Metodologias de Gestão

Conheça seu mercado fazendo a análise das 5 Forças de Porter!

Conheça seu mercado fazendo a análise das 5 Forças de Porter!

Publicação : 28/11/2017

Por Luiza Andrade

10 min

5 forças de porter
5 forças de porter

(Clique no player para ouvir a narração do nosso post sobre Análise das 5 Forças de Porter! Deixe nos comentários o que achou.)

Conhecer seu próprio mercado, tendo noção da atratividade e do possível lucro que pode ser feito em cima dele é algo essencial para o sucesso de um bom negócio.

Com a ferramenta de análise das 5 forças de Porter, fazer esse estudo se torna um hábito muito mais simples e sistemático.

Mas você sabe como fazer a análise de Porter? Nesta postagem, apresentamos um panorama sobre esta ferramenta de planejamento estratégico e algumas dicas de como usá-la.

Separamos aqui alguns materiais práticos e gratuitos que podem te ajudar a aplicar melhor as 5 forças de Porter. Confira e já garanta os seus antes de continuar a leitura:

Análise das 5 forças de Porter

Diversos especialistas de mercado utilizam desta análise para auxiliar na criação do planejamento estratégico de uma empresa, que guia o caminho pelo qual ela deseja percorrer até chegar ao ápice do seu sucesso.

Mas como usar essa ferramenta, sem entender o que são essas 5 forças, por exemplo, ou mesmo como aplicá-las na análise do mercado de seu negócio? É isso que vamos estudar agora.

O que são as 5 Forças de Porter?

É uma ferramenta criada por Michael Porter, nos anos 70, com o objetivo de avaliar e analisar o ambiente externo no qual a organização está inserida.

Um exemplo da análise das 5 Forças de Porter, neste caso: se você tem uma empresa de software, a análise de Porter te ajuda a investigar se o seu software está no nível dos seus concorrentes, além de sondar como é a competitividade neste mercado.

Seu objetivo, portanto, é medir a competitividade do mercado e apontar se seu negócio está inserido nele ou não. Assim, você consegue ter uma visão mais ampla da sua concorrência, aprendendo com ela a desenvolver melhor seu próprio negócio.

Mas o que é a competitividade do mercado?

O conceito de competitividade utilizado nesta ferramenta quer chegar a respostas de perguntas como:

  • O mercado em que sua empresa está inserida é lucrativo?
  • Vale a pena investir?
  • Se sim, como ser melhor que a concorrência?

Para responder as essas questões, Porter explica que existem 5 forças externas que influenciam seu negócio e que podem torná-lo menos rentável.

De antemão, podemos garantir: quanto maiores as forças analisadas, maiores as chances de o mercado ser lucrativo.

Conheça cada uma das Forças de Porter

5 forças de porter

1- Rivalidade entre os concorrentes

A rivalidade entre empresas de um mesmo segmento é um ponto crucial a ser analisado. Você precisa, portanto, saber exatamente quem são seus concorrentes diretos, além de acompanhar suas estratégias e desenvolvimento.

Estudar seus concorrentes é algo primordial e que deve ser feito com frequência. Se pergunte quais são as estratégias que eles estão usando.

A partir delas, descubra como se destacar no mercado em que vocês estão disputando. Analise as vantagens que eles têm, procure conhecer seu público-alvo, suas táticas e falhas.

2- Poder de negociação dos fornecedores

Você precisa ter em mente qual é o impacto que seus fornecedores têm em relação ao seu produto e, consequentemente, no desenvolvimento do seu negócio.

Será que você está na mão deles? Para chegar a uma conclusão, pense em quantos fornecedores você tem. Se forem poucos, tente ampliar essa relação, comparando preços, prazos de entrega e qualidade.

E, o mais importante: não dependa de apenas um ou outro! Não se esqueça que seus fornecedores não são necessariamente exclusivos da sua empresa. Eles podem, e provavelmente estão, fornecendo para seus concorrentes também.

3- Ameaça de produtos substitutos

O terceiro ponto da análise das 5 forças de Porter se refere aos produtos substitutos.

Se você já possui um produto ou serviço, você sabe que ele atende a uma necessidade específica ou resolve algum problema. Mas, por mais inovador que seu produto seja, isso não significa que você estará isento de concorrência.

Portanto, liste os concorrentes que possuem produtos que trazem benefícios parecidos ou iguais ao seu e invista em cima dessa análise. O que seu produto tem ou pode ter de diferente que fará com que as pessoas não pensem duas vezes antes de escolherem por você?

4- Ameaça de entrada de novos concorrentes

O que você e a concorrência já existente do seu mercado podem fazer para barrar – ou pelo menos dificultar – a entrada de novos concorrentes?

Essa não é uma questão que costuma surgir na cabeça dos empreendedores, mas essa prevenção pode fazer você ter muito menos dores de cabeça! Fatores que costumam barrar novos aventureiros em mercados são: marcas bem consolidadas, patentes e contratos de exclusividade.

5- Poder de negociação dos clientes

Qual o poder dos clientes em relação ao seu produto? O poder de decisão do consumidor é muito forte, principalmente em relação ao preço e a qualidade oferecida pelo produto. Na verdade, não tem como fazer uma boa análise das 5 forças de Porter sem se atentar para este quadro.

A máxima de “o cliente sempre tem razão” não é de toda errada, quando pensamos no poder que o cliente tem de exigir preços mais baixos ou produtos melhores. No final, quem define o valor que o seu produto ou serviço tem são seus consumidores (ou a falta deles).

Portanto, quanto maior o nível de competição do mercado em que seu produto está inserido, maior é o controle dos próprios consumidores sobre suas vendas.

Por exemplo, se poucas empresas oferecem o serviço que eles procuram, o controle é voltado para os fornecedores. Mas quando o ticket médio – o valor médio que cada cliente gasta em suas compras no seu estabelecimento –  é alto, isso faz com que a empresa e o cliente tenham uma relação mais equilibrada, de dependência.

Para saber qual o poder que seus clientes têm sobre você, se faça algumas perguntas:

  • Qual é a proporção de compradores para empresas que fornecem o mesmo produto ou um semelhante ao meu?
  • Qual é o poder desses clientes para ditar os termos do meu negócio?
  • Como o ticket médio dos meus clientes influencia no processo de compra?
  • Minha clientela é ativa nas redes sociais, seja para fazer reclamações ou para ajudar na credibilidade da minha marca?

Baixe aqui sua PLANILHA PARA ANÁLISE DAS 5 FORÇAS DE PORTER 

Qual a importância dessa análise para as organizações? 

A análise das 5 Forças de Porter é uma das ferramentas de gestão empresarial  que se aplica a qualquer empresa, independentemente do seu tamanho. Suas conclusões são importantes para mostrar qual a posição da organização no mercado, visualizando pontos positivos e negativos, além de forças e fraquezas da própria empresa e da concorrência.

Fazer o uso dessa análise permite que a equipe tenha um conhecimento mais aprofundado dos seus serviços, clientes e concorrentes.

Dessa forma, a estratégia da organização pode ser desenvolvida de forma muito mais planejada e inteligente.

Para ter um negócio de sucesso, não basta apenas ter uma ideia genial: você precisa estar sempre de olho à sua volta, sondando o que os outros fazem de diferente e inovador. Assim, você pode aprender com eles, além de descobrir como estar sempre um passo à frente.

Gostou do conteúdo sobre como fazer análise de Porter? Então assine nossa newsletter e fique por dentro de todos os artigos sobre ferramentas e gestão estratégica empresarial!

A Siteware trabalha com o software STRATWs ONE que auxilia empresas a aumentarem sua produtividade alinhando seus esforços em torno de objetivos, metas e entregas, estimulando a comunicação e a colaboração.

Confira algumas dicas de nossos profissionais baixando este e-book gratuito: Como fazer Gestão Estratégica