12 principais indicadores ESG para acompanhar na sua empresa

CONTEÚDO

indicadores esg

CONTEÚDO

Ser uma empresa ESG (Environmental, Social Governance) já deixou de ser um diferencial e se tornou quase obrigatório para empresas que desejam se destacar no mercado. Isso porque ao acompanhar os indicadores ESG, as organizações não apenas contribuem para um mundo mais justo e sustentável, mas também se posicionam favoravelmente no mercado, atendendo às crescentes demandas de consumidores, investidores e reguladores.

Dessa forma, entender os indicadores ESG é fundamental para qualquer organização que aspire não só a atender a esses padrões, mas também a se destacar no cenário global competitivo. Uma pesquisa da Deloitte mostrou que 75% dos investidores globais deram preferência de investimento para empresas que acompanhavam e mensuravam o ESG internamente

Por isso, se você está interessado em tornar a sua empresa mais justa e sustentável, este artigo é especialmente para você. Aqui, além de destacar quais são os principais indicadores ESG para se acompanhar, trago algumas dicas de certificações e como medir ESG e mais!

A seguir, confira tudo o que você precisa!

O que são indicadores ESG?

Os indicadores ESG são métricas utilizadas para avaliar o desempenho de uma empresa nos aspectos Ambientais, Sociais e de Governança. Estes indicadores são fundamentais na era moderna dos negócios, pois refletem não apenas a capacidade de uma empresa de operar de forma sustentável, mas também seu comprometimento com práticas éticas e sociais responsáveis.

No aspecto ambiental, os indicadores ESG ajudam a medir o impacto de uma empresa no mundo natural, incluindo seu uso de recursos, emissões de gases de efeito estufa e gestão de resíduos.

Os indicadores sociais, por outro lado, focam na gestão das relações da empresa com seus funcionários, fornecedores, clientes e as comunidades onde operam. Isso inclui práticas justas de trabalho, direitos trabalhistas, segurança do produto, engajamento comunitário e proteção dos direitos humanos.

Finalmente, os indicadores de governança envolvem a avaliação da liderança de uma empresa, auditorias, controles internos e direitos dos acionistas. Uma governança forte assegura que uma empresa seja administrada de maneira ética, transparente e responsável, reduzindo riscos e construindo confiança entre investidores e outras partes interessadas.

Ao acompanhar esses indicadores, as empresas não só melhoram suas operações e estratégias, mas também reforçam sua imagem no mercado. Isso é crucial em um ambiente onde consumidores e investidores estão cada vez mais inclinados a apoiar empresas que demonstram responsabilidade social e ambiental.

Além disso, um bom desempenho em indicadores ESG pode abrir portas para novas oportunidades de negócios, facilitar o acesso a capital e mitigar riscos legais e regulatórios. 

Leia também: M&A: lições e etapas para se atentar com quem já fez

Como medir ESG?

Para medir ESG, as empresas utilizam diferentes metodologias e relatórios, dada a falta de um padrão global unificado. Métodos como o GRI Standards, Indicadores ESG do WEF-IBC, padrões da SASB e Indicadores ETHOS-SEBRAE oferecem frameworks para coletar e divulgar dados ESG.

Essas abordagens variam desde normas gerais até padrões setoriais específicos, permitindo que as empresas escolham e adaptem indicadores às suas necessidades e objetivos de sustentabilidade, refletindo sobre seu impacto econômico, ambiental e social.

Quais são os indicadores de ESG para se acompanhar?

Acompanhar todos os indicadores ESG é uma tarefa impossível para qualquer empresa. Afinal, são muitos. Por isso, o ideal mesmo é mapear quais indicadores podem fazer sentido para a realidade da sua empresa e escolhê-los para serem acompanhados.

Além disso, você pode escolher alguns para começar e quando sentir que está confortável com eles e o indicador está sendo monitorado devidamente, você pode escolher outras para ir ainda mais além.

Para te ajudar ,a seguir separei alguns indicadores ESG que podem te orientar nessa jornada. Confira:

Indicadores Environmental (Ambientais)

  • Emissões de gases de efeito estufa (GEE): medir as emissões diretas e indiretas pode ajudar a empresa a entender seu impacto climático e identificar áreas para redução. Estratégias incluem a transição para energia renovável, melhoria da eficiência energética e gestão de logística.
  • Consumo de água: acompanhar o consumo ajuda a identificar desperdícios e oportunidades para reuso e redução, principalmente em empresas que fazem o uso exacerbado, como no agro, por exemplo. Técnicas de economia incluem sistemas de reciclagem de água e melhorias nos processos industriais.
  • Gestão de resíduos: medir a quantidade e o tipo de resíduos gerados permite desenvolver estratégias de redução, reutilização e reciclagem. A implementação de programas de compostagem e reciclagem pode ser benéfica.
  • Uso de recursos naturais: avaliar o uso de matérias-primas e desenvolver práticas de sourcing sustentável e certificado.

Indicadores Sociais

  • Diversidade e inclusão: medição da diversidade étnica, de gênero e cultural na força de trabalho. Iniciativas podem incluir programas de contratação diversa e treinamentos sobre inclusão.
  • Saúde e segurança do trabalhador: monitorar incidentes, políticas de saúde e bem-estar. Estratégias de melhoria podem abranger melhores equipamentos de segurança e programas de bem-estar.
  • Engajamento comunitário: avaliar o impacto social e econômico nas comunidades locais. Ações podem incluir programas de voluntariado e investimento comunitário.

Indicadores Governance (Governança)

  • Estrutura e diversidade do conselho: Analisar a composição do conselho para garantir uma variedade de perspectivas.
  • Práticas anticorrupção: implementar políticas e treinamentos para prevenir corrupção.
  • Direitos dos acionistas: assegurar práticas justas e transparentes.
  • Transparência e relatórios financeiros: garantir a clareza e precisão nas comunicações financeiras.
  • Gestão de riscos: desenvolver estratégias para identificar e gerenciar riscos empresariais.

Próximos passos

O STRATWs One pode ser uma ferramenta valiosa para empresas focadas em ESG, oferecendo recursos como a definição de objetivos específicos, o acompanhamento em tempo real dos indicadores ESG e a facilitação da colaboração entre equipes para cumprir metas de sustentabilidade.

Além disso, pode auxiliar na elaboração de relatórios detalhados, ajudando na comunicação transparente com stakeholders e na tomada de decisões baseadas em dados para melhorias contínuas.

A capacidade de realizar auditorias no STRATWs One ajuda significativamente no pilar de governança, pois permite que a empresa verifique a aderência e conformidade de suas operações com as políticas e regulamentos internos e externos.

Isso facilita a identificação e correção de desvios ou inconformidades, reforçando a transparência e a responsabilidade corporativa.

Tudo isso e muito mais! Solicite uma demonstração com o STRATWs One agora mesmo e conte com apoio para tornar a sua empresa mais ESG.

stratws one