Liderança

Você sabe o que é pipeline de liderança? Acelere sua carreira com ele

Você sabe o que é pipeline de liderança? Acelere sua carreira com ele

Publicação : 04/12/2018

Por Siteware Siteware

7 min

Líderes “nascem prontos” ou evoluem ao longo da carreira?

É possível se tornar um líder? Aprender a liderar?

Essas são questões complexas sobre as quais a abordagem do pipeline de liderança trouxe algumas constatações importantíssimas, que você precisa conhecer.

A verdade é que a ideia de líder supremo, inquestionável e muitas vezes temido tem caído por terra dentro das organizações.

Atualmente, os modelos de liderança tradicionais vêm sendo repensados nas empresas. Com isso, as relações entre líderes e liderados se torna cada vez mais horizontais e fluidas.

Tendo em vista esse contexto, Ram Charam, Stephen Drotter e James Noel explicam como é possível preparar novos líderes no livro “Pipeline de Liderança: o desenvolvimento de líderes como diferencial competitivo

Confira agora o que é pipeline de liderança, de que forma esse método pode ajudar os profissionais a ocuparem posições de comando e os principais benefícios que isso traz para a organização.

Veja também: 25 técnicas de liderança: seja um grande líder para sua empresa

O que é pipeline de liderança?

A teoria do pipeline de liderança criada por Ram Charam diz que a liderança deve ser desenvolvida de acordo com o perfil e habilidades de cada profissional.

Pipeline significa uma tubulação com diferentes desdobramentos. Charam utiliza esse conceito como metáfora e explica em seu livro que a liderança deve partir de um ponto e gerar ramificações.

Aqui, as potencialidades e a evolução de cada profissional são avaliadas e os resultados são mensurados com o objetivo de planejar a trajetória de liderança daquele profissional, a qual se dá em todos os níveis organizacionais.

A aplicação do pipeline de liderança tem como principais vantagens:

  • treinamentos mais estruturados
  • adequação das atribuições em cada nível gerencial
  • delimitação mais clara das funções
  • facilitação do planejamento de sucessões

Antes de conferir as 6 transições do pipeline de liderança, dê uma olhada neste vídeo de nosso canal no YouTube ele conta com diversas dicas de liderança:

As 6 transições do pipeline de liderança

O processo de desenvolvimento da liderança no trabalho corporativo se dá a partir de 6 transições fundamentais. Cada uma delas implica aprendizado, aperfeiçoamento e desenvolvimento de habilidades.

Dessa forma, ao respeitar essas transições, a empresa consegue treinar os seus colaboradores para cada posição específica de liderança.

1ª Transição – de gerenciar a si mesmo para gerenciar os outros

Nessa primeira transição, o colaborador individual é treinado para assumir a gerência de primeira linha. Ele vai aprender a planejar o fluxo de trabalho da equipe e a delegar tarefas, bem como motivar seus liderados e mensurar os resultados.

2ª Transição – de gerenciar os outros para gerenciar gerentes

Aqui, os profissionais precisam estar totalmente desapegados das tarefas individuais e pensar além de suas funções, preocupando-se com questões de caráter mais estratégico. Então ele deixa de gerenciar apenas a sua equipe e aprende a gerenciar os gerentes das outras equipes.

3ª Transição – de gerenciar gerentes para gerenciar uma função

Na terceira transição do pipeline de liderança, são desenvolvidas habilidades de comunicação. Como os líderes dessa transição precisarão gerenciar certas funções e áreas com as quais eles não estão completamente familiarizados, é preciso um esforço a mais para entendê-las.

4ª Transição – de gerente funcional para gerente de negócios

A quarta transição é, talvez, a mais importante para qualquer empresa. É aqui que os gerentes se tornam responsáveis pelos resultados financeiros da organização.

Os profissionais passam a ter significativa autonomia, sendo necessário maiores habilidades no gerenciamento do trabalho. Nessa transição eles aprendem a comandar diferentes funções e a lidar com um maior número de pessoas.

5 ª Transição – de gerente de negócios para gerente de grupo

As principais habilidades que precisarão ser desenvolvidas nessa transição são as de avaliação de estratégias. Assim, é preciso que o líder tenha uma visão mais global e consiga lidar com complexidades ao administrar múltiplos negócios.

Leia mais: Sua empresa como um todo: entenda a visão holística empresarial

6ª Transição – de gerente de grupo para gestor corporativo

A sexta e última transição tem como foco maior os valores da organização. Isso porque os líderes que chegaram até essa etapa precisam estabelecer os caminhos a serem seguidos e conduzir o desempenho da empresa.

E, na verdade, esse desempenho deverá estar em consonância com a estratégia de longo prazo.

Aqui, os líderes não devem se preocupar com as “partes”, mas sim com o todo.

Confira esta ilustração que representa os 6 passos do pipeline de liderança:

Conclusão: a liderança é uma evolução constante

Os profissionais que querem ocupar posição de liderança precisam passar por todas as 6 transições que citamos aqui.

Por isso, ao pular uma ou mais etapas, o desempenho dos liderados e dos demais indivíduos pode ser gravemente prejudicado, refletindo nos resultados da empresa.

Veja também: 7 livros sobre liderança que você não deve deixar de ler

Acompanhar o desempenho da empresa e de seus liderados é fundamental para qualquer gestor.

O STRATWs ONE é um software de acompanhamento de performance corporativa. Ele integra o pensamento estratégico do líder com a execução, por meio das pessoas.

Revolucione a gestão da sua empresa com o STRATWs ONE

Baixe nosso e-book gratuito e se capacite ainda mais para a liderança em sua empresa: GUIA: o que um gestor precisa saber para se tornar um líder de sucesso?