É tempo de folia! Veja 5 lições para os gestores aprenderem com o Carnaval. Ir para conteúdo
gestao no carnaval

É fato que nem todas as pessoas entram em clima de carnaval, mas todos nós podemos tirar boas lições do planejamento da festa mais tradicional do nosso país. O Carnaval é um evento que movimenta bastante dinheiro e emprega pessoas durante todo o ano.

Independentemente se você for acompanhar o bloco na rua ou for tirar o feriado para descansar, aproveite para aprender 5 lições importantes que essa festa, em especial, tira nota 10!

  1. Planejamento

Para preparar um bloco ou desfile, o planejamento é peça-chave. Nesse quesito, as escolas de samba e os blocos carnavalescos trabalham durante o ano inteiro. O planejamento é dividido a curto, médio e longo prazo, assim como nas organizações. A soma desses processos e das atividades resultam nos desfiles harmoniosos e animados que vemos todo início de ano.

O planejamento começa um ano antes; é preciso encontrar patrocínios, temas diferentes e chamativos, além de seguir o cronograma à risca para tudo estar pronto no tempo certo. Quando o feriado vai se aproximando, as atividades ficam mais intensas. As fantasias, carros alegóricos, adereços e coreografias precisam estar prontos para o show.

  1. Liderança

Todo planejamento precisa de bons líderes que impulsionem as atividades de cada colaborador. Essa regra também se aplica ao carnaval, que conta com o Carnavalesco – pessoa que é responsável pelo controle das ações.

Ele é como um maestro ou um gestor, que corrige e controla cada movimento das pessoas envolvidas no projeto, integrando o enredo do samba aos carros alegóricos e as fantasias às alas com os temas específicos.

As lideranças internas também têm um papel importante na montagem do desfile, na organização, no julgamento e no desfile das escolas campeãs. Tudo precisa estar bem ensaiado para fazer bonito na avenida.

  1. Propósito

Uma escola de samba pode ter o carro alegórico mais moderno e tecnológico, mas se não existir propósito e paixão por aquele tema desde seus mínimos detalhes, seu desfile passará despercebido.

A paixão é o que entusiasma os foliões, e o propósito é o que leva os envolvidos a executarem suas funções com motivação suficiente para ganhar nota máxima. O carnaval é uma festa única justamente pela paixão que a move.

Ela pode ser comparada com o futebol, que movimenta multidões apaixonadas. Por isso, seus organizadores também precisam agir de acordo com a expectativa que leva as pessoas às ruas.

  1. Harmonia

Um desfile precisa ter precisão e harmonia para ter sucesso. Todos devem estar no mesmo ritmo: os coreógrafos, dançarinos, carnavalescos, compositores etc. O tom da bateria puxa todos os outros músicos, que precisam saber cantar e tocar juntos.

Da mesma forma, os colaboradores das organizações precisam aprimorar constantemente seu trabalho. Agindo da melhor maneira possível, eles contribuem com o sucesso de toda a equipe.

  1. Trabalho em equipe

Por fim, o trabalho em equipe engloba todo o planejamento e a execução da estratégia carnavalesca. Sem a gestão de pessoas é impossível “fazer a banda tocar”. A qualidade, produtividade e o profissionalismo são essenciais para que o bloco se destaque entre a concorrência. 

Todos devem executar precisamente suas funções, assim como nas organizações. O erros e acertos de cada um comprometem ou garantem o sucesso do projeto!

Luiza AndradeJornalista, analista de SEO e produtora de conteúdo para a Siteware. Fotógrafa nas horas vagas e completamente viciada em música e internet.