Logo siteware

O que é uma ameaça em segurança da informação? Como calcular o seu impacto?

CONTEÚDO

Publicação:
Publicação:
O que é uma ameaça em segurança da informação

CONTEÚDO

Você saberia dizer o que é uma ameaça em segurança da informação? E o que é vulnerabilidade em segurança da informação?

Os ataques cibernéticos e a proteção de dados sensíveis têm se tornado grandes preocupações para empresas do mundo todo.

Mais do que nunca, com a transformação digital de processos e a migração de operações para o ambiente virtual, as empresas precisam fazer uso de mecanismos capazes de garantir a segurança de seus dados e informações valiosas.

Neste artigo, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre ameaça em segurança da informação e vulnerabilidades.

Continue a leitura para entender quais são os principais tipos de ameaça em segurança da informação e alguns exemplos fundamentais sobre o tema. a:

Exemplos de ameaças:

  1. Falhas humanas
  2. Malware 
  3. Ransomware
  4. Spyware

Exemplos de vulnerabilidades:

  1. Vulnerabilidades de rede
  2. Softwares desatualizados
  3. Ausência de uma política de segurança da informação bem estruturada

Ameaça em segurança da informação e vulnerabilidades

ameaça em segurança da informação

De pequenas companhias a grandes organizações, a segurança da informação é um tópico que deve ser levado muito a sério.

Segundo o relatório anual Panorama de Ameaças 2021, elaborado pela empresa de segurança online Kaspersky, os chamados ciberataques aumentaram 23% no ano passado.

No primeiro semestre de 2021, o Brasil sofreu 16,2 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos, de acordo com um levantamento feito pelo FortiGuard Labs.

São várias as ameaças e vulnerabilidades que podem ocorrer e colocam em risco a segurança da informação das empresas.

Leia mais: Segurança da informação: o que é e como criar uma política para proteção de dados

O que é uma ameaça em segurança da informação?

Podemos definir o que é uma ameaça em segurança da informação como qualquer fator ou ação capaz de interferir e causar danos à integridade, à confidencialidade, à autenticidade e à disponibilidades de dados e informações sobre a empresa.

Leia também: Entenda como funciona a segurança da informação em cloud

O que é vulnerabilidade na segurança da informação?

a vulnerabilidade na segurança da informação se refere a situações que colocam a empresa em uma posição mais suscetível a ataques e ações mal-intencionadas. 

A norma ISO 27000 define as vulnerabilidades como fraquezas com potencial de serem exploradas por ameaças à segurança da informação.

Qual a diferença entre ameaça em segurança da informação e vulnerabilidade?

Com base nas definições dadas dois dois tópicos anteriores, podemos dizer que a diferença entre ameaça e vulnerabilidade é a seguinte: as ameaças estão ligadas a ações intencionais ou acidentais que buscam e exploram vulnerabilidades.

As ameaças a determinados ativos de informação se concretizam por meio das vulnerabilidades, fraquezas e lacunas na segurança.

Exemplos de ameaça em segurança da informação e vulnerabilidades

Para entender melhor sobre o que é uma ameaça em segurança da informação e o que é vulnerabilidade, confira a seguir alguns exemplos:

Exemplos de ameaça em segurança da informação

1 – Falhas humanas

As falhas humanas representam ameaças para a segurança da informação, pois têm relação com o comportamento dos usuários no manuseio de dados sensíveis. São ameaças internas que podem causar grandes problemas.

Nesse sentido, contratar bons profissionais de TI e retê-los em sua empresa é fundamental.

Neste Webinar gravado, você conhece as melhores práticas para reter e recrutar colaboradores de TI:

2 – Malware

O Malware é um software malicioso, programa que infecta os computadores da empresa, corrompe arquivos e acessa dados sigilosos. Geralmente ele é executado via anexos de e-mail, links suspeitos, pendrive, etc. Existem diversos tipos de malware pela internet.

3 – Ransomware

Ransomware é um tipo de ataque em que hackers sequestram dados corporativos importantes e os liberam mediante pagamento de resgate, ameaçando apagar todos os dados caso as exigências não sejam acatadas pela vítima.

4 – Spyware

Essa ameaça tem como objetivo espionar os computadores da companhia  para coletar informações de relevância para o espião.

Exemplos de vulnerabilidades

1 – Vulnerabilidades de rede 

Falhas da rede que podem expor a empresa à ação de terceiros, como falta de senha ou senha fraca para a rede wi-fi e ausência de um firewall.

2 – Softwares desatualizados

Quando os sistemas e aplicações que rodam nos computadores de um negócio  estão desatualizados, eles ficam mais vulneráveis às ameaças.

3 – Ausência de uma política de segurança da informação bem estruturada

Empresas que não contam com uma sólida política de segurança da informação não sabem quais regras e melhores práticas adotar no dia a dia de seus processos para se proteger das ameaças.

Veja também:  Política de segurança da informação: no que as grandes empresas estão de olho?

Quais são os tipos de ameaça em segurança da informação?

As principais ameaças à segurança da informação aos quais você deve se manter atento são:

  • Ataques direcionados: utilizam-se informações específicas sobre uma empresa e técnicas de engenharia social para executar um ciberataque. Essas informações podem ser cruciais para os criminosos.
  • Ataques persistentes avançados: é um tipo de ameaça com foco na espionagem online e essas tentativas de ataque só param quando o objetivo é alcançado.
  • Ataque DDoS (Distributed Denial of Service, ou Negação de Serviço Distribuída): são enviadas múltiplas solicitações para o sistema invadido buscando sobrecarregá-lo e torná-lo indisponível.

Para evitar comprometer os dados de sua empresa, é preciso fazer a gestão de riscos. Essa prática envolve não apenas a área de TI, mas muitos outros aspectos do negócio.

Saiba mais assistindo a este vídeo que dá dicas de como iniciar ações efetivas rapidamente:

Como calcular o impacto de uma ameaça à segurança da informação?

O impacto de uma ameaça se refere às consequências de determinado evento que acomete à segurança dos ativos.

A mensuração do impacto é feita a partir da combinação dos seguintes fatores:

  • Valor do ativo;
  • Valor da ameaça;
  • Valor da vulnerabilidade.

Quanto maior for o valor do ativo, da ameaça e da vulnerabilidade, mais grave tende a ser o impacto.

Saiba mais: Indicadores de segurança da informação: 8 dicas para acompanhar seus processos de segurança e manter seus dados protegidos

A Siteware criou o STRATWs One, um software de gestão de performance corporativa que ajuda empresas a criarem indicadores de desempenho, acompanhá-los, compartilhá-los e proceder as melhores nos processos,  a partir da análise desses indicadores. Para entrar em contato com nossa equipe, clique abaixo:

stratws one

Deixe um comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado.

[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]