Logo siteware

Mapa conceitual e mapa mental: o que são, quando usar cada um e como fazer

CONTEÚDO

Publicação:
Publicação:
casal analisa um mapa conceitual e mapa mental em um museu

CONTEÚDO

Mapa conceitual e mapa mental são duas ótimas ferramentas para ajudar a organizar o pensamento e colocar temas complexos em perspectiva. Mas você sabe as diferenças entre um e outro, quando escolher entre os dois e até mesmo como fazer um mapa mental ou conceitual? 

Fazer esses diagramas pode ser não só muito útil, mas também divertido e uma ótima forma de você liberar a sua criatividade. Pode, inclusive, ser uma maneira prática para vencer um bloqueio criativo que está impedindo os planos de avançarem. 

Veja também nosso kit gratuito com ferramentas para organizar a gestão da sua empresa: 

Neste conteúdo, nós vamos explicar as principais diferenças entre mapa conceitual e mapa mental, semelhanças e dar exemplos de situações em que cada um deles vai ajudar mais. Além, é claro, de ensinar você a dominar as ferramentas para fazer o melhor uso possível. 

Prepare as canetas coloridas, a folha tamanho A2 e a disposição, porque depois de ler você vai querer pôr a mão na massa! 

O que são mapa conceitual e mapa mental? 

Mapa conceitual e mapa mental são duas ferramentas gráficas para esquematizar ideias. Elas proporcionam a visualização de conceitos ou contextos, de forma a facilitar a compreensão ou ajudar a lembrar de pontos importantes do conteúdo. 

Ainda assim, os dois diagramas não são sinônimos — apesar de serem parecidos. Nos próximos tópicos, vamos explicar as diferenças e semelhanças entre eles. 

Mapa conceitual e mapa mental: semelhanças 

A principal semelhança entre os dois tipos de mapas é o fato de serem ferramentas para a esquematização e visualização de ideias. Ambos são muito usados como ferramentas para estudos, mas também ajudam muito no mundo corporativo. 

Em reuniões, por exemplo, você pode usar esses esquemas para tomar notas e depois se lembrar do que foi tratado no encontro. Ou eles podem ser um auxílio importante em uma reunião de brainstorming, para que depois seja possível recuperar as ideias que foram dadas e as conexões que foram feitas ao longo do exercício. 

Está cansado de reuniões chatíssimas? Veja nosso infográfico com sugestões para mudar isso: 

Além disso, o mapa conceitual e o mapa mental são ferramentas esquemáticas. Ou seja, eles trazem somente os conceitos e as ideias principais. Mas você nunca vai encontrar um texto longo, cheio de frases principais e subordinadas. Por outro lado, os recursos visuais estão liberados. Tudo o que servir para você organizar melhor é válido: cores diferentes, desenhos, fotos e o que a criatividade pedir.  

Diferenças entre mapa conceitual e mapa mental

Apesar de parecidos, o mapa conceitual e mapa mental têm algumas diferenças que são importantes de se conhecer. Essas diferenças podem tornar um mais adequado que o outro às suas necessidades em diferentes momentos. 

O mapa mental é um diagrama que lembra uma árvore: há uma ideia principal, que vai “puxando” todas as outras por meio da associação. A partir de um conceito-chave, você vai ligando outros que estão relacionados de forma mais ou menos direta. Os conceitos estão conectados pelo contexto, ou pelo universo ao qual pertencem, como você pode ver no exemplo abaixo: 

exemplo de mapa mental
Fonte: Hipertexto/UFRJ

O mapa conceitual, por sua vez, tem uma estrutura em rede. As ideias de um hub frequentemente se conectam às de outro, de forma que é mais fácil enxergar as relações entre os elementos do esquema. 

Outra diferença está na sintaxe: enquanto no mapa mental colocam-se só substantivos, o mapa conceitual tem espaço também para os verbos. Eles vêm representados nas linhas que conectam um hub ou conceito ao outro, tornando explícita a relação entre as coisas. 

