Logo siteware

Referência no desenvolvimento de softwares de gestão, empresa mineira Siteware prepara ampliação

CONTEÚDO

Publicação:
Publicação:
software de gestão

CONTEÚDO

Nosso CEO, Marcello Ladeira, foi entrevistado pelo jornal Hoje em Dia. A matéria foi publicada nesse domingo, 5/7/2015.

Confira!

Referência no desenvolvimento de software de gestão, empresa mineira Siteware prepara ampliação

Por: José Antônio Bicalho – Hoje em Dia

Quando fala do início da empresa, Marcello Ladeira, presidente da Siteware, ri ao lembrar que não entendia nada de gestão. Hoje, os softwares desenvolvidos pela empresa são referência em monitoramento de desempenho e utilizados por clientes como Vale, Votorantim Cimentos e Café Três Corações.

Esse início foi há 20 anos, quando um grupo de estudantes de Ciências da Computação da PUC-Minas desenvolveu um programa para controle das obras internacionais da Andrade Gutierrez. Estava lançada a semente dos programas atuais da Sitware, de controle de indicadores de desempenho, adaptáveis a qualquer empresa, independentemente do setor de atividade.

Em 2002, a Siteware levou o programa para a Internet, o que representou um marco de crescimento. E, hoje, um novo salto está sendo dado, com a adaptação dos softwares para rodarem no ambiente de nuvem.

“Até agora, nossos clientes se restringiam a grandes empresas. Agora vamos ganhar escala, com adaptações para as pequenas e médias empresas”, diz Ladeira.

O segredo dos softwares, diz, está na eficiência e na simplicidade. Seu uso é intuitivo, fácil para ser alimentado ou de parametrizar resultados. Eles seguem a metodologia de gestão pelos resultados desenvolvida pelo professor Vicente Falconi.

Na Vale, por exemplo, os programas da Siteware permitem o acompanhamento de mais de 100 mil indicadores de desempenho que vão desde detalhes de áreas específicas, como gasto de pneus de caminhões, por exemplo, até os resultados consolidados de desempenho operacional e financeiro.

Criatec

A Siteware é hoje uma das 15 empresas em funcionamento no parque tecnológico BH Tec, na região da Pampulha. Sua carteira de clientes não é grande (35 empresas), mas como são todos de grande porte, o número de usuários dos programas ultrapassa 40 mil pessoas.

Para dar o salto na nuvem, a empresa recebeu injeção de R$ 2,5 milhões por meio do fundo de inovação e empreendedorismo Criatec II, no primeiro semestre do ano. O dinheiro foi utilizado para financiar a adaptação dos programas ao novo ambiente e, principalmente, para o desenvolvimento das versões que serão oferecidas às pequenas e médias empresas.

Segundo Ladeira, a Siteware foi escolhida para integrar o Criatec porque se encaixava exatamente no perfil exigido pelo programa. Perfil tecnológico, reprodutibilidade do produto final e perspectiva de grande crescimento a partir de investimento relativamente baixo.

O fundo é gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com recursos ainda do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Banco de Brasília (BRB), Badesul Desenvolvimento e Bozano Investimentos. O fundo tem, hoje, um capital comprometido de R$ 186 milhões.

Com a abertura de novos mercados, a expectativa de Ladeira é a de que a empresa, dentro de três anos, esteja faturando seis vezes mais.

Um escritório foi inaugurado em São Paulo no primeiro semestre. A empresa tem projetos de expansão para os Estados Unidos.

Veja a matéria na íntegra.

[Template Gratuito]
[Template Gratuito]
[E-book Gratuito]
[E-book Gratuito]
[Guia prático]
[Guia prático]
[Template Gratuito]
[Template Gratuito]
[Kit Gratuito]
[Kit Gratuito]
[E-book Gratuito]
[E-book Gratuito]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Template Gratuito]
[Template Gratuito]
[Kit de produtividade]
[Kit de produtividade]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Planilha Gratuita]
[Ferramenta Gratuita]
[Ferramenta Gratuita]