.elementor-element .elementor-swiper .swiper { overflow: hidden; }

Leapfrogging: como dar saltos competitivos com a empresa?

CONTEÚDO

Leapfrogging

CONTEÚDO

Em uma época em que tudo muda rapidamente, as empresas precisam lidar tanto com desafios, quanto com chances de crescer. Em uma dessas oportunidades está o conceito de leapfrogging, inspirado pelas ideias de Joseph Schumpeter sobre como a inovação transforma completamente a economia. Schumpeter nos mostrou que as novidades podem rapidamente tornar obsoletas as empresas e métodos antigos.

O leapfrogging ocorre quando empresas usam a tecnologia para superar grandes desafios, especialmente em logística e infraestrutura, pulando etapas antigas e movendo-se diretamente para soluções avançadas. Isso não só coloca as empresas na frente da concorrência, mas também aumenta sua eficiência e competitividade de forma significativa.

Se você está interessado em entender mais sobre o conceito de leapfrogging, como funciona e até com práticas reais, continue a leitura aqui e saiba tudo sobre!

rockefeller

O que é leapfrogging?

O leapfrogging é um conceito que se refere à ideia de “saltar sobre” etapas convencionais ou tradicionais em um processo de desenvolvimento, especialmente no contexto de inovação tecnológica, desenvolvimento econômico, ou progresso social.

Originado das teorias econômicas de Joseph Schumpeter, que falava sobre “destruição criativa”, o leapfrogging foi adaptado para descrever como países, empresas ou setores podem avançar rapidamente, adotando tecnologias ou práticas avançadas sem passar por etapas intermediárias que seus predecessores tiveram que enfrentar.

No contexto tecnológico e empresarial, o leapfrogging ocorre quando novas tecnologias permitem que um país ou uma empresa pulem direto para o uso de métodos e ferramentas mais avançados. Isso é particularmente visível em países em desenvolvimento, onde a falta de infraestrutura existente em certas áreas pode ser uma vantagem, permitindo a adoção direta de tecnologias mais modernas e eficientes.

Por exemplo, regiões que nunca tiveram amplas redes de telefonia fixa podem adotar imediatamente tecnologias móveis e de internet, pulando completamente a necessidade de construir a infraestrutura tradicional de telefonia.

O leapfrogging é visto como uma maneira de superar desvantagens de desenvolvimento e acelerar o crescimento econômico e a inovação. Ao invés de seguir lentamente os passos incrementais de desenvolvimento, o leapfrogging permite uma transformação rápida, aproveitando o que há de mais recente em tecnologia e práticas de gestão.

Isso pode levar a um aumento significativo na produtividade, eficiência, e até mesmo na sustentabilidade, já que tecnologias mais recentes tendem a ser mais limpas e eficientes.

O case Nubank

O Nubank é frequentemente citado como um exemplo de technology leapfrogging no setor financeiro, principalmente por sua abordagem disruptiva que transformou o mercado bancário na América Latina, começando pelo Brasil.

Quando o Nubank foi lançado em 2013, muitos consumidores brasileiros enfrentavam dificuldades com os serviços bancários tradicionais, que incluíam burocracia elevada, taxas de serviço altas e uma experiência de cliente pouco satisfatória.

O Nubank utilizou tecnologia de ponta para criar uma estrutura bancária totalmente digital, sem a necessidade de uma rede física de agências. Isso permitiu que a empresa oferecesse serviços mais eficientes e com custos mais baixos

Reconhecendo que muitos de seus potenciais clientes já utilizavam smartphones como parte de seu cotidiano, o Nubank focou em uma experiência de usuário móvel de primeira linha.

Isso não apenas atendeu às expectativas dos consumidores mais jovens e tecnologicamente experientes, mas também se tornou acessível para uma ampla gama de pessoas, incluindo aquelas que anteriormente não tinham acesso fácil aos serviços bancários.

O Nubank começou oferecendo um cartão de crédito sem anuidade controlado por um aplicativo intuitivo, algo relativamente novo no mercado brasileiro na época. 

Desde então, expandiu sua gama de produtos para incluir contas de débito, poupança, empréstimos, e até seguros, sempre com o foco em simplicidade, transparência e custos reduzidos. Essa abordagem inovadora desafiou os modelos de negócios bancários tradicionais e forçou o setor inteiro a se adaptar.

