Gestão Estratégica

Tudo sobre gestão de capital de giro: o que é e como medir

Publicação : 06/11/2019

Por Siteware

7 min

A gestão de capital de giro é essencial para a saúde financeira e o sucesso operacional de uma empresa. Uma característica da boa administração de negócios é a capacidade de utilizar a gestão de capital de giro para manter um sólido equilíbrio entre crescimento, lucratividade e liquidez.

Uma empresa usa capital de giro em suas operações diárias. Ele é a diferença entre o ativo circulante de uma empresa e seu passivo circulante ou dívidas.

O capital de giro serve como uma métrica de quão eficientemente uma empresa está operando e quão financeiramente estável ela está no curto prazo.

O índice de capital de giro, que divide o ativo circulante pelo passivo circulante, indica se uma empresa possui fluxo de caixa adequado para cobrir débitos e despesas de curto prazo.

A importância do capital de giro

A administração de capital de giro é uma necessidade diária para as empresas, afinal, os negócios exigem uma quantia regular de dinheiro para:

  • fazer pagamentos rotineiros;
  • cobrir custos inesperados;
  • comprar materiais básicos usados ​​na produção de mercadorias.

O capital de giro é um conceito facilmente compreensível, pois pode ser comparado ao custo de vida de um indivíduo. Portanto, pode ser entendido de uma maneira mais pessoal.

As pessoas precisam coletar o dinheiro que devem e manter uma certa quantia diariamente para cobrir as despesas diárias, contas e outras despesas regulares.

O capital de giro é uma medida predominante para a eficiência, liquidez e saúde geral de uma empresa. Ele é um reflexo dos resultados de várias atividades do negócio, incluindo:

O capital de giro, então, inclui os valores em estoques, contas a pagar e receber, caixa, parcelas de dívidas vencidas no período de um ano e outras contas de curto prazo.

As necessidades de capital de giro variam de setor para setor e podem até variar entre empresas similares. Isso se deve a vários fatores, incluindo:

  • diferenças nas políticas de cobrança e pagamento;
  • o momento da compra de ativos;
  • a probabilidade de uma empresa cancelar algumas de suas contas a receber vencidas;
  • em alguns casos, os esforços de captação de recursos que uma empresa realiza.

A importância da gestão de capital de giro

Quando uma empresa não tem capital de giro suficiente para cobrir suas obrigações, pode ter como resultado problemas legais, liquidação de ativos e potencial falência. Assim, é vital que todas as empresas realizem a administração de capital de giro.

A gestão de capital de giro é essencialmente uma estratégia contábil com foco na manutenção de um equilíbrio suficiente entre os ativos e passivos atuais da empresa.

Um sistema eficaz de gestão de capital de giro ajuda as empresas a não apenas cobrir suas obrigações financeiras, mas também aumentar seus ganhos. Gestão de capital de giro significa gestão de:

  • estoques;
  • caixa;
  • contas a pagar;
  • contas a receber.

Um sistema eficiente de gerenciamento de capital de giro, geralmente, utiliza índices-chave de desempenho, como:

  • taxa de capital de giro;
  • taxa de giro de estoque;
  • taxa de arrecadação, para ajudar a identificar áreas que exigem foco para manter liquidez e rentabilidade.

Elementos da gestão de capital de giro

Como citamos acima, o índice de capital de giro, calculado como ativo circulante dividido pelo passivo circulante, é considerado um indicador-chave da saúde financeira fundamental de uma empresa, pois indica a capacidade do negócio de cumprir com sucesso todas as suas obrigações financeiras de curto prazo.

Embora os números variem por setor, um índice de capital de giro abaixo de 1,0 é geralmente indicativo de uma empresa com problemas para cumprir suas obrigações de curto prazo.

Os índices de capital de giro de 1,2 para 2,0 são considerados desejáveis, mas uma proporção superior a 2,0 pode indicar que uma empresa não está efetivamente usando seus ativos para aumentar as receitas. Ou seja, tem muito capital ocioso, sem investimento. Isso também não é interessante para um negócio.

O elemento final da gestão de capital de giro é o gerenciamento de estoques. Para operar com a máxima eficiência e manter um nível de capital de giro confortavelmente alto, a empresa deve balancear cuidadosamente estoque suficiente para atender às necessidades dos clientes, evitando inventários desnecessários que prendem o capital de giro por um longo período antes de serem convertidos em dinheiro.

As empresas geralmente medem a eficiência com que esse equilíbrio é mantido, monitorando a taxa de giro de estoque.

O índice de rotatividade de estoque, calculado como receita dividida pelo custo de estoque, revela a rapidez com que o estoque de uma empresa está sendo vendido e reabastecido.

Talvez, após a compreensão do que é e da importância do capital de giro, você chegue a conclusão de que precisa conseguir capital de giro para sua empresa. Para encontrar uma resposta, leia o artigo; “Como conseguir capital de giro para empresa: 6 opções e quando usar cada uma [+ BÔNUS]”.

Este post foi escrito pela Gyra+, uma empresa que realiza financiamentos online para empreendedores digitais em busca de capital de giro. Faça uma avaliação no simulador de empréstimo empresarial e descubra o crédito que cabe no seu negócio.

Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Exit mobile version