.elementor-element .elementor-swiper .swiper { overflow: hidden; }

Como usar ferramentas de integração de dados na sua empresa?

CONTEÚDO

homem usa ferramentas de integração de dados em tela de computador

CONTEÚDO

Os dados estão por todos os lugares e a coleta de informações que podem aumentar a eficiência de uma empresa passa pela compra dos insumos e vai até a distribuição dos produtos. Por isso, é fundamental usar ferramentas de integração de dados. 

Em suma, essas ferramentas coletam dados em diferentes fontes e os unificam em um único lugar. A propósito, esse é o primeiro passo para, depois, analisar as informações coletadas e gerar insights para a administração do negócio.  

Continue lendo para descobrir quais são as melhores ferramentas de integração de dados para a sua empresa e porque usar um software para este fim!

Primeiramente, por que investir em ferramentas de integração de dados?

As ferramentas de integração de dados não são um recurso novo. No entanto, foi nos últimos anos que elas conquistaram importância quase central nos negócios. Essa visibilidade tem uma razão bem clara: o big data.

Quando usamos esse termo, o que está em jogo não é somente a quantidade massiva de dados. A capacidade de análise da empresa e a rapidez com que consegue coletar, tabular, analisar e interpretar essas montanhas de informação são igualmente importantes.

Caso queira saber mais sobre esse assunto, aperte o PLAY no vídeo a seguir e confira resumo sobre ele:

Atualmente, as fontes dos dados são muitas. Eles podem ser coletados pelos sistemas da empresa, vir de parceiros e até serem comprados, nos casos em que a legislação permite. 

Mas, para serem analisados, eles precisam estar todos em um só lugar. Nesse sentido, as ferramentas de integração de dados são essenciais, pois são elas que possibilitam essa centralização das informações — muitas vezes, até em formatos diferentes — para o uso.

Além disso, há outra grande vantagem no uso dessas ferramentas: elas permitem o acesso aos dados em tempo real, de qualquer lugar. 

Para quem atua em um mercado de mudanças tão rápidas quanto o atual, isso pode ser a diferença entre ser uma empresa líder no setor ou apenas mais um concorrente.

Aproveite para baixar o nosso e-book gratuito e tire todas as suas dúvidas sobre a Gestão 4.0!

Quais as principais ferramentas de integração de dados?

Como falamos, existem diversos tipos de ferramentas que cumprem diferentes funções no trabalho com dados em uma empresa. 

Também conhecidas como Business Intelligence, elas podem trabalhar em conjunto para realizar a integração dos dados. A seguir, separamos algumas das mais usadas para você!

Data warehouse

O nome dessa ferramenta de integração de dados, quando traduzido para o português, seria algo como “armazém de dados”, e isso já dá algumas pistas da sua função. 

Na prática, esse sistema é programado para centralizar e consolidar quantidades enormes de dados, provenientes de diversas fontes. Ou seja, ele coleta informações em formatos diferentes, para, em seguida, armazená-los e cruzá-los.

Como essa ferramenta guarda imensas quantidades de dados, ela serve para criar um registro histórico da empresa. E isso pode ser um fator diferenciador em momentos de necessidade, além de ajudar na tomada de decisão.

Tipicamente, em um sistema de data warehouse, você encontra:

  • banco de dados relacional, que permite armazenar e também gerenciar os dados;
  • ferramenta de ELT, que prepara os dados para serem analisados;
  • opção de mineração de dados e extração de relatórios com os dados analisados estatisticamente;
  • ferramentas que permitem realizar a análise dos clientes, visualizar e apresentar as informações para os usuários.

Há ainda outras ferramentas que trazem algoritmos dotados de machine learning e permitem tipos mais sofisticados de análises.

ETL 

As ferramentas de ETL (do inglês, Extraction, Transformation, Loading) surgiram na década de 1970 e fazem exatamente o que o seu nome sugere, ou seja, extraem, transformam e carregam os dados. 

Basicamente, elas são soluções usadas quando é preciso combinar dados de fontes variadas e são uma das ferramentas envolvidas na construção de um data warehouse. 

Cuidado para não confundir com a sigla ELT. Pois é, essa ferramenta também existe e tem uma abordagem diferente para um processo similar. 

As letras significam as mesmas coisas, mas em uma ordem diferente — e, neste caso, a ordem dos fatores altera, sim, o resultado. Sendo assim, as ELTs são usadas para enviar o processamento para a database, melhorando o desempenho.

MDM

Já as ferramentas de MDM lidam com as informações mais sensíveis da empresa, ou os chamados dados mestres. Não à toa, MDM é a sigla em inglês para “gerenciamento de dados mestres”.

Isso, por sua vez, são informações relativas a funções muito estratégicas da empresa. Dois exemplos bem fáceis de entender são os dados relativos aos consumidores e aqueles dos produtos. 

As informações de vendas também podem entrar nessa categoria, além de outros tipos de dados mestres que aparecem segundo o setor de cada organização.

Por essa descrição, já é possível imaginar que as ferramentas de MDM têm uma preocupação especial com a segurança, certo? Pois, é. Por lidar com informações mais sensíveis, essa é uma forte característica desse tipo de ferramenta.

No mais, os dados mestres são usados por todos os outros sistemas da empresa. Portanto, um pequeno erro pode ter consequências desastrosas e causar prejuízos devastadores. Daí vem a necessidade de um sistema para realizar o gerenciamento dessas informações.

Como fazer a implementação da integração de dados em uma empresa?  

O primeiro passo para implementar um sistema de business intelligence é entender a necessidade e a estrutura da empresa. Só assim você pode dar o segundo passo, que é escolher a ferramenta para melhor atender a sua demanda.

E antes de colocá-la para rodar, você precisa ainda fazer a gestão da mudança, para incorporar a nova ferramenta suavemente e sem afetar a produtividade das equipes. 

Por esse motivo, não se esqueça de investir no treinamento dos colaboradores, uma vez que o fator humano é essencial nos processos de mudanças.

E após implementar as ferramentas de integração de dados, o que fazer? Bem, é hora de dar um passo a mais na gestão estratégica e definir os KPIs

Isso porque os indicadores são a melhor forma de dar bom uso para os dados, verificando se a sua estratégia está levando a empresa no caminho desejado.

Para esclarecer todas as suas dúvidas sobre os KPI, você pode baixar nosso material gratuito sobre o tema!

E para fazer isso, é bom contar com um sistema de planejamento estratégico completo. Essa ferramenta ajuda a aumentar os resultados, pois possui recursos visuais que melhoram o desdobramento estratégico da companhia. 

Além disso, um sistema de gestão empresarial facilita o acompanhamento do desempenho, ao centralizar a monitoração de todos os indicadores. Sabe o que é melhor? Temos uma dica de software que entrega tudo isso e muito mais: o STRATWs One

Com ele, você aumenta a produtividade das equipes e ainda tem acesso a dados que melhoram o planejamento estratégico e operacional. Solicite hoje mesmo uma avaliação gratuita e veja como ele pode ajudar seu negócio a crescer!

Banner 16 Como usar ferramentas de integração de dados na sua empresa?