Além de suas inovações iniciais, o Nubank continua a investir em tecnologia e novos serviços, mantendo-se na vanguarda do setor financeiro. Essa disposição para constantemente questionar e reinventar como os serviços financeiros podem ser prestados coloca o Nubank em linha com a essência do leapfrogging: usar inovação para ultrapassar etapas e estabelecer novos padrões.

Como aplicar o leapfrogging?

Iniciar um movimento de leapfrogging dentro de uma empresa, especialmente em um ambiente que demanda constante inovação e transformação digital, requer uma abordagem holística e estratégica.

O primeiro passo é realizar um diagnóstico profundo do estado atual da empresa, identificando não apenas as lacunas e desafios, mas também as oportunidades latentes. Este diagnóstico deve abranger desde a infraestrutura tecnológica até a cultura organizacional, passando pelos processos internos e a posição no mercado.

Após esse mapeamento, é crucial definir objetivos claros e tangíveis que alinhem as metas de inovação com os objetivos de negócio da empresa. Esses objetivos devem ser ambiciosos, mas ao mesmo tempo realistas, servindo de norte para as iniciativas de transformação digital.

Nesse cenário, as empresas precisam cultivar um ambiente que não apenas aceite, mas encoraje a inovação e a experimentação. Isso significa criar um espaço onde o risco é visto como uma parte essencial do processo de aprendizagem e onde falhas são vistas como oportunidades de crescimento.

Além disso, a liderança deve desempenhar um papel ativo neste processo, modelando a abertura à mudança e o compromisso com a inovação.

Dessa forma, a tecnologia é, sem dúvida, um elemento chave no leapfrogging. Identificar e adotar tecnologias emergentes que possam oferecer vantagens competitivas é vital. No entanto, mais do que simplesmente adotar novas ferramentas, as empresas precisam considerar como essas tecnologias podem ser integradas de forma a transformar processos de negócios, melhorar a experiência do cliente e abrir novos canais de mercado.

A abordagem ágil e a mentalidade de startup podem acelerar a inovação, permitindo a prototipagem rápida e o teste de novas ideias em ciclos curtos. Isso ajuda a empresa a iterar rapidamente com base no feedback, aprendendo com cada falha e ajustando a estratégia conforme necessário.

Além disso, é essencial estabelecer métricas de sucesso e indicadores-chave de desempenho (KPIs) para acompanhar o progresso e ajustar a estratégia de acordo. Essa abordagem orientada por dados ajuda a manter o foco nos resultados, garantindo que os esforços de inovação estejam alinhados com os objetivos de negócios da empresa.

Por fim, mas não menos importante, o foco no cliente deve guiar todas as iniciativas de leapfrogging. A inovação deve ser direcionada para atender às necessidades e superar as expectativas dos clientes, seja através da melhoria de produtos e serviços existentes, seja pela criação de novas soluções que resolvam problemas de forma criativa e eficaz.

Promover o leapfrogging dentro de uma empresa é, portanto, um processo complexo que exige visão, liderança, cultura de inovação, adoção estratégica de tecnologia, e uma abordagem centrada no cliente.

Ao navegar por esses desafios com um plano claro e adaptável, as empresas podem não apenas sobreviver, mas prosperar, redefinindo seus mercados e estabelecendo novos padrões de excelência.

Próximos passos

O STRATWs One é uma plataforma de gestão de desempenho empresarial que pode desempenhar um papel significativo em auxiliar empresas a adotarem estratégias de leapfrogging, principalmente por sua capacidade de integrar dados, otimizar processos de decisão, e promover a transparência e colaboração em todos os níveis organizacionais. 

Isso porque o STRATWs One permite a coleta, análise e visualização de dados em tempo real, proporcionando aos líderes e equipes uma compreensão clara do desempenho empresarial.

Com acesso a informações precisas e atualizadas, as empresas podem tomar decisões rápidas e fundamentadas, identificando oportunidades de inovação ou áreas que necessitam de melhorias imediatas. Essa capacidade é crucial para o leapfrogging, pois permite que as organizações se movam rapidamente para aproveitar novas tecnologias ou mudanças no mercado.

A plataforma potencializa a colaboração entre equipes e departamentos, facilitando a troca de ideias e promovendo uma cultura de inovação aberta.

Ao permitir que os funcionários compartilhem insights, resultados e aprendizados, o STRATWs One ajuda a criar um ambiente onde a inovação é valorizada e incentivada. Esse ambiente colaborativo é fundamental para o desenvolvimento e implementação de estratégias de leapfrogging.

Solicite uma demonstração agora mesmo e saiba mais sobre o STRATWs One!

stratws one