Processos

Execução da estratégia: principais falhas e como realizar de forma eficiente

Execução da estratégia: principais falhas e como realizar de forma eficiente

Publicação : 10/06/2020

Por Lorrana Freitas

9 min

execução da estratégia
execução da estratégia

A formação profissional e conhecimento técnico são extremamente importantes no desenvolvimento de um bom gestor. Com elas, é possível traçar planos estratégicos que consigam suprir as diferentes necessidades da empresa de maneira efetiva. A construção do plano de ação é a primeira etapa para o sucesso da empresa. No entanto, muitas vezes é considerado o único passo relevante, prejudicando consideravelmente a execução da estratégia. 

Todo o processo de execução da estratégia deve ser acompanhado e adaptado constantemente. Diversas vezes, líderes com muito conhecimento técnico apresentam uma performance insatisfatória, e o motivo é, justamente, a falta de monitoramento da execução. Por isso, hoje vamos te contar os principais motivos pelos quais esse processo falha, além de dar algumas dicas práticas para que você possa otimizar a execução da estratégia da sua empresa

A falha na execução estratégica

A taxa de sucesso da execução da estratégia nas empresas é incrivelmente baixa. As porcentagens de falha encontradas em estudos científicos variam de 7% a 90%, com uma média de 50% (conforme relatado em um artigo de revisão de 2015 de Candido e Santos no Journal of Management & Organization). Embora uma leve melhora possa ser observada ao longo dos anos, essas porcentagens ainda não são satisfatórias. Afinal, significa que metade das estratégias adotadas não estão sendo executadas adequadamente. 

Para fazer melhor, precisamos entender por que isso acontece – por que, depois de centenas de estudos acadêmicos e milhares de projetos estratégicos fracassados, ainda não fazemos melhor que isso? A resposta simples seria que; executar com êxito uma boa estratégia é excepcionalmente difícil. Mas isso dificilmente é uma resposta gratificante. Há muitas outras coisas que são excepcionalmente difíceis e que conseguimos realizar de maneira satisfatória. 

Portanto, para começar, precisamos ter um bom entendimento dos problemas que as organizações enfrentam ao executar sua estratégia. Quando conhecemos esses problemas, entendemos as razões subjacentes à falha na execução da estratégia, o que nos ajuda a encontrar as soluções.

Como parte da pesquisa realizada na Parte 2 do The Strategy Handbook (que trata da execução da estratégia), foi feito um inventário dos problemas mais importantes que as organizações enfrentam ao executar sua estratégia. Acontece que, essa lista de problemas é surpreendentemente estável ao longo do tempo. Nos últimos trinta anos, eles se resumem à seguinte lista. 

20 problemas principais na execução da estratégia

  1. Comunicação pouco clara
  2. Comunicação inexistente ou insuficiente
  3. Falta de comprometimento
  4. Recursos insuficientes ou inadequados
  5. Ações isoladas e fragmentadas
  6. Objetivos ambíguos ou conflitantes
  7. Estratégia inexistente ou pouco clara
  8. Sem prioridades claras
  9. Responsabilidades ambíguas
  10. Falta de informações de desempenho
  11. Relutância em compartilhar informações 
  12. Cultura errada ou ineficaz
  13. Resistência à mudança
  14. Excesso de complexidade
  15. Recursos de gerenciamento insuficientes
  16. Atraso, os planos não são cumpridos
  17. Orçamento excedido
  18. Falta de suporte à gerência intermediária
  19. A estratégia não está adaptada às mudanças
  20. Má liderança

Essa lista de problemas mostra o que dá errado na execução da estratégia e o que continua dando errado repetidamente. Se queremos melhorar nossa taxa de sucesso na execução da estratégia, significa que esses são os problemas a serem enfrentados.

Como otimizar a execução da estratégia nas empresas

Diante dos principais problemas que foram apresentados acima, podemos traçar estratégias e pontos de atenção para que a execução da estratégia não falhe dentro das empresas. Por isso, separamos os principais para você, confira: 

Invista na comunicação

Como foi possível observar, os dois primeiros tópicos que prejudicam a execução da estratégia nas empresas são referentes à comunicação. Por isso, tente sempre comunicar claramente sua lógica e trabalhar na compreensão. Muitas vezes, gestores se prendem à métricas ilusórias de comunicação, por exemplo, o número de emails enviados, número de reuniões sobre o assunto, etc. 

Por isso, tente não se prender a esses números e comece a adotar uma abordagem mais qualitativa e menos quantitativa. Sua equipe realmente entendeu a lógica por trás daquela estratégia? As metas, objetivos e tarefas estão claros? 

Assuma responsabilidade

Muitas vezes, quando é observada uma falha na execução da estratégia, o primeiro impulso do líder é culpar a falta de alinhamento entre os integrantes do projeto. No entanto, nem sempre esse é o problema. É sempre importante lembrar que as ações do líder irão refletir de maneira clara no desempenho da equipe. 

Por isso, reserve esse momento para fazer uma autocrítica. Fiz o meu papel enquanto líder? Apoiei, guiei e estive disponível para meus colaboradores durante todo o processo? A partir dessas reflexões, tente traçar ações para investir em boa coordenação e melhor liderança de projetos

Se você quer investir na sua liderança e promover o engajamento da sua equipe, confira nossas dicas:

Faça ajustes constantes

Uma solução aparentemente óbvia para melhorar a execução da estratégia seria a realocação de recursos. No entanto, muitas pessoas se deixam enganar por essa tática e adotam ela como única opção, sendo que na verdade ela faz parte de um conjunto de estratégias muito válidas que, juntas, melhoram a execução. 

Além disso, muitos gestores pensam que a redistribuição de tarefas e recursos é uma tarefa pontual. Muito pelo contrário, os ajustes devem ser feitos constantemente e devidamente baseados nas análises feitas a partir do acompanhamento da execução da estratégia. 

Agilidade não vem em primeiro lugar

Realizar projetos de maneira rápida e dentro dos prazos é importante? Sim. No entanto, a agilidade jamais pode se sobrepor ao limites estratégicos do plano. Uma vez que o gestor cobra agilidade excessiva dos colaboradores, eles podem e tendem a realizar as tarefas com menos afinco, apenas para entregá-las no prazo. 

Por isso, busque sempre uma harmonia entre agilidade e alinhamento. Afinal, é preferível ter uma estratégia bem executada que dure mais tempo para ser realizada, do que uma estratégia rápida que não gere nenhum resultado, pois foi executada de maneira insatisfatória. É melhor ajustar o prazo do que comprometer a qualidade. 

Tenha flexibilidade na concentração de poder

A burocracia dentro das empresas é um dos elementos que mais atrapalha o bom fluxo dos processos internos de um negócio. Em um primeiro momento, concentrar a tomada de decisão de topo e monitorar todas atividades dos funcionários, pode parecer uma boa ideia. No entanto, a autonomia é essencial para que os processo ocorram de maneira fluida. 

Além disso, é importante ter em mente que um bom líder é aquele que seus subordinados não precisam dele o tempo todo. Afinal, você contratou aqueles profissionais porque confia confia e aposta nas habilidades e conhecimentos deles. Ser muito burocrático não só atrasa processos, como também gera desmotivação na equipe, diminuindo a produtividade. 

Perfeita execução da estratégia com o STRATWs One

O STRATWs One é um software para gestão empresarial pensado especialmente para otimizar a performance corporativa. Com isso, o sistema fornece todas as funcionalidades necessárias para que você possa estruturar sua estratégia com maestria, além de acompanhá-la em tempo real através de indicadores de desempenho. Assim, caso seja observado um desempenho insuficiente, é possível rapidamente mudar o plano, garantindo o sucesso e mitigando prejuízos

Quer acompanhar o andamento da sua estratégia de perto para fazer dela um sucesso? Deseja melhorar o desempenho da sua equipe e começar a gerar mais valor para empresa enquanto líder? Faça agora seu pedido de demonstração gratuito! 

Texto traduzido e adaptado de Forbes: 20 Reasons Strategy Execution Fails

Deixe um comentário


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *