Logo siteware

Você sabe mesmo o que é Social Selling? Confira e use em seu negócio

CONTEÚDO

Publicação:
Publicação:
o que é Social Selling

CONTEÚDO

Usar as redes sociais para aumentar a interação e engajamento com os clientes, para então conseguir aumentar as vendas. Você pode ter ouvido falar nessa estratégia de marketing digital, mas talvez não saiba que ela é conhecida como Social Selling.

Para entender melhor o que é Social Selling, é só ter em mente que a ideia por trás desse modelo é a construção de relacionamentos duradouros e próximos com o cliente para que a venda seja apenas uma consequência.

Empresas que monitoram termos em mídias sociais, alimentam blogs com conteúdo educativo e relevante, seguem prospects no LinkedIn e interagem com os usuários, já estão fazendo Social Selling.

Também chamada de venda social, o método tem 4 pilares:

  1. Perfil focado no comprador.
  2. Rede de contatos relevante.
  3. Encontrar potenciais clientes.
  4. Envolver a sua audiência.

Empresas que seguem esses passos e são líderes em vendas sociais criam 45% mais oportunidades. Ainda não se convenceu? Veja abaixo a importância mais detalhes sobre o que é Social Selling e a importância das interações sociais.

Tudo que você precisa saber sobre o que é Social Selling

A importância de interações sociais com seu prospect

Vendedores de sucesso já se deram conta de que devem ser o mais “humano” que puderem em cada interação com o cliente. Temos medo e desconfiança por natureza do que é novo, e para transpassar esse instinto inicial, é preciso educar o público-alvo antes de pensar em vender algo.

Outro motivo forte para você interagir com seu prospect nas redes sociais é que ninguém quer falar com um vendedor que utilize técnicas invasivas. Você provavelmente possui uma história não muito agradável com vendedores com quem conversou ao longo da vida, principalmente por telefone.

Por causa dessa experiência ruim, é natural que as pessoas queiram evitar a abordagem tradicional de sales rep, mesmo que o produto e a oferta sejam quase irresistíveis. Os especialistas concordam: Jeffrey Gitomer, em seu livro Social Boom!, afirmou que “o processo de vendas nunca mais será o mesmo depois das redes sociais”.

Todos somos sociais, as vendas também

Relacionamentos sempre foram fundamentais na área de vendas, seja no mercadinho local ou em uma transação B2B. Ao construir esses relacionamentos pessoais, as relações de negócio também se constroem e evoluem junto. Somos seres sociais e por isso crescemos e aprendemos a nos conectar uns aos outros em todos os contextos, seja familiar, acadêmico ou profissional.

De acordo com um estudo da IBM, 97% das ligações frias são ineficazes. É baseada nisso que a venda social acontece: estimulando relacionamentos na era das redes sociais.

É importante ressaltar para quem realmente quer entender o que é Social Selling: trata-se de usar as mídias sociais como ferramentas de vendas, e não como plataforma para venda direta.

Ou seja, é um processo, ou a melhoria dos processos de vendas tradicionais. Vendas sociais implicam no uso das plataformas sociais para prospectar, qualificar, conectar e, claro, vender.

O grande trunfo deste método é criar valor e engajamento, não apenas muitas relações superficiais. A empresa deve participar ativamente dos grupos a que pertence, publicar conteúdos relevantes, tirar dúvidas sobre o produto ou serviço e por aí vai.

Cuidado com as interações

Empresas que se deram conta disso estão apostando nas warm introductions, ou seja, um contato mais humano. Elas respeitam os limites do razoável nas mídias sociais porque sabem que existem diferença no tipo de interação conforme a plataforma utilizada.

Para engajar um usuário no LinkedIn, é válido iniciar um diálogo ou até mesmo convidá-lo para um grupo de discussão. Já adicionar esse contato no Facebook e curtir uma foto pessoal é cruzar esse limite. No mundo B2B, entrar na esfera pessoal dessa maneira já é desrespeitar a etiqueta de negócios.

Quando você começa um contato frio pelas mídias sociais, precisa levar em conta aspectos como as diferenças geográficas. Não adianta tentar imitar a maneira como uma empresa norte americana faz marketing nas redes sociais, já que nos Estados Unidos as pessoas estão mais acostumadas a serem abordadas no meio online caso as empresas ofereçam um bom conteúdo. Os brasileiros apresentam uma resistência maior e você precisa levar isso em conta na hora de planejar as interações.

As 5 Keywords do Social Selling

Há alguns verbos que você precisa memorizar se realmente quer saber o que é Social Selling. De acordo com Axel Schultze, CEO da Social Media Academy, para que sua estratégia dê resultados reais, você precisará:

  1. Entender: saber quem são os influenciadores do seu cliente.
  2. Visitar: consultar blogs, perfis, páginas preferidas, conexões.
  3. Ouvir: entender necessidades, inseguranças, desafios, anseios e problemas do prospect.
  4. Conversar: interaja pelas redes, mas não venda.
  5. Navegar: sabendo tudo sobre o usuário, já existe uma certa familiaridade e a conexão foi feita. Agora já dá para oferecer o que ele quer.

Este post foi escrito pela equipe da Meetime, um software de inside sales criado para simplificar o processo de vendas e auxiliar sua equipe comercial a ter melhores resultados.

[Template Gratuito]
[Template Gratuito]
[E-book Gratuito]
[E-book Gratuito]
[Guia prático]
[Guia prático]
[Template Gratuito]
[Template Gratuito]
[Kit Gratuito]
[Kit Gratuito]
[E-book Gratuito]
[E-book Gratuito]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Template Gratuito]
[Template Gratuito]
[Kit de produtividade]
[Kit de produtividade]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Ferramenta Gratuita]
[Ferramenta Gratuita]