Por essas suas características, o mapa conceitual é uma ferramenta muito boa para entender assuntos ou contextos complexos. Fica ainda mais fácil de compreender observando o exemplo a seguir: 

FgDebRRoeL5hwqQOiS28iImXyYFtNDaUy 7bYUPccbhcuOIJvdYKRgNfg UrCrJ 68Gi7 Mapa conceitual e mapa mental: o que são, quando usar cada um e como fazer
Crédito: Primeiro da Classe

Como fazer um mapa mental ou conceitual? 

A boa notícia é que existem várias formas de como fazer um mapa mental ou conceitual. A mais tradicional delas é com os bons e velhos caneta(s) e papel. Pegue uma folha grande de papel (recomendamos tamanho A2) e canetas de várias cores e deixe a sua criatividade fazer as conexões das ideias. 

Mas, se você tem um perfil mais digital ou se precisa do produto final digitalizado, também existem formas de fazer o seu mapa mental ou conceitual com uma ajudinha da tecnologia. Para os mapas mentais, o app.mindmapmaker.org é uma boa opção gratuita, que permite salvar o arquivo no Google Drive ou na nuvem da sua preferência. Se não tiver internet, não tem problema, porque o app funciona offline. 

O seu mapa conceitual, você pode fazer no Learn About Concept Maps. Além de ter os recursos básicos gratuitamente para você fazer o seu diagrama, ainda tem materiais que ajudam a organizá-lo.

A plataforma Miro também é muito interessante, tanto para a elaboração de mapas conceituais como de mapas mentais. Além de ter um board praticamente infinito em tamanho, permite a colaboração em tempo real. 

Além disso, algumas dicas são úteis para você tirar o maior proveito dessas ferramentas, e nós vamos apresentá-las a seguir. 

Defina um conceito principal

O trabalho de fazer um mapa conceitual e um mapa mental começa antes de colocar as ideias no papel (ou na tela). O primeiro passo é identificar qual é o conceito principal. No caso do mapa mental, ele será o “tronco” da sua árvore. No mapa conceitual, pode acabar virando um hub secundário, mas será o seu ponto de partida para o diagrama. 

Identifique os conceitos secundários

Depois, você vai precisar definir quais são os conceitos relacionados ao seu tópico principal para começar a organizá-los no esquema. No caso do mapa mental, esse pode ser um processo bem dinâmico, e você pode ter que definir esses conceitos à medida que as ideias são faladas — essa parte é tão divertida quanto desafiadora. 

Organizar o formato

As linhas, as formas, as cores, tudo isso é informação no seu mapa mental ou mapa conceitual. Para não gerar confusão na posterior interpretação do mapa, o mais recomendado é você criar uma hierarquia e uma legenda para esses aspectos visuais. Defina o que significa cada cor, cada forma, tipos de linhas diferentes. 

Tenha boas fontes de informação

Imprescindível para fazer bons mapas conceituais e mapas mentais é ter uma boa quantidade de informações de fontes confiáveis e que permitam ter uma visão ampla sobre o tema tratado. No contexto empresarial, isso pode ser suprido com um bom software de gestão. 

O STRATWs One é uma plataforma que transforma em processos a metodologia de gestão da sua empresa. Ao fazê-lo, ele permite que você estabeleça quais são os indicadores importantes para cada processo, bem como acompanhá-los em tempo real. 

Para saber mais sobre indicadores, baixe nosso kit sobre o assunto. É grátis: 

Ao longo do tempo, isso vai fornecer informações que vão permitir que você compreenda aspectos fundamentais sobre a empresa. Atualmente, já são 180 mil usuários em 20 países a se beneficiarem da plataforma. Entre os clientes, estão Magazine Luiza, Vivara e o grupo Centauro. 

Solicite a sua demonstração gratuita e tenha os dados mais atualizados e organizados da sua empresa!

Um comentário

  1. Marina Silva

    Postagem muito boa. Acabei de descobrir seu blog e
    gostaria de dizer que gostei muito de olhar seus posts. Em
    qualquer caso, vou subscrever o seu feed RSS e espero
    que volte a escrever em breve. 🙂

Deixe um comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado.

[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]