Gestão de Equipe

4 principais técnicas de gestão de conflitos para acabar de vez com os problemas na sua empresa

4 principais técnicas de gestão de conflitos para acabar de vez com os problemas na sua empresa

Publicação : 01/11/2018

Por Siteware

7 min

Como é o clima organizacional em sua empresa?

Existem aqueles membros da equipe que “não se bicam” e vivem de nariz torcido um para o outro?

Esse tipo de postura pode ser extremamente prejudicial para o clima de trabalho e, principalmente, para a carreira desses profissionais.

Na posição de gestor de pessoas, uma das principais responsabilidades é fazer com que todos os colaboradores trabalhem em equipe. Mas para que essa função seja exercida com sucesso, é preciso conhecer bem algumas técnicas de gestão de conflitos.

Veja algumas delas neste post e comece a aplicar agora mesmo!

O que gera conflitos nas empresas?

Na prática, várias situações diferentes podem gerar conflitos entre pessoas dentro de um determinado grupo:

  • Divergências por conta do repasse de recursos da empresa;
  • Indecisão sobre as atividades prioritárias;
  • Problemas com horários;
  • Ideias diferentes para executar alguma atividade.

E cabe sempre ao gestor assumir a função de entender a situação e encontrar uma resolução.

Neste conteúdo, preparamos uma relação com 4 técnicas de gestão de conflitos que você precisa conhecer.

Porque existem conflitos nas empresas?

Antes de encontrar as técnicas de gestão de conflitos, é importante entender o que caracteriza um conflito em si e porque ele acaba acontecendo nos ambientes de trabalho.

O que é conflito, afinal?

Podemos dizer que um conflito é uma situação em que duas pessoas ou partes não concordam com uma opinião comum. Em outras palavras, o conflito surge principalmente por causa das diferenças de opiniões ou perspectivas.

Isso significa que um conflito pode ser definido como a própria diferença de opiniões em si. E na verdade é bom ter diferentes perspectivas na equipe.

Mas, ao mesmo tempo, a empresa pode ser prejudicada se eles não forem tratados adequadamente. Deve-se evitar que cheguem a um nível de disputa maior, envolvendo o bom trabalho das equipes.

4 técnicas de gestão de conflitos que você precisa conhecer

1 – Colaborar para resolver os problemas

Colaborar é a técnica de gerenciamento de conflitos mais produtiva. Quando os membros da equipe confiam uns nos outros e sabem que precisam trabalhar juntos para alcançar um objetivo comum, automaticamente os conflitos são resolvidos de forma rápida.

Como gestor, você precisa entender junto com o time qual a causa do problema e quais os pontos de vista dos membros da equipe em relação a ele.

Apresentar uma solução inovadora e obter consenso entre todos é a chave para essa técnica de resolução de conflitos. Dessa forma, o engajamento entre colaboradores não será prejudicado.

Como a resolução de problemas requer a consideração de múltiplos pontos de vista, essa técnica leva um bom tempo e muito esforço em comparação com as outras.

2 – Suavizar a situação

Suavizar a situação deve ser empregado quando os argumentos surgem entre as partes e você minimiza o problema, buscando pontos comuns. Isso não significa negar as diferenças, que devem ser discutidas com cuidados, mas sem antagonismo extremo.

A ideia é fazer com que cada um dos envolvidos dê um passo atrás, esfrie a cabeça e aproveite para pensar sobre o que está acontecendo.

A suavização é um trabalho temporário e não resolve o problema real. Mas ele é extremamente importante como uma das técnicas de gestão de conflitos. Com ele você consegue melhorar o ambiente e fazer a solução surgir de forma mais natural e mais harmônica.

3 – Atue como um mediador

Ser um mediador é uma das técnicas de gestão de conflitos que vai ajudar todas as partes a concordarem com um caminho escolhido.

A verdade é que as pessoas que estão no meio de um conflito precisam ver no gestor a segurança de uma pessoa experiente, capaz de ver novas alternativas.

Mas para assumir essa posição na prática, aqui estão alguns pontos importantes. Entenda o trabalho de um mediador durante um conflito:

  • Escute separadamente ambos os lados antes de tomar uma atitude;
  • Identifique se há interesses externos por trás das posições de cada lado;
  • Procure sempre por alternativas ganha-ganha;
  • Mantenha ambas as partes focadas ​​e respeitosas;
  • Impeça que qualquer parte sinta que está perdendo voz na empresa;
  • Tenha sempre por escrito os acordos que são feitos.

4 – Deixe claro que estão em um ambiente profissional

Um dos grandes motores para gerar mais e mais conflitos dentro das empresas está no fato de que algumas pessoas assumem uma divergência como algo pessoal.

A partir daí, a resolução deixa de ser o foco. Assim, a própria discussão para encontrar o lado certo ou errado é que predomina, na maioria das vezes.

Por isso, é papel de um gestor manter a comunicação aberta entre todas as partes durante um conflito. Mas deixe claro que aquela discussão é relacionada a um problema de nível profissional.

Antes de conduzir uma reunião formal entre pessoas envolvidas em algum conflito, faça com que as duas partes concordem com algumas diretrizes dessa reunião:

  • Peça para que todos se expressem com calma;
  • Evitem colocar emoções na fala;
  • Peça que as partes concordem em tentar entender a perspectiva do outro;
  • Diga que se violarem as diretrizes, a reunião acaba.

O objetivo final da resolução de conflitos é que ambas as partes resolvam o problema entre si. Tente facilitar a reunião e ajude cada um a identificar o verdadeiro problema que causa o conflito. O foco sempre deve estar a nível profissional, e não pessoal.

Veja também: Gestão de conflitos nas empresas: Uma Visão Mais Abrangente!

Aproveite e veja algumas dicas de como organizar reuniões:

 técnicas de gestão de conflitos

A Siteware desenvolve o STRATWs One, um software de gestão de performance corporativa que alinha expectativas e aproxima os colaboradores dos objetivos da empresa por meio de uma comunicação transparente que favorece a resolução de divergências.

Revolucione a gestão da sua empresa com o STRATWs One

Conflitos podem desmotivar o time e gerar baixa engajamento, veja mais em nosso e-book gratuito: O alto custo do baixo engajamento dos colaboradores