Logo siteware
  Comunicação

Gráficos de indicadores de desempenho: 7 exemplos e 7 dicas de como construí-los e interpretá-los

Gráficos de indicadores de desempenho: 7 exemplos e 7 dicas de como construí-los e interpretá-los

Publicação: 09/10/2019

Por Siteware

8 min

Gráficos para indicadores de desempenho
Gráficos para indicadores de desempenho

Os indicadores-chave de desempenho (KPIs) são fundamentais para uma gestão mais eficiente e focada em resultados. Mas isso você já deve saber.

A questão que provavelmente te fez clicar neste artigo foi: como traduzir visualmente os dados coletados pelos KPIs em gráficos?

Felizmente, temos a resposta que você procura.

Neste artigo você vai conferir 7 exemplos de gráficos para indicadores de desempenho e 7 dicas de como construí-los e interpretá-los.

Continue a leitura e saiba qual tipo de gráfico é o mais adequado para as suas necessidades e saiba o que fazer para transmitir as informações que precisa da maneira mais acertada.

Leia também: Ferramentas de análise de indicadores e resultados: 8 dicas para visualizar melhor seus dados e obter insights valiosos

Você também pode gostar destes materiais, eles contêm gráficos avançados e dashboards no Excel:

7 exemplos de gráficos de indicadores de desempenho

Usar um gráfico de performance para ilustrar o desempenho de seus KPIs pode ajudar muito em apresentações. Por isso, dê uma olhada nos gráficos ideias e como mostrar indicadores com eles em diferentes situações.

1 – Gráficos de colunas

Os gráficos de colunas são ótimos quando a intenção é comparar resultados entre dois ou mais indicadores. Este modelo pode ser usado também para fazer comparações do mesmo indicador em períodos diferentes e analisar a evolução dos resultados.

Confira abaixo um exemplo de gráfico de colunas para um KPI muito importante para os processos de Recursos Humanos:

Gráficos para indicadores

Fonte: Guia do Excel

2 – Gráficos de linhas

Os gráficos de linhas são indicados para analisar a evolução de determinado indicador ao longo do tempo. Eles são considerados ideais para verificar tendências nos dados em intervalos iguais, pois os mesmos são exibidos de forma contínua.

No gráfico de linhas, os valores ficam no eixo vertical e os dados de categoria distribuem-se de maneira uniforme pelo eixo horizontal.

Veja a seguir um exemplo de gráfico de linha para o KPI Volume de Vendas:

Gráficos para indicadores

Fonte: Excel Easy

3 – Gráficos de pizza

Os gráficos de pizza são muito utilizados quando a intenção é dar uma ideia de proporcionalidade. Ou seja, esse modelo de gráfico mostra a representação do valor de determinado indicador sobre o valor total.

Para fazer comparações no gráfico de pizza, todos os valores precisam ser positivos. Além disso, evite colocar muitas categorias para não prejudicar a visualização do gráfico.

Gráficos de indicadores

Fonte: Microsoft

4 – Gráficos de barras

Nesta dica de gráficos de indicadores de desempenho, segue-se a mesma lógica do gráfico de colunas. A diferença é que neste aqui as barras se encontram na horizontal.

As barras horizontais são utilizadas quando se quer enfatizar os dados dispostos no eixo vertical.

Gráficos para indicadores

Fonte: Adriano Pataro

5 – Gráficos de área

Os gráficos de área servem para quando você deseja enfatizar a dimensão de determinada mudança durante um período. A intenção é chamar a atenção para uma tendência identificada.

Além de mostrar os valores do indicador em questão, este modelo de gráfico faz também uma relação da parte com o todo.

Gráficos de indicadores

Fonte: Excel Easy

6 – Gráficos de superfície

O gráfico de superfície lembra muito um mapa topográfico. Ele é indicado para quando você quiser combinar dois conjuntos de dados.

Para sua elaboração, é necessário que as categorias, as séries e os dados sejam valores numéricos.

Gráficos de indicadoresFonte: SlideShare

7 – Gráficos de radar

Encerrando nossa lista de exemplos de gráficos de indicadores de desempenho, temos o gráfico de radar.

Ele tem esse nome porque os dados são exibidos como pontos que se conectam por linhas, remetendo a uma tela de um radar.

O gráfico de radar pode ser utilizado para comparar diferentes séries de dados. A cada uma dessas séries é atribuída uma cor específica.

Gráficos de indicadores

Fonte: Easy Excel

Este post também pode interessar a você: Metodologia de análise de dados: 6 etapas para colocar em prática

7 dicas de como construir e interpretar gráficos para indicadores de desempenho

  1. Identifique o tipo de gráfico que melhor traduz os dados que você quer comunicar;
  2. Evite colocar muitas variáveis no mesmo gráfico, pois isso pode confundir o leitor;
  3. Procure ordenar as categorias de dados de forma lógica (ordem alfabética, numérica etc.);
  4. Para dados muito longos, utilize gráficos de barras horizontais em vez de colunas;
  5. Em gráficos de pizza, não faça uso de mais do que 5 fatias;
  6. Fique atento às variáveis e à estrutura do gráfico na hora de interpretá-lo;
  7. Procure compreender o que cada número representa individualmente no cenário representado pelo gráfico.

O que achou dos nossos exemplos e das nossas dicas? Agora que você já sabe tudo sobre gráficos de indicadores de desempenho, não ficará mais perdido na hora de apresentar os resultados dos seus KPIs.

Saiba mais: Gráficos para apresentação de resultados: conheça os 5 principais e veja dicas de softwares para criar o seu

Não basta empregar corretamente gráficos de performance avançados e dashboards no Excel se você não conta com um software para capturar, analisar e compartilhar as informações.

A verdade é que não há como mostrar indicadores, mesmo usando os gráficos ideias, se os dados não forem coletados rapidamente e de forma confiável.

Conheça o STRATWs One

O STRATWs One é um software de gestão de performance corporativa que ajuda a criar, acompanhar e divulgar os dados de sua empresa de forma ágil e transparente.

Ele é usado por mais de mil empresas no mundo e 160 mil colaboradores porque apresenta vantagens como estas:

  • Encontrar oportunidades de melhoria;
  • Fazer a gestão de reuniões e do portfólio de projetos;
  • Usar a meritocracia e a gestão à vista para motivar e gerenciar equipes;
  • Empregar as principais metodologias de planejamento estratégico como BSC, OKR e SWOT;
  • Potencializar a governança corporativa;
  • Gerenciar riscos e analisar cenários;
  • Facilitar a troca de informação e a comunicação entre departamentos.

Revolucione a gestão da sua empresa com o STRATWs One

Daniella DoyleJornalista e Publicitária de formação, está no mercado há mais de 15 anos com foco em gerar resultados para empresas B2B por meio de estratégias online e offline. Adora uma nova tendência e trabalhar com métricas e metas. É gerente de marketing na Siteware e, quando sobra um tempinho, aproveita para tricotar e pintar!

Quer descobrir como criar um painel de controle para apresentar seus resultados de forma visual, com ajuda de gráficos? Então, baixe nosso e-book gratuito: Como criar o seu dashboard de indicadores de desempenho em 3 dias

Deixe um comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado.