com o conflito o quanto antes para evitar que ele se transforme em algo mais sério.

3 – Pratique a política de ‘portas abertas’

Conflitos não podem ser relatados se você não parecer acessível ou se os funcionários se preocuparem com a possibilidade de não serem levados a sério. Incentive os funcionários a falar sempre que precisarem.

4 – Promova a diversidade

Procure apoiar as diferenças e adotar uma cultura positiva em relação a opiniões, estilos de vida e atitudes diversificadas. Se as pessoas virem que o comportamento discriminatório não é aceitável, elas estarão menos propensas a fazê-lo.

Deixe isso claro através da sua política de gerenciamento de conflitos.

5 – Torne-se um mediador

Isso significa que, caso haja um conflito, há alguém encarregado de reunir as pessoas para ouvir cada lado da história e chegar a uma solução como um grupo.

6 – Mantenha-se calmo e no controle

Lembre-se: como gerente ou supervisor, você está dando um exemplo para o resto de sua equipe. Por isso, ao gerenciar um conflito, mantenha-se calmo e mostre que você tem o controle da situação.

7 – Ataque o problema e não as pessoas

Uma coisa que você não pode mudar é o fato de que as pessoas têm diferentes perspectivas e opiniões, por isso não as critique.

Em vez disso, concentre-se em identificar a causa do conflito, promova a tolerância e a compreensão e busque alcançar uma solução para a causa-raiz do problema.

Você sabe como descobrir a causa de um problema? Então, confira este vídeo:

8 – Veja o conflito como oportunidade

Oculto dentro de praticamente todos os conflitos está o potencial para uma tremenda oportunidade de aprendizagem. Onde há discordância, há um potencial inerente para crescimento e desenvolvimento. Afinal, posições divergentes abordadas adequadamente podem estimular a inovação e a aprendizagem.

Um líder ruim pode gerar conflitos na empresa. Quer saber como evitar isso? Então, confira este infográfico gratuito: 10 péssimos hábitos de liderança

Ficou claro o que é gestão de conflitos? Temos certeza de que, com as dicas que demos aqui, isso não será mais um problema para a sua empresa.

Saiba mais: 4 principais técnicas de gestão de conflitos para acabar de vez com os problemas na sua empresa

O STRATWs One é um software de gestão de performance corporativa que mostra indicadores de desempenho em tempo real. Assim, ele pode ajudar sua empresa a detectar, por exemplo, como os conflitos estão interferindo nos processos e nas equipes de sua empresa.

Deixe um comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado.